• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2017.tde-18052017-152408
Documento
Autor
Nome completo
José Guilherme Morschel Barbosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2016
Orientador
Banca examinadora
Menten, José Fernando Machado (Presidente)
Moretti, Débora Botequio
Sartori, José Roberto
Título em português
Efeitos da suplementação de levedura autolisada de Saccharomyces cerevisiae sobre o desempenho e a imunidade intestinal de frangos de corte
Palavras-chave em português
Saccharomyces cerevisiae
Imunidade intestinal
Prebiótico
Resumo em português
O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos da suplementação de levedura autolisada de Saccharomyces cerevisiae fornecida em duas diferentes inclusões em dietas para frangos de corte como alternativa a um antimicrobiano sobre desempenho zootécnico e avaliação do sistema imune intestinal pela realização da enumeração bacteriana, citometria de fluxo e expressão intestinal de genes ligados à resposta imune intestinal. Neste estudo foram utilizados 1260 pintos de corte machos de um dia de idade da linhagem ROSS AP95® em um experimento de 1 a 35 dias de idade alojados em galpão climatizado com cama de casa de arroz nova. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente aleatorizado, com 4 tratamentos e 7 repetições, com 45 aves por boxe. Os tratamentos utilizados foram: T1: ração basal e sem aditivo - controle negativo; T2: ração basal suplementada com 55 ppm de bacitracina de zinco - controle positivo; T3: controle negativo + 2 kg/t de levedura autolisada; T4: controle negativo + 4 kg/t de levedura autolisada. As dietas foram à base de milho e farelo de soja, sendo adicionados às rações 5% de farelo de trigo e 5% de farinha de penas e vísceras (sem tratamento prévio) com objetivo de impor um desafio nutricional aos animais. Ainda visando estimular imunologicamente os animais, aos 7 dias de idade, todas as aves foram desafiadas via ocular com uma vacina viva contendo oocistos de Eimeria sp. na dose recomendada pelo fabricante. Aos 8 dias de idade e 21 dias de idade, uma ave de cada unidade experimental, sem jejum prévio, teve sangue coletado e foi sacrificada para coleta de conteúdo intestinal ileal e cecal para realização da emumeração bacteriana de Enterococus sp., Escherichia coli e Lactobacillus sp., e para a coleta do segmento ileal para avaliar a expressão gênica intestinal de Claudin-1, IL-1β, IL-4, TLR4 e MUC-2 através da PCR em tempo real. Em relação ao desempenho das aves, o tratamento T3 propiciou melhor conversão alimentar em relação a T1 até os 21 dias de idade. Para o período cumulativo, o tratamento T4 propiciou conversão alimentar semelhante ao T2, sendo esta variável melhor para estes tratamentos em relação ao controle negativo. Na enumeração de bactérias no íleo, aos 8 dias de idade, os tratamentos T3 e T4 modularam de forma distinta a contagem de Enterococus sp., e para o gênero Lactobacillus sp., ambos os grupos de levedura apresentaram menor contagem em contraste com o controle positivo. No conteúdo do ceco foi encontrado um menor número de E. coli para os animais grupo T3, diferentemente para o T2 que propiciou maior contagem. Aos 21 dias de idade, foi encontrado diferença na enumeração do gênero Enterococus sp. ileal, cuja contagem foi menor para o T2 em relação ao T1. Na na análise de citometria de fluxo, tendências foram observadas aos 8 dias de idade para o percentual de linfócitos T auxiliares (P=0,16) e para o percentual de linfócitos B (P=0,12) havendo redução com a suplementação de levedura autolisada. A mesma tendência (P=0,19) foi observada aos 21 dias de idade para a contagem de células T citóxicos. Sobre a PCR em tempo real, não foram detectadas diferenças para a expressão de Claudin-1. T2 e T4 propiciaram aumento da expressão gênica de IL-1β aos 21 dias de idade em relação ao controle negativo, sendo que T2 também promoveu aumento de TLR-4 aos 8 dias de idade. Tendências foram observadas com a maior expressão de IL-4 (P=0,06) aos 21 dias de idade pelo T2 e aumento na expressão de MUC-2 (P=0,09) pelo T4 aos 8 dias de idade. Os diferentes padrões de ativação ou não de citocinas revela uma estimulação da via Th2 pelo controle positivo (aumento de IL-1β e IL-4) e da via Th17 pelo tratamento suplementado com 4 kg/t de levedura autolisada (aumento de IL-1β).
Título em inglês
Effects of an autolyzed yeast from Saccharomyces cerevisiae supplementation on broiler performance and intestinal immunity
Palavras-chave em inglês
Saccharomyces cerevisiae
Intestinal immunity
Prebiotic
Resumo em inglês
The objective of this study was to evaluate the effects of a Saccharomyces cerevisiae autolyzed yeast supplementation in substitution of AGP in broiler diets on performance and immune system (on two different feed inclusions for broilers diets in replacing AGP on broiler performance and evaluation of immune system trough bacterial enumeration, flux citometry and intestinal gene expression. For that, 1260 one-day-old male Ross AP95 chicks were raised from 1 to 35 days of age in a poultry house with new rice husk as litter. The experiment was arranged in a completely randomized design with 4 treatments and 7 replications, with 45 birds per pen. The treatments were: T1: basal diet and no additive - negative control; T2: basal diet supplemented with 55 ppm of zinc bacitracin - positive control; T3: negative control + 2 kg/t of autolyzed yeast; T4: negative control + 4 kg/t of autolyzed yeast. The corn-soybean meal based diets contained 5% wheat bran and 5% poultry by-product meal (with no previous treatment) in order to impose a nutritional challenge to the animals. To impose a further immunological challenge, at 7 days of age, all the birds were eye drop-vaccinated with live vaccine containing Eimeira sp. oocysts at the manufacturer recommended dosis. At 8 and 21 days of age, one chick per experimental unit, with no fasting, had the blood collected and was sacrificed for sampling the ileal and cecal intestinal contents for enumeration of Enterococus sp., Escherichia coli and Lactobacillus sp. Also, the ileal segment was sampled for intestinal gene expression of Claudin-1, IL-1β, IL-4, TLR4 e MUC-2 by RNA extraction through real time PCR. For the performance results at 21 days of age, T3 had the same feed conversion rate of T1. For the cumulative grow-out, T4 had the same feed conversion rate as T2, being this variable better for the aforementioned tretaments in comparison to negative control. For ileal bacterial enumeration, at 8 days of age, T3 and T4 modulated distinctly the enumeration of Enterococus sp., and reduced the counts of Lactobacillus sp. in comparison to the positive control. In the cecal contents, the enumeration for E. coli was the lowest for T3, differing from the positive control. At 21 days of age, there was a difference in ileal Enterococus sp., with higher counts for T2 relative to T1. In the flux citometry, tendencies were observed at 8 days of age for T helper cells (P=0,16) and for B cells (P=0,12), which were reduced in the autolyzed yeast treatments. The same tendency (p=0.19) was seen at 21 days of age for T activated cytotoxic cells. For the real time PCR, there was no difference in the expression of Claudin-1 (P<0,05). T2 and T4 promoted upregulation of IL-1β at 21 days of age (P<0,05) in comparison to the negative control; additionally, the antibiotic tretatment also upregulated the expression of TLR-4 at 8 days of age (P<0,05). Tendencies were observed as upregulation of IL-4 (P=0,06) at 21 days of age by positive control and upregulation of MUC-2 (P=0,09) by the treatment with 4 kg/t of autolyzed yeast at 8 days of age. The different profiles in activating or not cytokines reveals a stimulation of Th2 pathway for the positive control (upregulation of IL-1β and IL-4) and Th17 pathway for the treatment supplemented with 4 kg/t of autolyzed yeast (upregulation of IL-1β).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-06-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.