• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2010.tde-19042010-103903
Documento
Autor
Nome completo
Ana Beatriz Traldi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2010
Orientador
Banca examinadora
Menten, José Fernando Machado (Presidente)
Cyrino, Jose Eurico Possebon
Faria, Douglas Emygdio de
Miyada, Valdomiro Shigueru
Racanicci, Aline Mondini Calil
Título em português
Influência da idade da matriz e do peso do ovo incubado nas respostas de pintos de corte alimentados com rações pré-iniciais farelada, triturada ou micro-peletizada
Palavras-chave em português
Desempenho
Frangos de corte
Incubação
Matrizes animal
Ração - Avaliação
Trato digestivo de animal.
Resumo em português
Quatro experimentos foram conduzidos com o objetivo de avaliar o efeito da forma física da ração pré-inicial no desempenho e na alometria de órgãos do sistema digestório de frangos de corte, provenientes de ovos de pesos semelhantes ou distintos, produzidos por matrizes Ross de idades diferentes. Foram utilizados 2.340 ovos para os experimentos 1 e 2 e 2.160 ovos para os experimentos 3 e 4. A composição percentual dos ovos foi avaliada. Os experimentos 1 e 2, assim como os experimentos 3 e 4, ocorreram simultaneamente. O experimento 1 contou com 1.380 pintos de um dia, machos e fêmeas sexados, provenientes de ovos com peso médio de 57,8 g ou 68,8 g, de matrizes com, respectivamente, 29 e 55 semanas. O experimento 3 contou com 1.380 aves provenientes de matrizes com 29 e 55 semanas de idade, sendo o peso médio dos ovos padronizado em aproximadamente 62 g. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com seis tratamentos e cinco repetições, em esquema fatorial 2x3 (idade da matriz x forma física da ração pré-inicial). Na fase pré-inicial, a forma física da ração foi diferenciada em farelada, triturada e micro-peletizada, com fornecimento fixado em 200 g/ave. Do término da fase pré-inicial até os 42 dias de idade, foi fornecida uma ração comum farelada, para todos os tratamentos. Os parâmetros de desempenho avaliados nos experimentos 1 e 3 foram: ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar e viabilidade criatória. O tempo utilizado para o consumo total da ração pré-inicial foi monitorado. Para a avaliação da alometria de órgãos (intestinos delgado e grosso, fígado, pâncreas, proventrículo, moela e saco vitelino), foram utilizados em cada experimento (2 e 4), 240 pintos de um dia, machos e fêmeas sexados, nos mesmos tratamentos adotados nos experimentos 1 (pesos distintos) e 3 (pesos semelhantes). Foram sacrificadas seis aves provenientes de cada idade de matriz ao alojamento e quatro aves por tratamento nos dias três, cinco, sete, 14 e 21, sendo cada ave considerada uma unidade experimental. A gema de ovos provenientes de matrizes adultas foi maior mesmo quando estes apresentavam pesos semelhantes aos de matrizes jovens. Em ambos os experimentos de desempenho, melhores resultados foram obtidos pelos frangos provenientes de matrizes de 55 semanas de idade, bem como, por aqueles que consumiram rações pré-iniciais processadas. As aves levaram menos tempo para consumir 200 g de rações processadas do que farelada. Ao alojamento, moela, proventrículo, fígado e intestino delgado foram mais pesados para as aves oriundas de matrizes adultas, quando estas apresentavam pesos iniciais superiores aos das aves de matrizes jovens. O desenvolvimento do pâncreas, intestino delgado, fígado e proventrículo na primeira semana de vida foi superior ao crescimento corpóreo das aves, independente da idade da matriz. Conclui-se que o peso do ovo influencia o peso do pinto à eclosão, porém, é a idade da matriz que atua sobre o desempenho de frangos de corte. Além disso, o consumo de dietas processadas na fase pré-inicial favorece o desempenho dos frangos até os 42 dias de idade.
Título em inglês
Effect of breeder age and incubated egg weight on the responses of broiler chicks fed with mash, crumbled or micro-pelleted pre-starter diets
Palavras-chave em inglês
Breeders
Chickens
Diets evaluation
Digestive tract
Incubation
Performance.
Resumo em inglês
Four trials were conducted to evaluate the physical form of pre-starter diets on performance and allometric growth of gastrointestinal organs of chickens from eggs having the same or different weights, hatched from Ross breeders of different ages. In trails1 and 2, 2,340 eggs were incubated and in trails 3 and 4, 2,160. The eggs percentage composition was evaluated. Trials 1 and 2, as well as trials 3 and 4, were carried out simultaneously. After hatching, 1,380 day-old chicks, males and females, from young breeders (29 weeks) or adult breeders (55 weeks) were used in performance experiments: in experiment 1 the eggs weighted 57,8 g or 68,8 g, respectively, and in experiment 3, egg weight was standardized at 62 g. The performance trials were conducted in a completely randomized design with 6 treatments and 5 replicates, and the treatments consisted of a 2 3 factorial arrangement of breeder age (young and adult) and physical form of the pre-starter feed (mash, crumbled or micro-pellets). This feed was provided at a fixed amount of 200 g per chick and, after that, the birds in all treatments were fed a common starter, grower and finisher diet in mash form, to 42 days of age. Live weight, weight gain, feed intake, feed conversion and viability were evaluated on a pen basis. The time required for total consumption of the pre-starter feeds was monitored. To evaluate the allometric growth of gastrointestinal organs (small and large intestines, liver, pancreas, proventriculus, gizzard and yolk sac), in experiments 2 and 4, 240 one-day-chicks, males and females, were distributed to six pens with the same treatments as experiments 1 and 3, respectively. Six chicks from each breeder age on the first day and four chicks at ages three, five, seven, 14 and 21 days were sacrificed. The experimental unit was each chick. The yolk from adult breeder eggs was heavier, even when the eggs had similar weight of those from young breeders. In both performance trials, better results were obtained for chickens from adult breeders, as well as, for chickens fed processed pre-starter diets. The chickens consumed 200 g of processed diets faster than the mash diet. On the first day, gizzard, proventriculus, liver and small intestine were heavier in chicks from adult breeders than in chicks from young breeders, when the former presented heavier initial weight. Pancreas, small intestine, liver and proventriculus development was superior to body growth, independent of breeder age. It is concluded that egg weight influences the chick weight at hatching, however, breeder age affects the overall performance of the chickens. Furthermore, processed feeds benefit the chicks in the pre-starter phase and this benefit is maintained in the broilers to market weight.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Ana_Traldi.pdf (5.16 Mbytes)
Data de Publicação
2010-04-28
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • TRALDI, A. B., et al. What determines hatchling weight: breeder age or incubated egg weight?. Revista Brasileira de Ciência Avícola / Brazilian Journal of Poultry Science, 2011, vol. 13, p. 113-115.
  • SANTAROSA, J., et al. Desempenho de pintos de corte oriundos de ovos leves e pesados, alimentados com rações pré-iniciais de níveis nutricionais e formas físicas distintos. In Conferência Facta 2010 de Ciência e Tecnologia Avícolas, Santos, SP, 2010. Conferência Facta 2010 de Ciência e Tecnologia Avícolas., 2010. Resumo.
  • SANTAROSA, J., et al. Efeitos de diferentes tipos de ração pré-inicial e pesos de pinto sobre o desempenho aos 14 dias. In Congresso sobre Manejo e Nutrição de Aves e Suínos, Campinas, 2009. Congresso sobre Manejo e Nutrição de Aves e Suínos.Campinas : Colégio Brasileiro de Nutrição Animal, 2009. Resumo.
  • SANTAROSA, J., et al. Effects of Different Pre-Starter Feeds and Chick Weights on the Performance to 14 Days of Age. In XIIIth European Poultry Conference, Tours, França, 2010. World's Poultry Science Journal. : World's Poultry Science Association, 2010. Resumo.
  • SILVA, F L, et al. Avaliação das características de ovos produzidos por matrizes de 29 e 55 semanas da linhagem Ross por meio de componentes principais. In 46 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, Maringá, PR, 2009. 46 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia., 2009. Resumo.
  • TRALDI, A. B., et al. Desempenho de frangos de corte provenientes de ovos de pesos distintos produzidos por matrizes jovens e adultas e alimentados com rações pré-iniciais de formas físicas diferenciadas. In 46 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, Maringá, PR, 2009. 46 Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia., 2009. Resumo.
  • TRALDI, A. B., et al. Efeito da idade da matriz e da forma física da ração pré-inicial no desempenho de frangos provenientes de ovos de pesos semelhantes. In Conferência apinco de Ciência e Tecnologia Avícolas, Porto Alegre, 2009. Anais do Prêmio Lamas 2009., 2009. Resumo.
  • TRALDI, A. B., et al. Estudo de fatores que influenciam o peso de pintos de um dia: idade da matriz e peso do ovo. In Conferência Apinco de Ciência e Tecnologia Avícolas, Porto Alegre, 2009. Anais do Prêmio Lamas., 2009. Resumo.
  • TRALDI, A. B., e MENTEN, J. F. M. Influência da idade da matriz, peso do ovo e processo de incubação no desempenho do frango. In Conferência Facta 2010 de Ciência e Tecnologia Avícolas, Santos, SP, 2010. Conferêncai Facta 2010 de Ciência e Tecnologia Avícolas.Campinas, SP : FACTA - Fundação Apinco de Ciência e Tecnologia Avícolas, 2010.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.