• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
Documento
Autor
Nombre completo
Patricia Menezes Santos
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 1997
Director
Título en portugués
Estudo de algumas características agronômicas de Panicum maximum (Jacq.) cvs. Tanzânia e Mombaça para estabelecer seu manejo
Palabras clave en portugués
CAPIM MOMBAÇA
CAPIM-TANZÂNIA
DELINEAMENTO EXPERIMENTAL
MANEJO
Resumen en portugués
Nos últimos anos, têm sido lançados vários cultivares de Panicum maximum, porém pouco se sabe, ainda, a respeito de suas exigências quanto ao manejo. O presente trabalho teve por objetivo avaliar algumas características dos cultivares Tanzânia e Mombaça, submetidos a três intervalos entre pastejos ao longo de um ano. Os experimentos foram conduzido em área do Departamento de Zootecnia da ESALQ-USP (22°42'30"S e 47°38'30"W), no período de outubro de 1995 a outubro de 1996. O delineamento experimental foi de blocos completos ao acaso com parcelas subdivididas no tempo. Havia sete repetições para cada tratamento. Para cada cultivar, foi testado o efeito de três intervalos entre pastejos (28, 38 e 48 dias) e de sete períodos (14/11/1995 a 31/12/1995, 1/1/1996 a 17/2/1996, 18/2/1996 a 5/4/1996, 6/4/1996 a 23/5/1996, 24/5/1996 a 10/7/1996, 11/7/1996 a 27/8/1996 e 28/8/1996 a 14/9/1996). A análise de variância foi aplicada aos efeitos dos intervalos entre pastejos, dos períodos do ano e da interação entre os dois. As médias foram comparadas pelo teste “t”. O resíduo pós pastejo foi em média 2.300 kg/ha para o Mombaça e l.900 kg/ha para o Tanzânia. As adubações se repetiram sempre após a saída dos animais. Todas as parcelas receberam 400 kg/ha de nitrogênio na forma de uréia durante o verão, divididos em 6, 5 e 4 aplicações para 28, 38 e 48 dias de intervalo entre pastejos, respectivamente. Avaliaram-se as seguintes características: taxa de alongamento foliar, taxa de alongamento das hastes, taxa de senescência, número de folhas vivas por perfilho, comprimento total de folhas verdes por perfilho, comprimento das hastes, densidade populacional de perfilhos, altura do pasto e relação folha:haste da forragem. Essas informações permitiram determinar a taxa líquida de acúmulo de matéria seca, expressa como porcentagem da máxima taxa de acúmulo total. Os resultados do presente experimento indicam que o Mombaça deve ser pastejado com menos de 28 dias de intervalo no período de novembro a maio e com mais de 48 dias entre maio e setembro. Já o Tanzânia deve ser pastejado com menos de 38 dias entre novembro e abril, com menos de 28 durante a fase reprodutiva e com mais de 48 entre maio e setembro. A extensão dos períodos de descanso pode reduzir a eficiência do sistema, porém ainda continuará havendo acúmulo líquido de forragem. Esta verificação importa, sobretudo, aos sistemas de manejo menos intensivos, onde o controle do intervalo entre pastejos é menos rigoroso. São necessários mais estudos sobre a interação entre: altura das plantas na pastagem e perdas físicas de forragem; altura das hastes e comportamento de pastejo dos animais; relação folha:haste e valor alimentar da forragem, levando-se em consideração a pressão de pastejo e o resíduo pós-pastejo. O uso do filocrono no manejo de pastagens ainda apresenta muitas limitações, principalmente devido à variabilidade na população de perfilhos que constituem o pasto. Sugere-se determinar qual a categoria de perfilhos responsável pela maior parte da produção e basear o manejo no comportamento desta.
Título en inglés
A study of characteristics of Panicum maximum (Jacq.) cvs. Tanzânia e Mombaça to establish treir management
Resumen en inglés
Two experiments were made in Piracicaba-SP-Brazil (22°42'30"S and 47°38'30"W), between 1995 and 1996, to evaluate the effects ofthree grazing intervals (28,38 and 48 days) within seven periods of time (11/14/1995 to 12/31/1995, 1/1/1996 to 2/17/1996, 2/18/1996 to 4/5/1996, 4/6/1996 to 5/23/1996, 5/24/1996 to 7/10/1996, 11/7/1996 to 8/27/1996 and 8/28/1996 to 9/14/1996) on some characteristics of Panicum maximum cvs. Tanzânia and Mombaça. The trials were assigned in a split plot experimental design, with harvesting intervals as main plots and periods as subplots. Mean residual herbage was 2.300 kg/ha for Mombaça and 1.900 kg/ha for Tanzânia. All plots received 400 kg/ha of N during the summer. Leaf elongation rate, stem elongation rate, senescence rate, net herbage accumulation rate, number of live leaves per tiller, leaves length, stem length, tillers population density, pasture height and leaf: stem ratio were determined. It was concluded that grazing intervals for Mombaça should be less than 28 days between November and May (late spring, summer and early autumn) and more than 48 days between May and September (late autumn and winter). Grazing intervals for Tanzânia should be shorter than 38 days between November and April (late spring and summer), shorter than 28 days during reproductive stage (autumn) and longer than 48 days between May and September (winter). Extended grazing intervals will decrease efficiency, but there will still be forage accumulation. This information is important for systems where the control over harvesting intervals is not very rigorous. More information is necessary about: the effects of pasture height on losses; the effects of stem height on animals behaviour; and the effects of leaf. stem ratio on herbage quality. The use of phyllochron on pasture management has many limitations, due to tillers variability. It is suggested that another group of experiments be done to determine the class of tiller responsible for most of the production and use their behaviour to establish the management.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2019-11-08
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.