• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Márcia Christina Iafigliola
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2000
Orientador
Título em português
O uso de cobre e antibiótico como promotores de crescimento em rações para frangos de corte
Palavras-chave em português

ANTIBIÓTICOS
COBRE
DESEMPENHO
DIETA ANIMAL
ESTIMULANTES DE CRESCIMENTO ANIMAL
FRANGOS DE CORTE
RAÇÕES
TEMPERATURA RETAL
Resumo em português
Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito da suplementação de citrato cúprico como uma fonte não convencional de cobre (Cu), do antibiótico comercial virginiamicina e o efeito sinérgico entre o citrato cúprico e o antibiótico, além do sulfato de cobre, como promotores de crescimento sobre o desempenho e temperatura retal de frangos de corte. O experimento foi conduzido no aviário experimental do Departamento de Produção Animal da ESALQ/USP, Piracicaba/SP. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com cinco tratamentos e seis repetições com 40 aves por unidade experimental. As aves foram criadas em camas reutilizadas com o intuito de aumentar o desafio microbiano, simulando condições de campo. Durante o período experimental de 42 dias, as aves receberam ração baseada em milho e farelo de soja não suplementada (CONTROLE), ou essa ração adicionada de 200 mg Cu/kg na forma de sulfato cúprico (SULFATO), ou 75 mg Cu/kg na forma de citrato cúprico (CITRATO), ou 20 mg virginiamicina/kg (VM), ou 75 mg Cu/kg (citrato cúprico) + 20 mg virginiamicina/kg (CITRATO + VM). A ração farelada e a água foram fornecidas à vontade. As pesagens, medições da temperatura retal, cálculos do ganho de peso (GP), consumo de ração (CR) e a conversão alimentar (CA) das aves foram feitos semanalmente. Para fins estatísticos o período experimental foi agrupado em três fases (1-21; 22-42 e 1-42 dias de idade). As variáveis dependentes GP, CR, CA, peso vivo (PV), mortalidade + refugagem (MR) e temperatura retal (TR) foram submetidas à análise de variância pelo procedimento GLM (SAS). Não se observou efeito (P > 0,05) dos promotores de crescimento em nenhuma variável estudada na fase inicial (1-21 dias). No período de 22 a 42 dias a VM proporcionou melhora (P<0,05) na CA, da ordem de 2,7% quando comparada ao CONTROLE, porém não diferiu dos demais tratamentos (P >0,05); os tratamentos também não afetaram GP nem CR (P > 0,05). O SULFATO resultou em maior MR (5%) (P <0,05) das aves quando comparado com o CITRATO, VM e CITRATO + VM (0,83; 1,25 e 1,25%, respectivamente), porém não diferiu significativamente do CONTROLE. Considerando o período total (1-42 dias) não verificou qualquer efeito dos promotores de crescimento sobre PV, GP, CR ou CA; as aves que receberam os tratamentos SULFATO e CONTROLE apresentaram maiores MR (P <0,05) (6,25 e 3,75%, respectivamente) em comparação ao CITRATO, VM e CITRATO + VM (1,2S; 2,08 e 1,67%, respectivamente). Não foi verificado efeito sinérgico para qualquer das variáveis estudadas quando se usou CITRATO + VM. A TR apresentou diferença significativa (P <0,05) na quarta semana, sendo que o CITRATO + VM propiciou diminuição de 0,29° C quando comparado ao CONTROLE e VM, porém não diferiu dos demais tratamentos. O pequeno efeito dos promotores de crescimento observado neste estudo pode ser atribuído ao excelente desempenho das aves que receberam a dieta não suplementada. Aparentemente não se conseguiu aumentar o desafio microbiano através do uso de cama reutilizada.
Título em inglês
Copper and antibiotic as growth promoters in rations for broiler chickens
Resumo em inglês
The objective of this study was to evaluate the effects of supplementing cupric citrate, as a non-conventional source of copper (Cu), the commercial antibiotic virginiamycin and both combined, and copper sulfate in the diet of broiler chickens on performance and rectal temperature. The chicks were raised on reutilized litter in order to increase the microbism, simulating field conditions. The experimental design was randomized blocks with five treatments and six replicates and 40 birds per pen. The treatments consisted of a basal corn-soybean meal diet (CONTROL) or this diet supplemented with 200 mg Cu/kg as copper sulfate (SULFATE), or 75 mg Cu/kg as copper citrate (CITRATE), or 20 mg virginiamycin/kg (VM), or CITRATE + VM. Mesh feed and water were supplied ad libitum for 42 days. Weekly the birds were weighed and the rectal temperatures were taken; weight gain, feed intake and feed conversion were calculated. The results relative to the 1-21 d, 22-42 d and 1-42 d were analysed, in addition to mortality and rectal temperatures. In the 1-21 d period treatments did not affect any variable (P>0,05). VM improved feed conversion compared to CONTROL (P<0,05) in 2,7%, but not to the other treatments in the 22-42 d. SULFATE resulted in higher mortality compared to CITRATE, VM and CITRATE + VM (5% vs 83, 1.25 and 1.25, respectively, P<0,05) but did not differ from CONTROL. In the 1-42 d period the additives had no effects on liveweight, weight gain, feed intake and feed conversion. The mortality of broilers receiving CONTROL and SULFATE diets was higher than those fed the other diets (P<0,05). Synergistic effect was not observed in any variable when CITRATE + VM was fed. Rectal temperature was .29°C lower for CITRATE + VM birds compared to CONTROL and VM (P<0,05). The small effect of the growth promoters observed in this study may be due to the excellent performance of the broilers receiving the unsupplemented diet. Apparently an increase in the microbial challenge through the use of reutilized litter was not achieved.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.