• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-132759
Documento
Autor
Nombre completo
Luis Felipe de Moura Pinto
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2000
Director
Título en portugués
Dinâmica do acúmulo de matéria seca em pastagens de Cynodon spp. submetidas a pastejo
Palabras clave en portugués
CYNODON
FORRAGEM
GRAMÍNEAS FORRAGEIRAS
MATÉRIA SECA
PASTAGENS
PASTEJO
Resumen en portugués
A produção de forragem em plantas forrageiras é o resultado líquido de dois processos concomitantes e antagônicos: o crescimento e a senescência e morte de tecidos. Práticas agronômicas podem influenciar esses dois processos de maneiras distintas e, portanto, modificar os padrões quantitativos e qualitativos da produção de matéria seca. O conhecimento de sua variação em função de modificações na estrutura do pasto e/ou estratégias de desfolha é determinante da eficiência e eficácia de qualquer prática de manejo a ser implantada. O presente trabalho teve por objetivo avaliar o processo de produção de forragem através do estudo de seus componentes; crescimento e senescência. Os tratamentos corresponderam a combinações entre três cultivares de Cynodon spp. (Tifton-85, Florakirk, Coastcross) e quatro condições de pasto caracterizadas pelas alturas de 5, 10, 15 e 20 cm, mantidas em "steady state" através do pastejo por ovinos em regime de lotação contínua. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos completos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram alocados às unidades experimentais segundo um arranjo de parcelas subdivididas, onde as parcelas correspondiam aos cultivares e as subparcelas às alturas de pasto. Foram avaliadas as seguintes respostas: elongação de hastes, expansão de folhas, senescência, filocrono e o número total de folhas, número de folhas vivas, número de folhas em expansão e número de folhas senescentes por perfilho. Os resultados revelaram uma estacionalidade de produção de forragem para todos os cultivares de Cynodon. O cultivar Tifton-85 mostrou-se o mais estacional, já que apresentou as maiores variações nas taxas de crescimento do pasto. Já os cultivares Florakirk e Coastcross foram os menos estacionais e apresentaram um comportamento semelhante com relação ao florescimento. As maiores taxas de crescimento e de senescência foram observadas para as maiores alturas de pasto estudadas, ou seja, 15 e 20cm. A área foliar por perfilho pareceu ser controlada pela variação no número de folhas expandidas e/ou seu tamanho, uma vez que o número de folhas em expansão (1,8) e folhas senescentes (1,4) foi relativamente constante. A taxa de aparecimento de folhas e o filocrono variaram conforme a época do ano, cultivar e altura de pasto, e revelaram uma íntima relação com variações em temperatura, disponibilidade de água e índice de área foliardos pastos. Tanto crescimento como senescência foram melhor descritos através de um modelo matemático exponencial do tipo: y = ß0 * Alt ß1 * e -ß2 * Alt (Wood, 1967). Concluiu-se que as condições de pasto mantidas entre 15 e 20cm de altura resultaram nas maiores produções de matéria seca e que os mesmos princípios e relações válidos para plantas de clima temperado se aplicam para plantas tropicais. O que varia são as intensidades e proporcionalidade das respostas, determinadas por características intrínsecas das plantas sendo avaliadas
Título en inglés
Dynamics of dry matter accumulation in Cynodon swards under grazing
Resumen en inglés
Herbage dry matter production from forage plants is the net result of the balance between growth and senescence. Agronomic practices may influence both processes in different ways and, therefore, alter the quantitative and qualitative patterns of dry matter production. Knowledge of their variation as a function of modifications in sward structure and/or defoliation strategies is the determinant of the overall efficiency of any grazing management practice. This study aimed at evaluating the process of dry matter accumulation through measurements of growth and senescence. Treatments corresponded to combinations between three Cynodon spp. cultivars (Tifton-85, Florakirk, Coastcross) and four sward state conditions (5, 10, 15 and 20 cm of sward surface height - SSH) generated by sheep grazing under continuous stocking. The experimental design was a complete randomised block replicated four times with treatments allocated to experimental units according to a split-plot arrangement. Grass cultivars were assigned to plots and SSH to sub-plots. Pasture responses evaluated were: stem elongation, leaf lamina expansion, senescence, phyllochron, and the number of green, expanding, fully expanded and senescent leaves per tiller. The results showed a clear seasonal pattern of herbage production for all cultivars. Tifton-85 presented the most seasonal behaviour, with Florakirk and Coastcross behaving similarly, particularly in relation to flowering events. The highest growth and senescence rates were observed at the highest SSH studied (15 and 20 cm). Leaf area per tiller seemed to be controlled by variations in either the number of fully expanded leaves or leaf size, since the number of expanding leaves (1.8) and senescent leaves (1.4) were relatively constant. Leaf appearance rate and phyllochron varied according to time of the year, grass cultivar and SSH, revealing an intimate relationship with variation in air temperature, water soil availability and sward leaf area index. Both growth and senescence were better described by a mathematical model: Y = ß0 * Alt ß1 * e -ß2 * Alt (Wood, 1967). lt was concluded that SSH of 15 and 20 cm resulted in the highest dry matter production and that the same principles and relationships originally described for temperate grass pasture species are valid for tropical ones. However, there is an intrinsic pasture plant characteristic that determine variations and particularities in terms of intensities and proportionalities of the observed responses.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2019-12-19
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.