• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-154044
Documento
Autor
Nome completo
Marisa Elisabet Sanchez
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1996
Orientador
Título em português
Importância do cálcio e do exercício na prevenção do encurvamento das pernas em filhotes de ema (Rhea americana, Linnaeus, 1758) em cativeiro
Palavras-chave em português

CÁLCIO
CRIAÇÃO EM CATIVEIRO
DIETA ANIMAL
EMA
ENCURVAMENTO DE PERNAS
EXERCÍCIO FÍSICO
RAÇÕES
Resumo em português
Existe atualmente um grande interesse na manutenção da ema (Rhea americana, Linnaeus, 1758) em cativeiro com o objetivo de explorá-la economicamente. A convenção sobre Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora (CITES) a inclui em seu Apêndice II, já que atualmente, as populações desta espécie têm diminuído pela sua exploração irracional. A incidência de desordens no sistema locomotor nestas aves poderia ser a principal causa de mortalidade na criação intensiva, sendo o período crítico entre 0 a 3 meses de idade. As principais causas para estas deficiências são de três tipos: nutricionais, falta de exercício e genéticas. A classificação das desordens do esqueleto é difícil e quase sempre arbitrária, especialmente com sua etiologia. Nas Ratitas estas deficiências são descritas normalmente como deformidades das pernas. O osso é um tecido muito complexo que está intimamente relacionado com o crescimento em geral. Vários nutrientes afetam o crescimento, desenvolvimento e manutenção óssea das aves. O cálcio cumpre uma função vital para a formação dos ossos nas aves e a deficiência deste mineral pode provocar anormalidades ósseas, dificultando a criação das aves em cativeiro. O exercício seria outro fator predisponente ao entortamento das pernas, considerando-se que na natureza, a ema anda interruptamente, vários quilômetros por dia a procura de alimento. O objetivo deste trabalho foi testar diferentes níveis de cálcio (1,4% e 0,7%) numa dieta balanceada segundo as exigências nutricionais das emas, na fase de crescimento, e analisar a capacidade de deslocamento dos animais no recinto, estabelecendo sua relação com o problema das pernas. Semanalmente, durante o período experimental, foram avaliados o peso, consumo alimentar e foram medidos os parâmetros de crescimento: comprimento do bico, tibiotarso e metatarso. Os filhotes de ema em crescimento (de 30 a 90 dias de idade) não apresentaram encurvamento das pernas nos dois tratamentos. No entanto, observou-se diferenças significativas entre os tratamentos para outros parâmetros estudados. No tratamento dois obteve-se os melhores pesos e os melhores valores nos parâmetros de crescimento. Das atividades diárias, realizadas pelos filhotes, o caminhar e bicar o chão foram as pautas comportamentais que tomaram a maior parte do dia. Foi possível concluir, que o melhor desempenho dos animais (peso, e medidas de crescimento) foram obtidos com o tratamento 2 com 1,4% de cálcio e com a relação Ca:P de 2:1. O exercício diário realizado pelas aves possivelmente, favoreceu o seu crescimento normal
Título em inglês
Importance of calcium and exercise for the prevention of bow legs in Rhea chickens (Rhea americana, Linnaeus, 1758) in captivity
Resumo em inglês
At present there is great interest in keeping Rhea chickens (Rhea Americana, Linnaeus, 1758) in captivity for the purpose of commercial exploitation. They have been included in the CITES (Convention on International Trade in Endangered Species of Wild Fauna and Flora), Apendix II, since their population has decreased due to irrational exploitation. The incidence of disorders in their locomotive system may be the main cause of mortality on farms, the period being between 0 and 3 months of age. There are three principal causes of this deficiency: nutrition, lack of exercise and genetic factors. The classification of skeletal disorders is always controversial, especially as regards etiology. In the Rhea and Ratites in general, these diseases are normally described as leg malformation. Bone is a very complex tissue, usually related to general growth. Several nutrients affect the growth, development and bone maintenance of growing birds. Calcium has a vital function in their bone formation of growing birds. Its deficiency causes bone abnormalities making it difficult to breed them in captivity. Exercise is considered to be a favorable factor to bow leg, taking into consideration that the rhea walks ininterruptedly, several kilometers a day seeking for food. The main purpose of this experiment has been to test the different levels of calcium (1,4% and 0,7%) and examine the animals moving capacity in their enclosure in order to establish the relation with their leg problem. Weight and food consumption were evaluated and growing parameters measured: length of beak, tibiotarsus and metatarsal. Growing Rhea chicken (30 to 90 days of age) did not show bow leg on either of the diets, although important differences between them were observed in relation to the studied parameters. The best weight and growing parameters were obtained with the second diet. Among their daily activities, picking at the ground and walking about were those performed most of the time. It was concluded that the best performance (weight and growing measurements) was obtained with the second diet, containing 1,4% calcium and with a Ca:P ratio of 2:1 and daily exercise may have favored normal growth
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.