• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1985.tde-20220208-035733
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Burgi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1985
Orientador
Título em português
Produção do bagaço de cana-de-açúcar (Saccharum sp. L.) auto-hidrolisado e avaliação do seu valor nutritivo para ruminantes
Palavras-chave em português
BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR HIDROLISADO
PRODUÇÃO
RUMINANTES
VALOR NUTRITIVO
Resumo em português
O processo de auto-hidrólise consiste em submeter material ligno-celulósico a tratamento com pressão de vapor, para melhorar o seu valor nutritivo, como alimento para ruminantes. A aplicação do processo no tratamento do bagaço de cana foi otimizada operaci9nalmente e o material obtido foi avaliado como alimento para bovinos confinados. O tratamento foi padronizado com pressão de 17 kgf/cm2 e tempo de 5 minutos, o que elevou a digestibilidade in vitro da MS de 35,31%, no bagaço in natura, para 64,82% .no material tratado, denominado BAH 17/5. Em um teste preliminar obteve-se consumo diário médio de 2,9 kg matéria seca/100 kg peso vivo, quando se forneceu uma ração completa contendo 74% de BAH 17/5 na MS. Em um experimento de ganho de peso com bovinos confinados (P̄V̄ inicial = 330 kg) durante 84 dias, o BAH 17/5 foi fornecido nos níveis de 40%, 50% e 60% da MS de rações completas (Rações 40, 50 e 60), formuladas para proporcionar ganho de peso de 1 kg/dia. Um lote testemunha recebeu ração completa com 60% de bagaço in natura' na MS (Ração 60 T). As quatro rações completas continham 70% de volumoso na MS (bagaço + cana picada) e 30% de uma mistura de concentrados. O ganho de peso médio (g/dia) e o consumo de MS (kg/cabeça.dia) foram 960, 816, 872, 699; 9,92, 10,00, 10,13 e 6,71 para os lotes recebendo as Rações 40, 50, 60 e 60 T respectivamente. Houve ·um período de 3-4 semanas até que corres- se a estabilização do consumo das rações completas à base de BAH 17/5. Após esse período o ganho de peso médio (g/dia) e o consumo de MS (kg/cabeça.dia) foram 981, 937, 1.160, 613; 11,17, 11,36, 11,77 e 7,19, respectivamente. As rações à base de BAH 17/5 proporcionaram ganhos de peso significativamente superiores (p<0,01) em relação a Ração 60 T. Não houve efeito de níveis de BAH 17/5 sobre o ganho de peso dos bovinos. Conclui-se que o processo de auto-hidrólise é viável para o tratamento do bagaço e que o material obtido PQ de ser fornecido como componente principal de rações completas para bovinos confinados.
Título em inglês
Auto-hydrolysis of the sugar cane bagasse ano its feeding value for ruminants
Resumo em inglês
The auto-hydrolysis process consists in treating ligno-cellulosic materials under steam-pressure to rupture the fiber structure and to improve its nutritive value for ruminants. The effects of treatment pressure and time on sugarcane bagasse digestibility· were evaluated to establish the operational patterns. The operational conditions adopted were 17 kgf/cm2 a n d 5 minutes. The in vitro D M digestibility of the treated bagasse obtained under these.conditions (BAH 17/5) was increased from 35.31% (untreated bagasse) to 64.82%. ln a preliminary 40 days trial with confined steers weighing·300 kg the mean intake reaeh3d 2,9 kg dry matter (DM)/100 kg body weight, when the animals were fed a complete ration containing 74% BAH 17/5, on a DM basis. In a 84 days feed lot trial (initial body weight = 330 kg), BAH 17/5 was fed at levels of 40%, 50% and 60% in complete iations (Rations 40, 50 and 60, respectively) formulated to allow 1 kg dayly gain. A contra! lot was fed a complete ration formulated with 60% untreated bagasse (on DM basis - Ration 60 T). The four complete rations were 70% roughage (bagasse + chopped sugarcané stalks) and 30% a concen trate mixture. The average body weight gain (g/day) and the DM intake (kg/day) were 960, 816, 872, 699; 9.92, 10.00, 10.13 and 6.71 for the lots on Rations 40, 50, 60 and 60 T, respectively. I t was necessary 3-4 ·weeks to a chi eve maximum intake level (as % of body weight) wi th the BAH 17 /5 rations. After this adaptation period, the average dayly gain (g/day) and DM intake (kg/day) were 981, 931, 1,160, 613; 11.17, 11.36, 11.77 and 7.19, respectively. The BAH 17/5 rations Were significantly (p<0,01) superior tnan the untreated bagasse ration. There was no significant BAH 17/5 level effect on body weight gain. It may be concluded that the auto-hydrolysis process is a feasibile one to improve the nutritive value of the surplus bagasse from the sugarcane industry and that it can be used as the major roughage constituent of complete rations in feedlot.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
BurgiRicardo.pdf (2.60 Mbytes)
Data de Publicação
2022-02-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.