• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2007.tde-23112007-093615
Documento
Autor
Nome completo
Ivan Luís Stella
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Delgado, Eduardo Francisquine (Presidente)
Costa, Mateus José Rodrigues Paranhos da
Miyada, Valdomiro Shigueru
Título em português
Comportamento suíno, interações com Ractopamina e suas possíveis implicações na qualidade da carne
Palavras-chave em português
Aditivos alimentares para animal
Carnes e derivados – Qualidade
Comportamento animal
Nutrição animal
Suínos
Resumo em português
Testes de comportamento têm sido utilizados para observar diferenças na reatividade de animais domésticos, quando submetidos a condições desafiadoras. A eficácia do teste do campo aberto (TCA) na detecção de diferenças comportamentais em suínos de diferentes raças, condição sexual e doses de ractopamina e relação as variáveis de comportamento do teste com qualidade de carne foram analisadas. Trinta suínos da raça Large White (LW) (15 machos castrados e 15 fêmeas) e 30 da raça Duroc (DC) com mesma distribuição de condição sexual e média de 105 dias de idade e 78,3 kg de peso vivo, foram individualmente submetidos ao primeiro TCA (CA1) por 5 minutos, em uma área gramada (6,0 X 6,0 m), sem contato visual com o exterior, dividida em 36 quadrantes pintados no chão de 1,0 m2. O teste foi repetido (CA2) aos 120 dias de idade e peso médio de 101,7 kg, 11 dias após o início do fornecimento de doses de ractopamina (0, 10 e 20 ppm). O experimento considerou as variáveis: diferença entre o tempo de permanência dentro dos quadrantes inicial (QI), intermediário (QInt), lateral (QL), central (QC) e central total (QCT), durante o CA2 e CA1 (ΔTP) e o tempo de permanência nos quadrantes durante o CA2. Os resultados de variáveis informativas de diferenças comportamentais foram relacionados com diferenças nas variáveis de qualidade da carne: cor (CIELab), perdas por gotejamento e cozimento. Para análises de qualidade de carne foram utilizados 30 suínos LW (15 machos castrados e 15 fêmeas) e 22 suínos DC (10 machos castrados e 12 fêmeas). As avaliações de comportamento apresentaram diferenças para as raças em ΔTP no QI. O ΔTP no QInt e QCT foi maior para fêmeas LW em relação às fêmeas DC. Os resultados em conjunto apontam para LW e, especialmente as fêmeas, como animais mais reativos a condições novas. O ΔTP para o QL apresentou valores extremos e inversos para fêmeas e machos que receberam 10 ppm. No CA2, fêmeas LW permaneceram menos tempo no QI e mais tempo no QInt, em relação aos LW castrados e fêmeas DC, respectivamente. Por outro lado, DC castrados permaneceram mais tempo no QCT, em relação aos LW castrados e fêmeas DC. No segundo trabalho, animais LW apresentaram menores valores de a* e b* em relação aos DC, distribuição coincidente com as diferenças de raças avaliadas pelo TCA. Fêmeas LW e DC castrados que apresentaram comportamento diametralmente oposto, mais e menos reativos, obtiveram maiores valores de L*. Machos castrados que receberam ractopamina perderam menos água após o cozimento. Esse resultado não parece ter relação com os resultados de mudança de reatividade que podem estar ligados ao fornecimento de ractopamina. O TCA detectou diferenças comportamentais relacionadas com reatividade em suínos. Fêmeas LW e machos castrados DC apresentaram maior impacto nas variáveis do teste, com possível influência nas variáveis de cor de carne. O mesmo teste apresenta potencial para identificar suínos com comportamento (reatividade) que pode ser determinante da cor da carne.
Título em inglês
Study of pig behavior, interactions with Ractopamina and its possible implications in meat quality
Palavras-chave em inglês
Animal Behavior
Animal feed additives
Animal nutrition
Meat and meat products – quality
Swine.
Resumo em inglês
Behavior tests have been used to observe differences in reactivity of domestic animals when submitted to challenging conditions. The effectiveness of open field test (OFT) to detect behavior differences in pigs of different breeds, sexual condition and doses of ractopamine, and the relation of the behavior variables of the test with meat quality were analyzed. Thirty pigs Large White (LW) (15 barrows and 15 gilts) and 30 Duroc (DC), with the same distribution of sexual condition were used in the tests. They were submitted to first OFT (OF1) individually, with average age and weight of 105 days and 78.3 kg, respectively. The test lasted 5 minutes, in a grassy area (6.0 X 6.0 m), without visual contact with the exterior, divided in 36 squares painted on the floor, with 1.0 m2 each. The test was repeated (OF2) with 120 days of average age and 101.7 kg of average weight and, 11 days after the beginning of ractopamine dosage (0, 10 and 20 ppm). The experiment considered the variables: difference between the rest time during the OF2 and OF1 (ΔPT) inside initial squares (IS), intermediary (IntS), lateral (LS), central (CS) and central total (CTS), and the rest time into those squares during the OF2. The results of informative variables of behavior differences were related with differences in meat quality variables: color (CIELab system), driploss and cookingloss. For meat quality analyses were used 30 pigs Large White (LW) (15 barrows and 15 gilts) and 22 Duroc (10 barrows and 12 gilts). The behavior evaluations showed higher absolute ΔPT values at IS for the LW breed. The ΔPT for IntC and TCS was higher for gilts LW in relation to gilts DC. The results, point to LW, especially gilts, as more reactive animals to new conditions. The ΔPT for LS presented extreme and inverse values for gilts and barrows who received 10 ppm. In OF2, gilts LW remained shorter time in IS and longer in IntS, in relation to barrows LW and gilts DC, respectively. On the other hand, barrows DC remained more time in CTS, in relation to barrows LW and gilts DC. In relation to meat quality, LW animals presented lower values of a* and b* in relation to DC, distribution that coincides with breed differences evaluated on OFT. Gilts LW and barrows DC that presented opposite behavior, more and less reactive, obtained higher values of L*. Barrows that received ractopamine lost less water after cooking. This result does not seem to have relation with reactivity changes that can be caused by ractopamine supply. The OFT detected behavior differences related to reactivity in pigs. Barrows DC and gilts LW presented more impact in the variables of the test, with possible influence in the meat color variables. The OFT presents potential to identify pig with behavior (reactivity) that can be determinant in meat color.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-12-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.