• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.11.2016.tde-28112016-101317
Documento
Autor
Nombre completo
Larissa Nazareth de Freitas
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2016
Director
Tribunal
Machado, Paulo Fernando (Presidente)
Pantoja, José Carlos de Figueiredo
Spers, Eduardo Eugenio
Título en portugués
Impacto da mentalidade do produtor e do engajamento dos funcionários sobre a qualidade do leite
Palabras clave en portugués
Barreiras
Contagem de células somáticas
Mastite
Modelo comportamental Fogg
Motivação
Necessidades de Maslow
Resumen en portugués
A mastite é uma das principais doenças enfrentadas por produtores de leite do mundo todo. Um dos indicadores que está diretamente relacionado com a doença no rebanho é a contagem de células somáticas (CCS). Estudos recentes mostram que um dos fatores de risco associados à mastite é o homem. Isto é, fatores relacionados às práticas de manejo, gestão da propriedade e às características pessoais do produtor, como personalidade, atitude, crenças, intenções, habilidades, conhecimentos e outras são importantes, além do engajamento dos funcionários. Dessa forma, entender a influência do homem é fundamental para o controle e a prevenção da mastite. O objetivo deste trabalho foi i) verificar se as motivações e barreiras percebidas pelo produtor rural podem explicar a variação da (CCS) do tanque em fazendas de leite, ii) avaliar a mentalidade do produtor de leite com relação ao futuro do próprio negócio e, iii) se as necessidades dos funcionários de fazendas produtoras de leite estão sendo atendidas. Para isso, um estudo foi conduzido em 75 propriedades de leite da região sul do Brasil. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas com os produtores e funcionários, utilizando um questionário composto por perguntas abertas e com respostas na escala Likert. Todos os questionários foram aplicados pelo mesmo pesquisador. Para o estudo da mentalidade do produtor foi utilizado o Modelo Comportamental Fogg (MCF) e, para o estudo do engajamento dos funcionários, foi utilizada a Teoria de Motivação de Maslow. Na análise estatística foram utilizados os modelos de equações estruturais e análises descritivas. Pelos resultados encontrados é possível concluir que a variação da CCS do tanque é explicada pelas motivações e barreiras percebidas pelos produtores, ou ainda, que o Modelo Comportamental Fogg (MCF) pode ser usado para explicar a influência do homem sobre a mastite. Além disso, é possível concluir que os produtores de leite não possuem mentalidade positiva com relação ao futuro do negócio e estão desmotivados com a atividade leiteira. Com relação aos funcionários, estes não estão engajados e existe uma grande barreira de comunicação entre produtor e funcionário, pois o produtor de leite não sabe o que o seu funcionário valoriza. Por fim, este estudo permite concluir que, empresas de consultoria que trabalham com a melhoria da qualidade do leite, deveriam focar também no fator humano através do estudo da mentalidade do produtor e do engajamento dos funcionários.
Título en inglés
Farmer mindset and employees engagement impact on milk quality
Palabras clave en inglés
Barriers
Fogg behavioral model
Maslow's needs
Mastitis
Motivation
Somatic cell count
Resumen en inglés
Mastitis is a major disease faced by dairy farmers worldwide. One of the indicators directly related to the prevalence of the disease in the herd is the bulk tank somatic cell count (BTSCC). Recent studies showed that one of the risk factors associated with mastitis is the human factor. That is, factors related to management practices, farm management and personal characteristics of the farmer, such as personality, attitude, beliefs, intentions, skills, knowledge and others are important, besides to employee's engagement. Therefore, to understand the influence of humans is fundamental to control and prevent the disease. The main goal of this study was i) to determine whether the motivations and barriers perceived by farmers can explain the variation in the BTSCC, ii) to evaluate the farmer mindset about the business future and, iii) if the needs of dairy farms employees are being met. Thus, a study was conducted at 75 dairy farms in southern Brazil. Data collection was conducted through interviews with farmers end employees using a survey based on open questions and Likert scale answers. All surveys were given by the same researcher. Fogg Behavioral Model (FBM) was used to study the farmer mindset and Maslow's Motivation Theory was used to study employee's engagement. In statistical analysis, structural equation models and descriptive analyzes were used. Through the results found is possible to conclude that variations in BTSCC can be explained by the motivations and barriers perceived by farmers and that the Fogg Behavioral Model (FBM) used in this study can be used to explain the influence of human behaviors towards mastitis control. In addition, it is possible to conclude that dairy farmers in the study area have no positive mindset regarding the company's future and are unmotivated with the dairy business. Regarding the employees, they are unmotivated and there is a barrier of communication between the farmer and the employee, because the farmer does not know what her or his employees most valorize. Finally, this study showed that consulting companies focused on improving the milk quality should also pay attention to the human factor through the study of farmer mindset and employee's engagement.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-12-07
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.