• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.11.2011.tde-29062011-092748
Document
Auteur
Nom complet
Pedro Castro de Almeida
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 2011
Directeur
Jury
Corsi, Moacyr (Président)
Oliveira, Patrícia Perondi Anchão
Santos, Patricia Menezes
Titre en portugais
Respostas de Panicum maximum cv. Tanzânia à associações entre adubação e severidade de desfolha
Mots-clés en portugais
Adubação
Capim tanzânia
Desfolha
Forragem - Produção
Nitrogênio.
Pastagens
Pastejo - Manejo
Resumé en portugais
O manejo do pastejo tem grande influência sobre produtividade animal a pasto, resposta à adubação e longevidade da pastagem, seja em sistemas adubados ou não adubados. É necessário conhecer o manejo do pastejo mais adequado para cada sistema. Neste estudo em Piracicaba SP, Brasil, foram analisadas respostas de Panicum maximum cv. Tanzânia adubado (A) e não adubado (NA), à manejos do pastejo com interrupção da rebrota aos 95% de interceptação luminosa (I.L.) e três severidades de desfolha (alturas de resíduo de 20cm, 30cm, e 50cm). As pastagens adubadas receberam 572 kgN.ha-1, 472 kgK2O.ha-1 e 230 kgP2O5.ha-1, e as pastagens não adubadas não receberam nenhum tipo de fertilização. O pastejo foi realizada por bovinos. O delineamento foi o de blocos completos casualizados, com 6 tratamentos (A20, A30, A50, NA20, NA30 e NA50) e 5 repetições, totalizando 30 unidades experimentais (piquetes) de 400 m² cada. O período de avalições foi de julho de 2010 a março de 2011. Não foi possível atingir 95% de I.L. nos tratamentos NA20 e NA30, que tiveram entrada aos 91% e 89% respectivamente, nos demais tratamentos a entrada dos animais ficou entre 94% e 96% de I.L.. O intervalo entre pastejos do tratamento NA50 foi de 130 dias, e dos tratamentos adubados 90d, 29d e 17d, para os períodos de inverno primavera e verão respectivamente. Não houve diferença de alturas de entrada nos tratamentos não adubados (91cm). A altura de entrada do tratamento A50 foi maior que ás dos tratamentos A30 e A20 (74cm x 56cm e 50cm respectivamente). A massa de forragem em pré pastejo variou entre 3596 e 9518 kgMS.ha-1, apresentando maior proporção de material morto e menor proporção de folhas nos resíduos de 50cm. A massa seca total em pós pastejo foi maior quanto maior a altura de resíduo (1224, 1926 e 5556 kgMS.ha-1 para os resíduos de 20cm, 30cm e 50cm respectivamente). A massa seca de folhas verdes em pós pastejo foi maior nos resíduos de 50cm (248, 470 e 1616 kgMS.ha-1 para os resíduos de 20cm, 30cm e 50cm respectivamente). A proporção de folhas no resíduo não variou entre alturas nos tratamentos adubados (28%), mas foi decrescente conforme reduções no resíduo dos não adubados (34%, 22% e 13% nos resíduos de 50cm, 30cm e 20cm respectivamente). O acúmulo total dos tratamentos adubados e não adubados foi de 19514 e 8897 kgMS.ha-1 respectivamente. O acúmulo dos pastos adubados foi de 3204, 7484 e 9703 kgMS.ha-1 no inverno, primavera e verão respectivamente. A proporção de perdas em relação ao cúmulo foi maior nos resíduos de 50cm em relação aos de 20cm e 30cm (46% x 30% e 29% respectivamente). A densidade populacional de perfilhos foi de 672 e 521 perfilhos.m-2 em pastos adubados e não adubados respectivamente. A infestação por plantas invasoras foi maior nos resíduos de 20cm, independentemente da adubação. É possível que o manejo do pastejo mais adequado seja de alturas pré e pós pastejo mais altas sem adubação, e mais baixas com adubação intensiva.
Titre en anglais
Panicum maximum cv. Tanzânia responses due to associations between fertilization and defoliation intensity
Mots-clés en anglais
Defoliation
Fertilization
Forage Yield
Grasslands
Nitrogen.
Pasture Management
Tanzania Guineagrass
Resumé en anglais
In pasture based production systems, grazing management has great influence over productivity, responses to fertilization and pasture longevity. There may be differences between best ways of managing the grazing process in tropical grasses under different fertility conditions. The aim of this study was to analyze the effects of defoliation severity associated with defoliation frequency based in light interception (95%) over Panicum maximum cv. Tanzânia grasslands under hi and low fertilization. The experiment was conducted at São Paulo State University, Piracicaba SP Brazil. Treatments were factorial combinations of 2 fertility conditions, fertilized (F) and unfertilized (UF) grasslands and 3 defoliation intensities (20cm, 30cm and 50cm post grazing heights). Fertilized treatments received 572 kg N.ha-1, 472 kg K2O.ha-1 e 230 kg P2O5.ha-1, and unfertilized didnt receive any kind of fertilization. Beef cattle steers were used as defoliation agents. Treatments were distributed among the 30 experimental units (400 m² paddocks) according to a complete and randomized block design, with 6 treatments (F20, F30, F50, NF20, NF30 and NF50) and 5 replications. The evaluation period was from July, 2010 to March 2011. Unfertilized treatments with the lower post grazing heights (20cm and 30cm) could not reach 95% of light interception due to it leaves morphology (upright) and small tiller population. Grazing intervals were the same among fertilized treatments in the summer (17 days). Pasture height in the moment that it achieved 95% of light interception were higher for the unfertilized grasslands, and for the higher post grazing treatments. Smaller post grazing heights were related with greater leaf and less dead material proportion in the pre grazing forage mass. There was no effect of the residual heights over the leaf proportion in the post grazing mass considering the fertilized pastures. Lower defoliation intensities were related with bigger proportions of forage losses due to grazing process. Fertilized treatments produced 19514 kg of DM.ha-1 while the unfertilized treatments produced 8897 kg of DM.ha-1 in 198 days, and there was no influence of residual heights over this characteristic. Tiller densities were affected only by fertilization and not by the grazing intensity. However, the grazing intensity had effect in to the weed appearance.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2011-06-29
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2019. Tous droits réservés.