• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-18052020-124227
Documento
Autor
Nome completo
Danilo Jefferson Romero
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2020
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Tiago Osorio (Presidente)
Gomes, Felipe Haenel
Sartor, Lucas Resmini
Torrado, Pablo Vidal
Título em inglês
Pedogenesis and geochemistry of saltmarsh soils from the Brazilian coast
Palavras-chave em inglês
Coastal wetland soil
Pedogenetic process
Pedology
Resumo em inglês
Saltmarshes are transitional ecosystems between dry land and coastal environments and have characteristics of both environments. Also, their biota is adapted for periods of anaerobiosis with water saturation and changes in salinity. Furthermore are responsible for several ecosystem services directly or indirectly associated with soils. Despite the increase in research on the subject, the saltmarshes soils are still poorly studied in the world, and there are no studies in Brazil that describe the morphology and classification of these soils. For that, it is necessary (1) to analyze the studies of saltmarshes in the world and their relations with the soil; (2) to evaluate the morphological, chemical and physical characteristics of these soils in Brazil; (3) Relate the geochemistry of iron to the pedogenetic processes in these soils; (4) Discuss the relationship between iron dynamics in a transition between mangroves and saltmarshes in a tropical climate. For this, two contrasting regions of salt marshes in Brazil (tropical and subtropical climate) were analyzed. Chemical analyzes (cations, pH, Eh, C.E.), particle size and sequential iron analyzes were performed in both areas. Thus, saltmarsh publications are more related to the use of the terminology of "sediment" than "soil", with 794 (65%) and 437 (35%) publications respectively. However, Bragança saltmarsh soil was classified as Gleissolo Tiomórfico órtico sódico, and Laguna soils were Gleissolo Tiomórfico órtico sódico and Gleissolo Tiomórfico órtico típico. Their differences were related to the higher iron content on Pará than Santa Catarina, and to the iron forms, wherein Para it is more oxide forms (low and high crystallinity), and in Santa Catarina is in sulphate form. The iron-related processes of sulfuricization and sulfidization were observed in Pará and Santa Catarina respectively. In Bragança the saltmarsh soils differ from mangroves due to the elevation of saltmarsh, which reduced the inundation and has favoured to pyrite oxidation (sulfuricization process), while in mangrove soil portion of iron is retained as pyrite, once organic matter and sulphates are available.
Título em português
Pedogênese e geoquímica de solos de marisma da costa brasileira
Palavras-chave em português
Pedologia
Processos pedogenéticos
Solos de áreas úmidas costeiras
Resumo em português
As marismas são ecossistemas de transição entre a terra seca e os ambientes costeiros e tem características de ambos. Além disso, sua biota é adaptada para períodos de anaerobiose com saturação da água e alterações na salinidade. Além disso, são responsáveis por vários serviços ecossistêmicos, direto ou indiretamente associados aos solos. Apesar do aumento das pesquisas sobre o assunto, os solos de marismas ainda são pouco estudados no mundo, e não existem estudos no Brasil que descrevam a morfologia e classificação desses solos. Para isso, é necessário (1) analisar os estudos de marismas no mundo e suas relações com o solo; (2) avaliar as características morfológicas, químicas e físicas desses solos no Brasil; (3) Relacionar a geoquímica do ferro aos processos pedogenéticos nesses solos; (4) Discuta a relação entre a dinâmica do ferro na transição entre manguezais e marismas em clima tropical. Para isso, foram analisadas duas regiões contrastantes de marismas no Brasil (clima tropical e subtropical). Análises químicas (cátions, pH, Eh, C.E.), tamanho de partícula e análises sequenciais de ferro foram realizadas em ambas as áreas. Assim, as publicações de marismas estão mais relacionadas ao uso da terminologia de "sedimentos" do que "solo", com 794 (65%) e 437 (35%) publicações, respectivamente. No entanto, o solo de Bragança foi classificado como Gleissolo Tiomórfico órtico sódico, e os solos de Laguna foram Gleissolo Tiomórfico órtico sódico e Gleissolo Tiomórfico órtico típico. Suas diferenças foram relacionadas ao maior teor de ferro no Pará que o de Santa Cataria, e às formas de ferro, onde no Pará são mais óxidos (baixa e alta cristalinidade), e em Santa Catarina está na forma de sulfeto. Os processos relacionados ao ferro de sulfurização e sulfidização foram observados no Pará e Santa Catarina, respectivamente. Em Bragança, os solos das marismas se diferem dos manguezais devido à elevação das marismas, o que reduziu a inundação e favoreceu a oxidação da pirita (processo de sulfurização), enquanto no manguezal parte do ferro é retida como pirita (sulfidização), pela presença de matéria orgânica e sulfetos.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2022-05-18
Data de Publicação
2020-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.