• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161957
Documento
Autor
Nombre completo
Luis Pedro de Melo Plese
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2000
Director
Título en portugués
não disponível
Palabras clave en portugués
CALCÁRIO
CORRETIVOS DO SOLO
GRANULOMETRIA
UMIDADE DO SOLO
Resumen en portugués
As taxas de eficiência de cada fração granulométrica dos calcários agrícolas, atualmente utilizadas para calcular sua reatividade (RE) e poder relativo de neutralização total (PRNT), foram determinadas em laboratório considerando-se a proporção da fração que reage num período de três meses em amostra de solo com umidade ajustada para a capacidade de retenção de água. Essa condição de umidade normalmente não acontece no campo, o que poderia explicar o fato de, na prática, se obterem muitas vezes valores de saturação por bases (V%) inferiores aos projetados. Sabe-se que a presença de água é fundamental para a solubilização do carbonato de cálcio no solo, pois participa da reação química pela qual esse composto é convertido em bicarbonato. Portanto, pode-se supor que a solubilização do corretivo aumente com a umidade do solo, e que níveis de umidade abaixo do ideal devam reduzir sensivelmente a eficiência dos corretivos pouco solúveis. Pode-se supor ainda que a alternância entre períodos secos e úmidos também influa na reatividade. Apesar da elevada importância dessa característica do solo, pouca informação existe na literatura sobre o efeito da umidade na eficiência dos corretivos. Este trabalho teve o objetivo de estudar, em laboratório, o efeito de diferentes níveis de umidade do solo e da alternância entre períodos secos e úmidos, sobre a reatividade das frações granulométricas de um calcário agrícola. Os tratamentos constaram da aplicação de calcário em quatro frações granulométricas (< 2,38-2,00, < 2,00-0,84, < 0,84-0,30 e < 0,30 mm) e uma testemunha (sem calcário), de quatro níveis de umidade da terra (0, 27, 53 e 80% da capacidade de retenção de água) e de três freqüências de molhamento [amostras mantidas úmidas durante todo o período de três meses (A) e amostra mantida úmida e seca em períodos alternados de 15 dias (B) e de 7 dias (C) ]. O número de repetições foi quatro, perfazendo-se um total de 240 parcelas. Independentemente da umidade e época, a fração granulométrica que conferiu valores mais altos de pH foi a fração menor que 0,30 mm, seguida da fração < 0,84-0,30 mm. As duas frações mais grosseiras resultaram em valores iguais ou muito próximos aos da testemunha, mesmo após 3 meses de incubação, indicando baixa reatividade dessas partículas. A fração menor que 0,30 mm foi a que mais reagiu no período de 90 dias, permitindo elevar a V% até o valor esperado (70%) ou acima deste, para todas as umidades e freqüências de molhamento estudadas. As demais frações, mesmo submetidas às três diferentes freqüências de molhamento e quatro umidades, não elevaram a V% ao valor esperado. A fração < 0,84-0,30 mm foi quase tão eficiente quanto a fração mais fina, resultando valores de V% próximo de 70%. Os aumentos de pH e V% foram cada vez menores quanto mais grosseira era fração. Valores mais altos de umidade do solo favoreceram a elevação do pH e dasaturação por bases pelo calcário, mas esse efeito foi pequeno. A freqüência de molhamento do solo influi muito pouco na reatividade do calcário. O método da calagem baseado na saturação por bases mostrou-se adequado somente para a fração < 0,30mm e no período de 90 dias, não tendo sido influenciado pelo teor de água do solo e freqüência de molhamento
Título en inglés
not available
Resumen en inglés
not available
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2018-11-27
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.