• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Marcos Roberto Murbach
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1997
Orientador
Título em português
Efeitos da adubação NPK no crescimento, na produtividade e na exportação de nutrientes pela seringueira
Palavras-chave em português
ADUBAÇÃO
CRESCIMENTO VEGETAL
FERTILIZANTES NPK
NUTRIENTES
PRODUTIVIDADE
SERINGUEIRA
Resumo em português
Com o objetivo de avaliar os efeitos da adubação nitrogenada, fosfatada e potássica sobre o crescimento, produção de borracha seca, exportação de nutrientes e seca do painel da seringueira (clone PB235), foi conduzido um experimento num seringal de 12 anos de idade, localizado no município de Garça (SP), em solo Latossolo Vermelho escuro A moderado álico textura arenosa. O experimento foi instalado em blocos ao acaso, em esquema fatorial fracionário (1/4)43, totalizando 16 tratamentos e 4 repetições. Cada parcela, de 480 m2, continha 20 plantas, sendo que 6 delas foram consideradas na obtenção dos resultados. Os tratamentos foram constituídos pela combinação de doses (kg ha-1) de N (0; 80; 160 e 320), de P2O5 (0; 40; 80 e 160) e de K20 (0; 80; 160 e 320), nas combinações: N0P0K0; N1P1K0; N1P0Kl; N0P1K1; N1P1K1; N2P1K1; N3P1K1; N1P2K1; N1P3K1; N1P1K2; N1P1K3; N2P1K2; N3P1K2; N2P1K3; N2P2K2 e N3P3K3. As fontes de nutrientes utilizadas foram: uréia (45% N), superfosfato simples (18% de P2O5) e cloreto de potássio (60% de K20). A adubação do experimento, desde a sua instalação, foi crescente com a idade do seringal, sendo que as doses citadas foram aplicadas a partir de 1992 e os resultados foram obtidos em 1996 e 1997. A produção foi avaliada mensalmente, obtendo-se o peso da borracha (seca a 65° C) em kg/ha/ano. O perímetro do tronco, o percentual de corte seco e a espessura de casca foram avaliados anualmente. A exportação de nutrientes pelo látex foi avaliada analisando-se amostra de látex coletada em junho de 96. As amostras de solo, das camadas de 0-20 e 20-40 cm, foram obtidas em outubro de 1995 e a amostragem de folhas foi feita em fevereiro de 1996. A adubação nitrogenada provocou diminuição do pH em CaCl2 do solo, do Mg trocável, da soma de bases, da saturação por bases e aumentou a acidez potencial (H++Al+++). A adubação fosfatada aumentou a CTC, o pH em Ca Cl2 (nas amostras de solo retiradas a 0-20 cm) e aumentou a saturação por bases (na camada de 20-40 cm) e em amostras de solo das duas camadas verificaram-se aumentos dos teores de Ca e de P extraídos pela resina trocadora de íons. A adubação potássica aumentou a disponibilidade de K para as plantas em ambas as camadas de solo amostradas. Os teores de N e K foliares foram aumentados pela adubação nitrogenada e potássica, respectivamente. A adubação fosfatada não alterou os teores foliares de P mas aumentou os teores de Ca na folha. O perímetro do tronco da seringueira, medido aos 12 e 13 anos de idade, foi aumentado significativamente pela adubação potássica. A taxa de crescimento anual do perímetro do tronco, a partir do 4º ano, é decrescente até o 13º ano após o plantio, quando a última medida foi efetuada. A adubação potássica provocou aumento da espessura da casca medida quando a seringueira tinha 12 anos de idade. O clone PB235 mostrou-se suscetível a seca do painel mas este fenômeno não teve qualquer relação com a adubação de nitrogênio, fósforo e potássio aplicada. A produtividade de borracha foi crescente de outubro a fevereiro, de fevereiro a abril manteve-se constante e a partir de maio decresceu até junho, quando a sangria foi interrompida. A adubação potássica promoveu aumento de produção anual de borracha seca, sendo o efeito quadrático significativo ao nível de 10%. A dose de 155 kg ha-1 de K2O proporcionou a maior produtividade (1444 kg ha-1 de borracha seca). Os teores de K nas folhas e no solo (0-20 cm) associados a esta adubação foram respectivamente de 12,lgkg-1 e 3,2 mmolc/dm3. Com 1000 kg de borracha seca são exportados 6,6 kg de N; 3,9 kg de P; 6,1 kg de K; 190 g de Ca; 1,1 kg de Mg; 540 g de S; 18 g de Cu; 57 g de Fe; 3 g de Mn e 257g de Zn.
Título em inglês
NPK fertilization affecting growth, yield and nutrient removal on rubber tree
Resumo em inglês
This experiment was carried out to study the effects of nitrogen, phosphorous and potassium fertilization on growth, dry rubber yield, nutrient removal and "brown bast" of rubber trees (clone PB 235) in a Dark Red Latosol sandy fase located in Garça, state of São Paulo, Brazil. The experimental design was a randomized blocks, with a fractional factorial scheme (1/4 of 43), with 16 treatments and 4 replications. The 480 m2 plots, had 20 trees and data was collected from 6 plants. The treatments were based in the combination of 4 dosis of N (0,80,160, and 320 kg ha-1), of P2O5 (0; 40; 80 and 160 kg ha-1) and K2O (0; 80; 160 and 320 kg ha-1), in the following combinations: N0P0K0; N1P1K0; N1P0Kl; N0P1Kl; N1P1K1; N2P1K1; N3P1K1; N1P2K1; N1P3K1; N1P1K2; N1P1K3; N2P1K2; N3P1K2; N2P1K3; N2P2K2 e N3P3K3. Urea, simple superphosphate, and potassium chloride were used as source of N, P and K, respectively. The fertilization started in 1992 and the data were collected from 1996 to 1997. The yield of dry rubber was evaluated monthly, and summed to obtain annual yield of dry rubber in kg/ha/year. Trunk perimeter, bark thickness and percentage of "brown bast" were estimated annually. The removal of nutrients by latex was determined by analyzing latex samples collected in June 1996. Soil and leaf samples for chemical analysis were taken on October 1995, and on February 1996, respectively. Soil pH (CaCl2), exchangeable Mg, sum of bases and base saturation decreased with increasing nitrogen fertilization, while exchangeable acidity increased. CEC and pH in soil samples collected in 0-20 cm layer increased with phosphate application and base saturation increased in the 20-40 cm layer. Exchangeable Ca and available P increased in both layers. Exchangeable K increased with potassium dosis at both layers (0-20 and 20-40 cm). N and K leaf levels significantly increased with nitrogen and potassium fertilization. On the other hand, leaf Ca content increased with phosphorous application. Trunk perimeter and bark thickness of rubber trees, significantly increased with potassium fertilization, and the annual rate of trunk growth was decreased from the 4th to 13th year of the experiment. The "brown bast" incidence was not affected by any fertilization applied, but the clone PB 235 seemed to be susceptible to this phenomenon. The following pattern of dry rubber production was observed: increased from October to February, stable from February to April, and decrease from May to June, when tapping is was discontinued. Potassium application had a quadratic effect on annual dry rubber production, reading a maximum with the application of 155kg K2O ha-1. At this rate, soil content of K was 3.2 mmoc/dm3 and leaf content of K was 12.1 g kg-1. The nutrients removal by 1,000 kg dry rubber produced were: 6.6 kg of N; 3.9 kg of P; 6.1 kg of K; 190 g of Ca; 1.1 kg of Mg; 540 g of S; 18 g of Cu; 57 g of Fe; 3 g of Mn and 257 g of Zn.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.