• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-130731
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Toledo Barros Rizzo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1991
Orientador
Título em português
Relações solo-paisagem em uma área do extremo sul do estado de São Paulo (Bacia do Rio Ribeira de Iguape)
Palavras-chave em português
BACIA DO RIO RIBEIRA DO IGUAPE
GÊNESE DO SOLO
RELAÇÃO SOLO-PAISAGEM
Resumo em português
No extremo Sul do Estado de São Paulo, nos limites da bacia do rio Ribeira de Iguape, em rochas do embasamento do Complexo Cristalino (migmatitos, xistofilito e granitos) foi estudada uma transecção de sentido SWW-NEE com aproximadamente 60km de extensão. Relacionou-se o estádio de evolução pedogenética de 12 unidades de solo identificadas ao longo desta transecção com a sequência proposta de estabilidade de diferentes compartimentos geomorfológicos (superfície de cimeira no nível de 900 a 1100m; encosta do planalto; nível dissecado de 200 a 900m; morros inferiores, nível de 60 a- 300m). A esculturação da paisagem se deu no período Quaternário sob alternância de clima ora úmido, ora semi-árido. Atualmente o clima (regime perúdico) é um importante fator de formação dos solos, pois excedente hídrico condiciona o ambiente pedogenético a um intenso intemperismo, que se reflete na presença de argilas de baixa atividade em todas as unidades pedológicas. Parâmetros simples relativos à morfologia dos perfis (profundidade do solum) e os atributos analíticos de rotina (relação silte/argila, delta pH, CTC por 100g de argila e saturarão por bases) expressam o estádio de intemperismo do solo e estão relacionados diretamente à sequência de estabilidade da paisagem em relação ao balanço morfogênese X pedogênese. Nas posições extremas dessa relação, situam-se de um lado os litossolos distribuídos sobre o compartimento encosta do planalto onde atualmente é a zona de maior atividade de erosão geológica. No outro extremo estão os latossolos, os mais intemperizados que ocorrem em superfícies de erosão mais antigas e preservadas (superfície de cimeira). Variações locais do material de origem e do relevo, dentro dos compartimentos geomorfológicos, são os responsáveis por particularidades pedológicas na área estudada.
Título em inglês
Not avaliable
Resumo em inglês
On the extrem South of Sao Paulo State, bordering Ribeira de Iguape river basin, on crystaline complex rocks (migmatite, schist-phyllite, granite) a transect was studied from SWW-NEE comprising 60Km of extent. The relationship between the pedogenetic evolution stage of twelve soil units identified with the proposed sequence of stability of diferent geomorphological compartiments (upper surface, at a leveI of 900 to 1100m ; plateau border, dissecated leveI at 200 to 900m; botton leveI hills, at 60 to 300m leveI). The landscape evoluton occurred in the Quaternary during climatic alternation from wet to semi-arid periods. The present climate is classed as perudic regime, and is on important factor of soil formation. Therefore the large excess conditions the hydrological pedogenetical environment promomting intense weathering, wich is reflected in a low of clays present in all pedological units. Simple parameters related to soil profile morphology of profiles (depth of solum) and the routine analytical attributes (silt/clay, ratio, delta pH, CEC/100g base saturation) express of the soil weathering stage and are directly related to landscape stability sequence and to morphogenesis x pedogenesis interaction. At the extreme of that relation, the lithosols are found on the plateau border compartiment, which, actually looks like the area were geological erosion activity is more intense. On other hand, itensively weathered latosols are located on the most ancient and preserved erosion surfaces (upper surface). Local variations of parent material and relief within the geomorphological compartiment, are responsible for pedological particularities in the studied area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.