• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-131408
Documento
Autor
Nome completo
Lauro Charlet Pereira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1987
Orientador
Título em português
Características químicas de Latossolos Amarelos da Região Amazônica Brasileira
Palavras-chave em português
AMAZÔNIA BRASILEIRA
LATOSSOLO AMARELO
PROPRIEDADES QUÍMICAS
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivos estudar as características químicas de Latossolos Amarelos da Região Amazônica, verificando a influência do material de origem; estimar as contribuições da matéria orgânica e da fração argila para a capacidade de troca de cátions do solo (CTC7); e estabelecer correlações entre características químicas. Foram selecionados perfis representativos de Latossolos Amarelos da Formação Barreiras e da Formação Solimões, dos quais obteve-se uma parte dos dados, sendo a outra parte obtida através de cálculos. Os valores de capacidade de troca de cátions ao pH 7,0 (CTC7), da matéria orgânica e da fração argila do solo, foram estimados pelo método de BENNEMA (1966). Para os outros dois objetivos empregou-se análise de variância, com teste de comparação, e equações de regressão linear simples, respectivamente. Os Latossolos Amarelos da Formação Solimões apresentam, na camada superficial, valoress maiores que os da Formação Barreiras no que se refere a capacidade de troca de cátions efetiva (CTCe), alumínio trocável (AL3+), saturação em alumínio (m%) e incremento de CTC por elevação de uma unidade de pH (ICE). Na camada sub-superficial, além destas características químicas, são maiores também quanto a CTC7 e acidez potencial, porem, são menores quanto ao pH em KCl e saturação em bases (V%). Os valores estimados de CTC do carbono orgânico dos solos da Formação Barreiras e da Formação Solimões são 4,4 e 4,0 meq/lg C, respectivamente; para a fração argila obteve-se 2,9 e 8,3 meq/l00g de argila, respectivamente. Os valores médios relativos das contribuições da matéria orgânica e da fração argila, para a CTC7 da camada superficial, são respectivamente 87 e 13% para os solos da Formação Barreiras e, para os solos da Formação Solimões, 79 e 21%. Na camada sub-superficial, a matéria orgânica e a fração argila contribuem, respectivamente, para a CTC7 na proporção de 44 e 56% para os solos da Formação Barreiras e de 26 e 74% para os solos da Formação Solimões. Existem boas correlações (r≥ 0,95) entre CTC7 e acidez potencial para os solos da Formação Barreiras e entre Al3+ e CTCe, bem como, CTC7 e acidez potencial para os solos da Formação Solimões.
Título em inglês
Chemical characteristics of Yellow Latosols of the Brazilian Amazon Region
Resumo em inglês
The purpose of this work was to study the chemical characteristics of Yellow Latosols of the Amazon Region, verifying the influence of the parent material; to estimate the contributions of the organic matter and the clay fraction for the soil cation exchange capacity (CTC7); and to establish correlations among chemical characteristics. Representative profiles of a Yellow Latosols of the Barreiras Formation and the Solimões Formation were selected, both of which had one part of data and other part obtained through calculations. To estimate the CTC7 of organic matter and fraction of clay, the method of BENNEMA (1966) was used. For the other two objectives the variance analysis, with comparison test, and simple linear regression equation were used, respectively. The Yellow Latosols of the Solimões Formation present, in their surface layer, higher values of effective CEC (CTCe), exchangeable aluminium (AL3+), aluminium saturation (m%), and the increment of CEC per unit of pH increase, than those of the Barreiras Formatian. In the subsurface layer, besides these characteristics, CTC7 and potential acidity are greater, while of the pH in KCl and base saturation (V%) are smaller in soils of the Solimões Formation than in those of Barreiras Formation. The estimated values of CEC for the organic carbon of the soils Barreiras and Solimões Formations are 4.4 and 4.0 me /lg C, respectively; and those of the clay fraction are 2.9 and 8.3 me /100g of clay, respectively. The relative mean values of the contributions of organic matter and clay fraction, to the CTC7 in the surface layer, are respectively 87 and 13% for the soils of the Barreiras Formation and 79 and 21% for the soils of the Solimões Formation. In the subsurface layer, the organic matter and the clay fraction contribute with 44 and 56%, respectively, to the soils CEC of the Barreiras Formation and with 26 and 74% to that of the Solimões Formation. There are good correlations (r≥ 0,95) between CTC7 and potential acidity for the soils of the Barreiras Formation and between AL3+ and CTCe, was well as, CTC7 and potential acidity for the soils of the Solimões Formation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.