• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-160326
Documento
Autor
Nome completo
Agnaldo Scarassati
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, None
Orientador
Título em português
Análise do desenvolvimento de gemas adventícias de Pinus Elliottii Engelm. var. elliottii in vitro
Palavras-chave em português
DESENVOLVIMENTO IN VITRO
GEMAS
PINHEIRO
PLÂNTULAS
Resumo em português
Explantes cotiledonares e epicotileodnares de plântulas de Pinus Elliottii var. elliotii, foram cultivados em três diferentes meios de cultura, Greesshoff e Doy (1972), Murashige e Skoog (1962) e Eeuwens (1976), com duas consistências, gel e líquida e submetidos a diversas concentrações de BAP para avaliação do crescimento e desenvolvimento. A análise dos resultados permitiu concluir que para o crescimento e desenvolvimento de explantes cotiledonares, em Taxa de Crescimento Relativo (TCR), os meios de cultura mais adequados foram o Murashige e Skoog (1962) modificado (MS), Eewens (1976) modificado (EE) e ZX, na ausência de regulador de crescimento; em comprimento Murashige e Skoog (1962) modificado (MS), ZX e Gresshoff e Doy (1972) modificado (GD) sem regulador de crescimento e consistência líquida; número de gemas, Eeuwens (1976) modificado (EE) e Murashige e Skoog (1962) modificado (MS) e consistência gel; número de gemas maiores que 5 mm, ZX e consistência gel com 0,5 ou 1,0 mg/l de BAP. Outra conclusão é que para o crescimento e desenvolvimento de explantes epicotiledonares, em TCR (Taxa de Crescimento Relativo) o meio de cultura mais adequado foi o ZX, na consistência líquida, e com 2,5 mg/l de BAP; em número de gemas, Eeuwens (1976) modificado (EE) e Murashige e Skoog (1962) modificado (MS); para número de gemas maiores que 5 mm, ZX e consistência líquida com 2,5 ou 5,0 mg/l de BAP
Título em inglês
Shoot growth and development of Pinus elliottii Engelm. var. elliottii in vitro
Resumo em inglês
The aim of this research was to evaluate the growth and development of cotyledonary and epicotyledonary explants of Pinus elliottii var. elliottii cultivated in three culture different media, Gresshoff & Doy (1972), Murashige & Skoog (1962) and Eeuwens (1976), liquid and gel media supplemented with different BAP concentrations. The analysis of the results allowed to draw the following conclusions: 1 - The relative growth rates of the cotyledonary explants were higher in Murashige & Skoog (1962) modified (MS), Eeuwens (1976) modified (EE) and ZX devoid of BAP; 2 - The length growths of the cotyledonary explants were higher in liquid MS modified, ZX and Gresshoff & Doy (1972) modified (GD) devoid of BAP; 3 - The number of induced shoots were higher in solid Murashige & Skoog (1962) modified (MS) and Eeuwens (1976) modified (EE) with 0.5 or 1.0 mg/l of BAP; 4 - The number of shoots higher than 5 mm were larger in solid ZX with 0.5 or 1.0 mg/l of BAP; 5 - The relative growth rates of the epicotyledonary explants were higher in liquid ZX with 2,5 mg/l of BAP; 6 - The number of induced shoots were higher in liquid and solid Eeuwens (1976) modified (EE) and Murashige & Skoog (1962) modified (MS) with 2.5 or 5.0 mg/l of BAP. 7 - The number of shoots higher than 5 mm were larger in liquid ZX with 0.5 or 1.0 mg/l of BAP.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ScarassatiAgnaldo.pdf (8.42 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.