• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-171149
Documento
Autor
Nombre completo
Marina Yukie Murayama
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 1987
Director
Título en portugués
Isolamento, cultivo e fusão de protoplastos de cana-de-açúcar (Saccharum spp.)
Palabras clave en portugués
CANA-DE-AÇÚCAR
FUSÃO DE
PROTOPLASTOS
Resumen en portugués
Neste trabalho foram estudadas diferentes fontes de protoplastos de cana-de-açúcar, entre as quais, folhas jovens e adultas, plantas cultivadas "in vitro" e em sala de crescimento, calos de explantes foliares e suspensões celulares. Nas condições testadas, folhas adultas de plantas cultivadas "in vitro” produziram preparações de protoplastos homogêneas. Entretanto, não foi possível obter protoplastos de folhas adultas de plantas cultivadas em vermiculita e somente as folhas bem jovens se mostraram capazes de liberá-los. Não foram observadas as divisões em protoplastos de mesófilo cultivados em diferentes meios de cultura. Foi estudado o efeito pré-cultura de sementos de folhas jovens em meio de cultura sólido, observando-se uma diminuição na produção de protoplastos em períodos de pré-cultura mais prolongados. Quando se utilizou calos jovens originados de explantes foliares, somente foram obtidos protoplastos das porções não friáveis (nodulares). A qualidade da suspensão celular afetou a produção e a qualidade dos protoplastos isolados. A suspensão H (Saccharum spp.c.v. H-50-7209), com crescimento mais rápido e constituída de aglomerados celulares menores em relação a 2 outras suspensões celulares testadas (NA1 e NA2, c.v. NA 56-79), apresentou maiores produções de protoplastos em todas as soluções enzimáticas testadas. Quando cultivados, os protoplastos da suspensão H foram capazes de se dividir até a formação de calos, enquanto os da suspensão NA1 e NAa se limitaram às primeiras divisões. Verificou-se também que a produção de protoplastos é diminuída e que a vacuolização dos mesmos aumentou quando foram empregadas células da fase estacionária do seu ciclo de crescimento. Utilizando-se uma solução de PEG 4000 (50%) foi possível induzir a fusão de protoplastos de células em suspensão com protoplastos de mesófilo.
Título en inglés
Isolation, culture and fusion of protoplasts of sugarcane (Saccharum spp.)
Resumen en inglés
In this work, different sources of protoplasts of sugar-cane were studied, among which young and mature leaves, plants cultivated "in vitro" and in vermiculite, callus from foliar explants and suspension cultures. Under the tested conditions, mature leaves of plants cultivated "in vitro" produced homogeneous, preparations of protoplasts. It was impossible, however, to obtain protoplasts of mature leaves of plants cultivated in vermiculite and only very young leaves proved to be capable of liberating them. No divisions were observed in protoplasts of foliar mesophyll cultivated in different culture media. From a study carried out on the effect of thé preculture of young leaves segments in a solid culture medium, it was noted that the production of protoplasts decreased during longer periods of preculture. When young callus derived from foliar explants were used, only protoplasts from nonfriable parts were obtained.The quality of the suspension culture affected both the production and the quality of the isolated protoplasts. The H suspension (Saccharum spp.cv. H-50-7209), growing more quickly and consisting of smaller cellular agglomerates if compared with two other tested suspension cultures (NA1 and NA2, both from Saccharum spp.cv. NA 56-79), showed a higher protoplast production in alI tested enzymatic solutions. When cultivated, the protoplasts of the H suspension were capable of dividing up to the formation of callus, whereas those of the NA1 and NA2 suspensions were unable to go beyond the first divisions. It was also noted that production of protoplasts decreased and their vacuolation increased, when cells in the stationary stage of their growth cycle were used. By using a solution of PEG 4000 (50%) it has been possible to induce the fusion of protoplasts from cells in suspension culture with protoplasts from the mesophyll.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2019-12-19
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.