• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-174019
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Carlos Caetano Marchiori
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2000
Orientador
Título em português
Avaliação de agroecossistemas do cinturão verde da grande São Paulo que receberam aplicação de composto de resíduos sólidos urbanos por longos períodos
Palavras-chave em português
ALFACE
BETERRABA
COMPOSTO
ECOSSISTEMAS AGRÍCOLAS
FERTILIDADE DO SOLO
RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS
Resumo em português
O presente estudo foi conduzido com o objetivo de verificar os efeitos da aplicação do composto de resíduos sólidos urbanos (CRSU), por longos períodos, em solos (glei húmico e podzólico vermelho-amarelo) e plantas (alface - Lactuca sativa L. e beterraba - Beta vulgaris L.) da região do cinturão verde da Grande São Paulo. As aplicações de CRSU foram realizadas de 1982 a 1989 e de 1994 a 1997 no solo glei húmico e em 1989 e de 1994 a 1997 no solo podzólico vermelho-amarelo, na taxa de 200 m3 ha-1 ano-1 (80 Mg ha-1 ano-1 - base seca). Numa primeira etapa, foram coletadas amostras de solos e plantas em áreas sob o cultivo de alface e beterraba e amostras de solo em áreas adjacentes com predominância de gramíneas, não cultivadas anteriormente e que nunca receberam aplicação de CRSU. Numa segunda etapa, foram coletadas amostras em áreas sob cultivo de alface no glei húmico, na mesma propriedade da primeira fase, e em duas propriedades adjacentes a esta que nunca receberam CRSU. Foram feitas, nos solos, avaliações micromorfológicas (análise ao microscópio eletrônico associada à análise química semiquantitativa), microbiológicas (biomassa e contagem do número mais provável de fungos e bactérias), físicas (densidade e condutividade elétrica) e químicas (fertilidade e microelementos B, Cd, Cr, Cu, Fe, Mn, Mo, Ni, Pb e Zn – teores totais, extraíveis em DTPA e extração sequencial) e também para todos estes microelementos nas plantas. Os resultados obtidos para os parâmetros micromorfológicos, microbiológicos e físicos revelaram que, com exceção da condutividade elétrica, não houve diferenças marcantes entre as áreas tratadas ou não com CRSU. Verificou-se a aplicação de CRSU aos solos aumentou a fertilidade, havendo uma elevação do ph, com consequente diminuição nos valores de H + Al e aumento da CTC e porcentagem de saturação de bases. Quanto aos teores totais e extraíveis em DTPA dos microelementos nos solos, o Cu e o Zn foram os que apresentaram os maiores incrementos nas áreas tratadas com CRSU quando comparadas às áreas não cultivadas tomadas como referência nos dois solos, ou às áreas cultivadas adjacentes que nunca receberam aplicação de CRSU no glei húmico. Os teores totais destes elementos situaram-se dentro da faixa de valores encontrados em condições naturais para solos do Estado de São Paulo. A extração seqüencial foi feita utilizando-se as amostras de solos coletadas na primeira etapa. Verificou-se que para a maioria das amostras os elementos estudados (Cd, Cr, Cu, Fe, Mn, Ni, Pb e Zn) se encontravam principalmente na fração residual, com exceção do Mn. Nos solos tratados, o Cu apresentou-se predominantemente associado à matéria orgânica e o Zn mais associado a óxidos. No podzólico vermelho-amarelo o Cu, além da fração orgânica, esteve também associado a óxidos e a fração residual. Os teores nos tecidos vegetais, com exceção do Cr e Cu em algumas amostras, não sendo observado nenhum sintoma externo de fitotoxicidade. A distribuição dos microelementos nas diferentes partes das plantas (raiz, caule e folhas), mostrou um predomínio de maiores teores nas raízes, mas foi observada grande variabilidade. As diferenças fisiológicas entre espécies não permite a extrapolação de resultados, principalmente entre plantas cuja parte consumida é a parte aérea para plantas de raízes comestíveis. Apesar de não exibirem sintomas de fitotoxicidade, algumas amostras de plantas cultivadas em solos tratados com CRSU apresentaram teores de Pb acima do permitido para a alimentação humana.
Título em inglês
Evaluation of agroecosystems of the green belt of great São Paulo under application of municipal refuse waste compost for long term periods
Resumo em inglês
This study was carried out to verify the effects of the application of compot waste for long term periods in soils (humic gley - haplaquents and red-yellow podzol - paleudult) and in plants (Iettuce - Lactuca sativa L.; and beets - Beta vulgaris L.) of the green belt of great São Paulo. The waste compost applications were made from 1982 through 1989 and from 1994 through 1997 in haplaquents and in 1989 and from 1994 through 1997 in paleudult at a rate of 200 m3 ha-1 year-1 (80 Mg ha-1 year - dry basis). On a first step one collected soil and plant samples were collected in areas cultivated with lettuce and beets and soil samples in neighboring uncultivated areas covered by grass, without any waste compost application. After, samples were collected from are as cultivated with lettuce in haplaquents in the same place as that of the first step and in two other neighboring places that had never received waste compost application. The soi! went evaluated through micromorphological (electronic microscope analysis associated with semiquantitative chemical analysis), microbiological (biomass and count of likely number of fungi and bacteria), physical (density and electrical conductivity) and chemical evaluations (fertility, microelements B, Cd, Cr, Cu, Fe, Mn, Mo, Ni, Pb and Zn - total and extractable contents in DTPA, sequential extraction) and also of these elements in plants. The results for micromorphological, microbiological and physical parameters showed that, except for the electrical conductivity, the waste compost application did not result in outstanding differences between the treated and non-treated areas. The waste compost application increased the soil fertilities with a rise of pH associated with a decreasing of H + AI values and increasing of CTC and percentage of soil bases saturation. As to the total and extractable contents in DTPA of microelements in soils, Cu and Zn were wich presented the highest increment in treated area with waste compost relationship with the uncultivated areas in both soils and cultivated neighboring places in haplaquents that had never received waste compost application. The total contents were within the range of contents found under natural conditions for soils in the state of São Paulo. The sequential extraction was performed using the samples collected on the first step. For most of the samples the microelements studied (Cd, Cr, Cu, Fe, Mn, Ni, Pb and Zn) were found mainly in residual fraction, except for Mn. In compost treated areas Cu was more associated with the organic matter and Zn was more associated with the oxides in both soils. In the paleudult the Cu, in addition to the organic fraction, was associated with the oxides and present in residual fraction, as well. The contents observed in plant tissues were below the contents considered as phytotoxic, except for Cr and Cu in some samples, and no external symptom was observed. In the distribution on plants (roots, shoots and leaves), the microelements were more concentrated in the roots but strong variability was observed. The physiological differences between the species do not allow extrapolation, mainly between plants which the edible part is that of the top part to plants with edible roots. In some of the compost-treated soil samples, Pb contents in the plants were above that allowed for human consumption.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.