• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2019.tde-20191220-123706
Documento
Autor
Nome completo
Joao Elias Lopes Fernandes Rodrigues
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1990
Orientador
Título em português
Nutrição mineral de clones de guaranazeiros (Paullinia cupana var. sorbilis (Mart.) Ducke) cultivados em Porto Velho, Rondônia
Palavras-chave em português
CLONES
GUARANÁ
LATOSSOLO AMARELO
NUTRIÇÃO MINERAL
Resumo em português
O guaraná (Paullinia cupana var. sorbilis (Mart.) Ducke), vem sendo cultivado em Rondônia, principalmente em solos ácidos, com pH variando de 4,0 a 5,4, com baixos teores de cálcio, magnésio, potássio e fósforo e alta saturação de alumínio. Esta cultura, constitui-se como alternativa para ocupação dos solos, nas áreas do programa de expansão da fronteira agrícola do Estado. Objetivando definir níveis mais adequados de nitrogênio, fósforo, potássio, magnésio, para três clones de guaranazeiro, conduziu-se um experimento em um Latossolo Amarelo de textura argilosa, na área experimental da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA, em Porto Velho - RO. O ensaio foi conduzido em um delineamento experimental de blocos ao acaso, num arranjo fatorial incompleto com parcelas subdivididas, com três repetições. Nas parcelas, estudou-se os níveis de adubações e nas subparcelas os clones de guaranazeiros. Nas condições em que foi conduzido o experimento, dentro do período analisado, concluiu-se que: o clone 346 foi superior em produção aos clones 347 e 352; não houve resposta para a interação entre clones de guaranazeiros e níveis de adubação no solo, bem como para os teores dos elementos na folha e a produção.
Título em inglês
Mineral nutrition of guarana (Paullinia cupana var. sorbilis (Mart.) Ducke) cultivated in Porto Velho, Rondonia
Resumo em inglês
The guaraná (Paullinia cupana var. sorbilis (Mart.) Ducke) has been cultivated in Rondônia, especially in acid soils with pH in the 4.0-5.4 range. The soils has a very poor content of calcium, magnesium, potassium, phosphorus and a high aluminium saturation. In this moment, guaraná is a good alternative for occupation of the acid soils of the humid tropics, but is necessary obtain basic information of mineral nutrition this crop. The main objective of this work was to study the more adequate levels of nitrogen, phosphorus, potassium and magnesium in guaraná clones cultivated in oxisols of the tropics. The trial was delineated incomplete factorial design in splits plots with 3 replications. In the plots was studied the fertilization levels and in sub-plots the guaraná clones. In the conditions that was conducted the trial the results obtained showed that: the 346 clone was more productive that 347 and 352 clones and that it wasn't differences among the treatments in relation to fertilizer applications. This results show that is necessary the realization of extensive studies on guaraná plant to soils deficient in essential elements.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.