• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1985.tde-20210104-165958
Documento
Autor
Nome completo
Dilson Augusto Capucho Frazao
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1985
Orientador
Título em português
Sintomatologia das carências de macronutrientes em casa de vegetação e recrutamento de nutrientes pelo freijó (Cordia goeldiana, Huber) aos 2, 3, 4 e 8 anos de idade implantado em Latossolo Amarelo Distrófico, Belterra, Pará
Palavras-chave em português
DEFICIÊNCIAS DE MACRONUTRIENTES
ESTUFAS
FREIJÓ
LATOSSOLO AMARELO DISTRÓFICO
Resumo em português
No presente trabalho, estudou-se alguns aspectos da nutrição mineral do "freijó" (Cordia goeldiana, Huber) através de dois experimentos, sendo um em casa de vegetação e outro em campo, com os seguintes objetivos: obtenção de sintomas de deficiência de nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e enxofre; avaliação do desenvolvimento inicial das plantas pela análise da produção de matéria seca; determinar a concentração dos macronutrientes nas folhas superiores, folhas inferiores, ramos, caule e raízes das plantas cultivadas na ausência desses nutrientes; verificar o efeito da omissão do nutriente no aumento ou diminuição da concentração do mesmo ou dos outros nas diversas partes da planta; verificar a distribuição da matéria seca total nas plantas com 24, 36, 48 e 96 meses de idade; determinar a concentração dos macronutrientes nas diferentes partes da planta em função da idade; determinar o acúmulo dos macronutrientes nas plantas em função de idade e verificar a exportação dos macro e micronutrientes pelo caule das plantas com 96 meses de idade. No experimento de casa de vegetação, plantas de freijó foram cultivadas em substrato de sílica e irrigadas com soluções nutritivas, sendo os tratamentos: completo, omissão de nitrogênio, omissão de fósforo, omissão de potássio, omissão de cálcio, omissão de magnésio e omissão de enxofre. Acompanhou-se o desenvolvimento dos sintomas e uma vez evidenciados, realizou-se a coleta das plantas e a separação em folhas superiores, folhas inferiores, ramos, caule e raiz e analisou-se as diversas partes para os nutrientes. No experimento de campo foram coletadas plantas de freijó com 24, 36, 48 e 96 meses de idade em populações instaladas em solo do tipo Latossolo Amarelo distrófico textura muito argilosa no Campo Experimental de Belterra, município de Santarém, Estado do Pará. Após a coleta das plantas, foram retiradas amostras de folhas, ramos e caule (base, meio e ponta) para análise dos nutrientes. Através da análise estatística e interpretação dos resultados de acordo com a metodologia empregada obteve-se as seguintes conclusões: - A produção .de matéria seca total das plantas foi afetada em todos os tratamentos com omissão de nutrientes, obedecendo a seguinte ordem decrescente: nitrogênio, fósforo, cálcio, potássio, enxofre e magnésio; - Os sintomas visuais de deficiência de nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e enxofre apresentaram-se de uma maneira geral bem definidos e de fácil caracterização; - As plantas apresentaram sintomas de carência quando os níveis dos elementos mostraram valores iguais e abaixo de: Nas·folhas superiores - 1,03% de N; 0,08% de P; 0,33% de K; 0,95% de Ca; 0,34% de Mg e0,09% de S. Nas folhas inferiores - 0,88% de N; 0,04% de P; 0,07% de K; 1,66% de Ca; 0,26% de Mg e 0,10% de S. Nos ramos - 0,66% de N;·0,13% de P; 0,36% de K; 0,42% de Ca; 0,12% de Mg e 0,06% de S. No caule - 0,53% de N; 0,07% de P; 0,40% de K; 0,32% de Ca; 0,09% de Mg e 0,04% de S. Nas raízes -0,94% de N; 0,10% de P; 0,32% de K; 0,43% de Ca; 0,25% de Mg e 0,08% de S; - Os efeitos da omissão de um nutriente aumentando ou diminuindo a concentração do mesmo e dos outros nos órgãos foram·os seguintes (estão descritos na tese); - A Cordia goeldiana é uma espécie exigente em nutrientes; - A distribuição da matéria seca total, nas quatro idades estudadas (24, 36, 48 e 96 meses), obedece a seguinte ordem decrescente: caule (base, meio e ponta) ramos e folhas; - Nas plantas as maiores concentrações de nutrientes ocorrem nas folhas, exceto para zinco que mostra teores mais elevados nos ramos; - A concentração dos nutrientes nas partes da planta difere de modo a evidenciar a translocação dos mesmos no interior do vegetal; - A ordem relativa das concentrações de nutrientes decresce de acordo com a seqüência N, K, Ca, Mg, S, P, Fe, B, Mn, Cu, Zn nas folhas; N, Ca, K, Mg, P, S, Fe, Zn, B, Cu, Mn nos ramos; N, K, Ca, Mg, P, S, Fe, Mn, Zn, B, Cu na ponta e meio do caule e N, Ca, K, Mg, S, P, Fe, Mn, Znm Cu na base do caule; - A quantidade (gramas) dos nutrientes analisados por quilograma de matéria seca decresce em relação à idade das plantas. Esta relação é de 31,7g de nutrientes aos 24 meses de idade e 19,4g aos 96 meses de idade; - Considerando a idade de maior acúmulo (96 meses) o nitrogênio foi o macronutriente mais extraído seguido em ordem decrescente do cálcio, potássio, magnésio, enxofre e fósforo. Quanto aos micronutrientes, o elemento extraído em maior quantidade foi o ferro seguido do zinco, manganês, cobre e boro; - Aos 96 meses de idade o magnésio é o nutriente que apresenta maior porcentagem de exportação pelo caule, vindo a seguir em ordem decrescente manganês, cálcio, potássio, ferro, cobre, zinco, fósforo, nitrogênio, boro e enxofre.
Título em inglês
Sintomatology of macronutrients deficiency on greenhouse and nutrient absorption by freijó (Cordia goeldiana, Huber) on 2, 3, 4 and 8 years of age established on Distrophic Yellow Latosol, Belterra, Pará
Palavras-chave em inglês

Resumo em inglês
Some aspects of mineral nutrition of "freijó" (Cordia goeldiana, Huber) were studied in two experiments, one in greenhouse and the other on the field, with the following objectives: to find deficiency symptoms of nitrogen, phosphorus, potassium, calcium, magnesium and sulphur; to evaluate the plants initial development by means of dry matter production analysis; to determine macronutrients concentration on upper and lower leaves, branches, stem and roots of plants grown in the absence of these nutrients; to observe the effect of nutrient omission on the concentration increase or decrease of the same or the others on the various plant parts; to observe the total dry matter distribution on plants with 24, 36, 48 and 96 months of age; to determine the macronutrients concentration on different plant parts according to age; to determine the macro and micronutrients accumulation on plants according to age and to examine the macro and micronutrients exportation by the stem of 96-months- old plants. On the greenhouse experiment freijo plants were cultivated in pots containing pure quartz and irrigated with nutrient solution, with the following treatments: full solution, omission of nitrogen, omission of phosphorus, omission of potassium, omission of calcium, omission of magnesium and omission of sulphur. The development of deficiency symptoms were followed, and once identified, the collection of plants and posterior separation in upper leaves, lower leaves, branches, stem and root were made, the various plant parts were analyzed. On the field experiment, 24, 36, 48 and 96 months old freijo plants were collected from populations settled on very clayey distrophic Yellow Latosol at Belterra Research Station, county of Santarém, State of Pará. After the plant collection, samples of leaves, branches and stem (base, center and top) were sampled for nutrient analysis. Though statistical analysis and interpretation of the results, according to the used methodology, the following·conclusions were made: - The total dry matter production of planes was affected in all treatments with nutrient omission according to the following decreasing order: nitrogen, phosphorus, calcium, potassium, sulphur and magnesium; - The visual deficiency symptoms of nitrogen, phosphorus, potassium, calcium, magnesium and sulphur were generally well defined and easily characterized; - The plants showed deficiency symptoms when the nutrient levels had values equal and lower than: Upper leaves - 1.03% of N; 0.08% of P; 0.33% of K; 0.95% of Ca; 0.34% of Mg and 0.09% of S. Lower leaves - 0.88% of N; 0.04% of P; 0.07% of K; 1.66% of Ca; 0.26% of Mg and 0.10% of S. Branches - 0.66% of N; 0.13% of P; 0.36% of K; 0.42% of Ca; 0.12% of Mg and 0.06% of S. Stem - 0.53% of N; 0.07% of P; 0.40% of K; 0.32% of Ca; 0.09% of Mg and 0.04% of S. Roots - 0,94% of N; 0.10% of P; 0,32% of K; 0.43% of Ca; 0.25% of Mg and 0.08% of S; - The omission effects of a nutrient increasing or decreasing its own or the other concentration on the organs were as follows (are described in the thesis); - Cordia goeldiana is a species demanding of nutrients; - The total dry matter distribution, in the four studied ages (24, 36, 48 and 96 months of age) obey the following decreasing order: stem (base, center and top), branches and leaves; - The highest nutrient concentrations occurred on leaves, except for zinc that showed highes levels on the branches; - The nutrient concentration on the plant parts differs so as to make evident their flow inside the plant; - The relative order of the nutrient concentration decreases according to the following sequences: N, K, Ca, Mg, S, P, Fe, B, Mn, Cu, Zn on the leaves; N, Ca, K, Mg, P, S, Fe, Zn, B, Cu, Mn on the branches; N, K, Ca, Mg, P, S, Fe, Mn, Zn, B, Cu on the top and center of the stem and N, Ca, K, Mg, S, P, Fe, Mn, Zn, Cu on the stem base; - The amount (grams) of analyzed nutrients of dry matter decreases according to plant age. This relation is of 31,7g of nutrients at 24 months of age and 19,4g at 96 months of age; - Considering the age of higher accumulation (96 months nitrogen was the most extracted macronutrient followed in decreasing order by calcium, potassium, magnesium, sulphur and phosphorus. For the micronutrients the most extracted nutrient was the iron followed by zinc, manganese, copper and boron; - At 96 months of age magnesium is the nutrient with the greatest exportation percentage by the stem, followed in a decreasing order, by manganese, calcium, potassium, iron, copper, zinc, phosphorus, nitrogen, boron and sulphur.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.