• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1993.tde-20210104-170323
Documento
Autor
Nome completo
Ana Lucia Borges
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1993
Orientador
Título em português
Alteração das propriedades de um latossolo amarelo de Cruz das Almas, Bahia, pelo cultivo com frutíferas perenes e mandioca
Palavras-chave em português
BANANA
CITROS
CULTIVO DO SOLO
LATOSSOLO AMARELO
MANDIOCA
MANGA
PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS DO SOLO
Resumo em português
Os Latossolos Amarelos com horizontes subsuperficiais coesos, predominantes na região de Cruz das Almas(BA), após a retirada da mata nativa foram ocupados com vegetação secundária, culturas de subsistência e frutíferas perenes. A substituição das matas naturais por culturas agrícolas causa um desequilíbrio no ecossistema, modificando as propriedades do solo. Neste estudo, avaliaram-se as alterações nas propriedades químicas, físicas e microbiológicas do solo, causadas pelo cultivo com banana, citros, manga e mandioca por mais de dez anos, utilizando como testemunha um solo sob mata nativa. A área estudada está localizada em Latossolo Amarelo classe textural franco-argila-arenoso, apresentando maior teor de areia no horizonte superficial Três trincheiras foram abertas nas quatro glebas cultivadas e na gleba sob mata, amostrando-se o solo nos quatro horizontes - Ap (0-9cml), A1 no solo sob mata, AB(9-38cml, BW1 (38-72cm) e BW2 (72-100cm). As amostras foram submetidas a análises químicas de fertilidade e físicas, como também ao fracionamento físico e química da matéria orgânica do solo, além da evolução do CO2. Os dados foram avaliados através da análise de variância (teste F) considerando-se delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 5x4. Aplicou-se o teste de Tukey para comparação de médias do fator “glebas” ou “coberturas vegetais” e regressão polinomial para avaliar o fator “horizontes”. Os resultados indicaram que o solo sob vegetação nativa é originalmente ácido e pobre em macronutrientes, e que a cultivação e a natureza da cultura implantada al tararam suas propriedades. As culturas de banana e citros proporcionaram ao solo melhoria em suas propriedades químicas, principalmente nos horizontes superficiais, exceção para o enxofre (S-SO4) uma vez que seu teor aumentou em profundidade. O cultivo do solo elevou sua densidade e diminuiu a macroporosidade. É baixa a quantidade de água disponível em todas as coberturas vegetais; esse índice variou de 0,8% a 3,3%, mostrando-se maior nos horizontes mais profundos. A quantidade de agregados maiores foi reduzida nos solos cultivados, exceção para a gleba com mandioca; porém a percentagem de agregados estáveis em água maiores que 0,5mm na massa total do sol o -foi semelhante entre as diferentes coberturas vegetais. A implantação de culturas agrícolas diminuiu a atividade microbiana no horizonte superficial, não havendo diferenças entre as culturas implantadas. Nos solos cultivados houve redução do estoque total de carbono, exceção para aquele cultivado com citros. As frações de matéria orgânica d e maior tamanho (0,2 a 2mm) diminuíram nas glebas cultivadas, como também em profundidade. As frações húmicas de menor tamanho (0 a 0,05mm) constituíram a maior parte da matéria orgânica do solo, sendo esta predominantemente formada por huminas; a gleba com manga apresentou os teores mais baixos de huminas. O cultivo do solo reduziu os teores de ácidos fúlvicos livres, mas não afetou os teores de ácidos fúlvicos. A fração ácidos húmicos foi a menos expressiva, tendo diminuído no solo cultivado com citros. Todas as frações húmicas decresceram em profundidade, contudo, houve aumento relativo da quantidade de ácidos fúlvicos livres. A camada coesa apresentou densidade mais elevada nos solos cultivados do que no solo sob mata.
Título em inglês
Properties of a yellow latossol of Bahia (Brazil) alterated by cultivation with perennial fruit trees and manioc
Palavras-chave em inglês

Resumo em inglês
Yellow latosols with hard layer in the subsoil are the predominant soils in the Municipality of Cruz das Almas, State of Bahia. After the removal of the native forest, these soils were occupied by secondary vegetation, subsistence crops and perannial fruit trees. It is well known that the substitution of natural vegetation for crops usually breaks the equilibrium of the ecosystem and changes the soil properties. ln this study, alterations in the chemical, physical and microbiological properties, caused by cultivating banana, citrus, mango and manioc for more than ten years, were evaluated for the above soil using as control a soil under native forest. The Yellow Latosol in the studied area is a sandy clay loam with a high sand content in the upper horizon. Three tranches were opened in each of the four cropping areas and in the forest area; samples were collected from the four horizons, namely Ap (0-9cm), A1 for the forest area, AB (9-38cm), BW1 (38-72cm) and BW2 (72-100 cm). Routine chemical and physical analysis were performed in the samples, as well the physical and chemical fractionation of soil humus; additionally, evolution of CO2 from the samples was measured. Data in triplicate were statistically evaluated by analysis of variance CF test) considering a completely randomized design and a 5x4 factorial treatments. Means from the five areas were compared by Tukey test, whereas means from the four horizons were studied by polynomial regression. Results showed that the soil under native vegetation is originally acid and low in macronutrients, and that cultivation, as well as the nature of the crop, changed the soil properties. For example, chemical properties were improved, especially in the upper horizons, by cultivating soil with banana and citrus, except for sulphur (S-SO4), which content increased with increasing depth in the soil profile. Cultivation increased soil density and reduced macroporosity. Available water retention was low in al I cropping systems; these values ranged from 0.8% to 3.3%, the higher figures occurring in the deeper horizons. The amount of large aggregates was lower in cropped than in uncropped soil, except for the soil with manioc; however, the percent of water-s tab l e aggregates larger than O. 5mm i n the total mass of soil was similar among the different vegetation covers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
BorgesAnaLucia.pdf (8.31 Mbytes)
Data de Publicação
2021-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.