• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1985.tde-20210104-172016
Documento
Autor
Nome completo
Idare Azevedo Gomes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1985
Orientador
Título em português
Caracterização e genes e do podzólico vermelho-amarelo, Álico de argila de atividade alta da região úmida do nordeste Brasileiro
Palavras-chave em português
CARACTERIZAÇÃO DO SOLO
GÊNESE DO SOLO
PODZÓLICO VERMELHO-AMARELO-ÁLICO
SOLO ARGILOSO
Resumo em português
O presente trabalho foi conduzido com a finalidade de se obter informações sobre a caracterização e gênese do Podzólico Vermelho-Amarelo Álico, argila de atividade alta, distribuídos principalmente na zona costeira dos estados da Bahia, Alagoas e Pernambuco cm ambiente údico ou perúdico de umidade e isohipertérmico de temperatura. Foram amostrados quatro pedons, sendo dois desenvolvidos de folhelhos (pedons 1 e 2) e dois de conglomerados constituído por calhaus e matacões de granito e guaisse em matriz arcosiana (pedons 3 e 4). A caracterização dos solos incluiu análises morfológica, física, química, mineralógicas das frações areia silte e argila, e micromorfológica elos seus principais horizontes. As análises físicas e químicas executadas foram as de rotina de levantamento de solos acompanhadas da determinação dos limites de liquidez, plasticidade e contração, ferro e alumínio pelo citrato-bicarbonato-ditionito (CBD) e oxalato de amônio. amorfos por dissolução seletiva e potássio total pelo ataque ácido. Nas analises mineralógicas foram empregados métodos óticos, análise térmica difercncial (ATD) e Raios-X. Tais solos apresentam coloração vermelha, asvezes variegada, no horizonte B associada a cores mais amareladas e mosqueados com cromas altos nos horizontes superficiais, principalmente no topo do horizonte B. A estrutura do horizonte B é prismática composta de blocos subangulares e angulares bem desenvolvidos, algumas vezes herdada do material de origem. E comum em certos pedons, a ocorr6ncia de superfícies de fricção. O horizonte A apresenta textura média que contrasta com a argilosa e muito argilosa do horizonte B, conferindo aos solos um caráter abrúptico. Os solos possuem horizonte A moderado sobre horizonte B textural, argila de atividade alta, são dessaturados , álicos e os teores de alumínio trocável(Al-KCl N) são superiores a 6,0 meq/100 g de solo no horizonte B textural, teores estes que aumentam com a profundidade do solo. O índice de atividade da fração argila no horizonte B apresenta valores no limite entre materiais de baixa e alta expansão. indicando um grau de intemperismo moderado. O quartzo é o mineral predominante nas frações areia e silte, acompanhado nos horizontes inferiores por feldspato e muscovita ou biotita. A haloisita ocorre na fração silte principalmente nos horizontes inferiores. Os principais minerais que ocorrem na fração argila desses solos são caulinita, ilita, esmectita-cloritizada, interestratificados ilita-esmectita e ilita-vermiculita, aluminosilicatos amorfos. hematita e goetita. Os interestratificados só ocorrem nos pedens 1 e 2, desenvolvidos de folhelho. enquanto que a esmectita-cloritizada s6 aparece nos pedens 3 e 4 desenvolvidos de conglomerado. A esmectita e esmectita-cloritizada são muito instáveis nos horizontes superficiais, principalmente a partir elo horizonte Btl. A caulinita é o argilo-miner:ll predominante em todos os pedons e os seus teores aumentam em direção à superfície dos solos. Este mineral é formado a partir da alteração dos feldspatos, haloisitas e esmecttas, ou em parte herdado elo material de origem. Na classificação brasileira os solos foram enquadrados em Podzólico Vermelho-Amarelo Álico que apresentam argila de atividade alta ou media a alta no horizonte B textural. Na classificação americana esses solos foram classificados como Epiaquic Tropudult (pedons 1, 2 e 3) e “Epiaquic”1 Paleudult (pedon 4) e a nível de família como clayey, kaolinitic ou mixed,isohyperthemic. As características morfol6gicas do pedon 4 sugerem a necessidade de criação do subgrupo Epiaquic para os Paleudults.
Título em inglês
Characterization and genesis of the red-yellow podzolic alic high activity clay of the brazilian northeastern humid region
Palavras-chave em inglês

Resumo em inglês
The present work was carried out with the objective to obtain informations about the characterization and genesis of the Red-Yellow Podzolic Alie of high activity clay distributed, mainly, in the coastal áreas of Bahia. Alagoas and Pernambuco states, ín regions of udic or perudic and isohypertherníc regunes. Four pedons were collected, two soils are forrned from shales (pedons 1 and 2) and the others are cleveloped from conglomerates composed of cobbles and stones, derived from granites and gneisses, in a arkoslc matrix (podons 3 and 4). Characterization of these soils was accomplíshed through morphological, physical. chcmlcal, mieralogical and rnicromorphological analyses. Thc physlcal and chemical analyses determined were those from routinc analysis in soil survey , plastic and liquid lim:its, i ron :rnd aluminium by c:i trate-bicarbonate-dithionite (CBD) and ammoniurn oxalate cxtraction amor phous aluminosil:icate by sclectivc dissolution, and total potass:ium by acid attack. ln the study of mineral composition of the soils fract:ions werc uscd optic:il mcthods,differential ther mal analysis (DTA) and X-ray diffrations. These so:ils havc rcd colours, sometirnes variegated, in the B horizons associated with ycllowish co1ours and mottles with high chroma in the uppcr horizons, mainly in the top of the B horizon. The B horizons structure is prismatic breaking to well developed sub angular and angular b locky struture, sometimes inherited from the parent material. The medium texture in the A horizon change to a clayey, fine or very fine, in the B horizon. These soils have an argillic horizon with high activity clay, ochric epipedon, and abrupt textural change. They have low base saturation. high Al saturation, and the exchangeable Al (AL-KCl N) are more than 6,0 meq/100g of soil in the argillic horizon, and this content increase with depth. The clay activity index in the B horizon shows contents in the boundary between low and high expansion materials, this suggest a moderate stage of weathering. Quartz is the predominant mineral in sand and silt fractions, followed by feldspar and rnuscovite or biotite in the lower horizons. Halloysite is found mainly in the silt fraction of lower horizons. lhe clay fraction of these soils is composed predominantly of kaol initcillite, chloritized smectite, interstratifieds illitc-smcctite and illite-vermicu- lite, amorphous aluminosilicate. hematite and goetite. Inters tratifieds clay rninerals are found only in pedon 1 and 2, de- rived from shale. On the other hand. chloritized smectite is only present in pedons 3 and 4, formed from conglomerate. The smectite and chlorized srnectite are very unstable in the upper horizons of these soils. and they tend to become depleted sin ce Btl horizon. Kaolinite is thc most abundant clay mineral in these soils, and its content increase with proxirnity to the soil surface. This mineral was fonncd from weathcring of feldspars, halloysites and smectites. or it may be inherited from the parent material. In the Brazilian soils classification these soils are classified as Red-Yellow Podzolic Alic with médium and high clay activity. According to the American Classífication System these soils are classif'ied as Epiaquic Tropudult (pedons 1, 2 e 3) and “Epiaquic” Paleudult (pedon 4) and in the soil family level as clayey, kaolinitic or mixed,isohyper-themic. Based on morphological characterics of pedon 4, there is suggestion for establishing the Epiaquic subgroup for the Paleudults.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GomesIdareAzevedo.pdf (15.65 Mbytes)
Data de Publicação
2021-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.