• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1978.tde-20210104-172223
Document
Auteur
Nom complet
Luiz Gonzaga da Paz
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 1978
Directeur
Titre en portugais
Influência do ph e da nutrição mineral na nodulação e fixação do nitrogênio molecular pelo feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.), cultivado em solução nutritiva
Mots-clés en portugais
FEIJÃO
FIXAÇÃO DE NITROGÊNIO
NODULAÇÃO
NUTRIÇÃO MINERAL
PH DO SOLO
SOLUÇÃO NUTRITIVA
Resumé en portugais
Três variedades de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.), Carioca, Rico 23 e Venezuela 350, foram cultivadas em solução nutritiva em experimentos conduzidos em casa de vegetação, sob condições controladas e duas idades de colheita, aos 25 e 45 dias de crescimento vegetativo. Foram realizados cinco ensaios, através dos quais estudou-se o efeito da presença de níveis crescentes de N-NO-3; combinado (0; 0,3; 0,6; 1,2 e 3,0 mM/l de solução), o efeito de pH (4,0; 5,0; 6,0 e 7,0), o efeito de níveis crescentes de Cálcio (0,01; 0,05; 0,25; 0,50; 1,25 e 2,50 mM/l de solução), o efeito da presença de solução salina (5,0 mm de NaCl), o efeito de níveis crescentes de Fósforo (0,01; 0,5; 0,20; 0,25 e 1,25 mM/l de solução) a toxidez do Al (5 e 10 ppm) e do Mn (10 e 20 ppm) e as ausências do Ferro e Molibdênio. Estimativas de produção foram feitas através do peso da Matéria Seca (M.S.) da parte aérea, da raiz, dos nódulos e M.S. total. A nodulação foi avaliada através do número de nódulos e do peso médio dos nódulos. A fixação do N foi determinada através da atividade da nitrogenase avalia-se pelo método de redução do acetileno e, pelas determinações dos teores de N na raiz e parte aérea, além da quantidade total de N absorvido (mg/planta). Nos ensaios de Ca e P, procedeu-se à determinação dos teores dos referidos elementos na parte aérea e na raiz. Em todos os ensaios, a análise de variância detectou diferenças significativas entre Tratamentos, entre Variedades e entre Idade de colheita, para a quase totalidade das variáveis estudadas. Doses elevadas de N-NO-3; (3,0 mM) inibiram a nodulação e a fixação de N, mas aumentaram o peso da M.S. total e a quantidade de N absorvido, enquanto doses de “arranque” (0,3 a 1,2 mM) aumentaram a nodulação e a fixação de N. Todas as variedades estudadas apresentaram uma tendência à melhor comportamento nos valores de pH 6,0 e 7,0 ao passo que o pH 4,0 reduziu drasticamente peso da M.S., a nodulação e a fixação de N. Os resultados obtidos com os diferentes níveis de Ca estudados apresentaram uma tendência para se sugerir o melhor tratamento como sendo 1,25 mM/litro (50 ppm), embora persistam diferenças entre Variedades, e para a interação Tratamentos x Variedades, em algumas variáveis estudadas. Não houve resposta linear ao Fósforo, mas aos 25 dias de idade, as exigências foram maiores. Os teores de Ca e P, na parte aérea e na raiz, elevaram-se à medida que as concentrações dos referidos elementos aumentaram, mas a quantidade de N absorvido não acompanhou essa tendência. Nas doses estudadas, tanto o Al (5 e 10 ppm) como o Mn (10 e 20 ppm), afetaram o desenvolvimento do sistema radicular, inibindo a nodulação, a fixação de N e a produção de matéria seca. As injúrias sofridas pelas plantas em decorrência do ataque de ácaros, prejudicou o tratamento menos Fe, não permitindo que fosse tirada qualquer conclusão. As reservas de Mo existentes nas sementes do feijoeiro, foram e mais possíveis contaminações suficientes para o desenvolvimento da planta, simbiose e fixação de nitrogênio. A presença da solução salina (5,0 mM de NaCl) não afetou nenhuma das variáveis estudadas.
Titre en anglais
Not available
Mots-clés en anglais

Resumé en anglais
Three bean varieties (Phaseolus vulgaris L.) were grown in nutrient solution during 2 periods, 25 and 45 days.The effects of: combined N (as N-NO-3 at the levels of 0, 0.3, 0.6, 1.2 and 3.0 mM/l), pH (4.0, 5.0, 6.0 and 7.0), Ca supply (0.01, 0,05, 0.25, 0,50, 1.25 and 2.50 mM/l), salinity (5.0 mM NaCl) , P supply (0.01, 0.05, 0,20, 0.25 and 1,25 mM/l), Al toxicity (5 and 10 ppm), Mn toxicity (10 and 20 ppm), and Fe and Mo deficiencies on growth of nodules, N2 -fixation were studied and numeral composition (Ca and P experiments only) were studied. The main conclusions were the following: Growth was promoted by increasing the level of combined N; only the starter treatments (0.3 and 1.2 mM/l) promoted nodulation and N2 -fixation as determined by nitrogenase activity (acetylene reduction technique). Higher dry matter production was observed at pH 6.0-7.0 whereas at pH 4.0 poor growth could be ascrebed to low N2-fixation. A favourable Ca effect on the parameters under study was observed up to the level of 1.25 mM/l. A non linear response to P supply was also verified. Excess Al and Mn did cause inibition on nodulation, small root growth and N2-fixation. No effect was observed in the minus Mo treatments. Mite infestation in the minus Fe treatment did not allow for conclusions to be drawn.Varietal differences were observed.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
PazLuizGonzagaDa.pdf (25.48 Mbytes)
Date de Publication
2021-01-07
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2021. Tous droits réservés.