• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1982.tde-20210104-174149
Document
Auteur
Nom complet
Jose Pires Dantas
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 1982
Directeur
Titre en portugais
Nutrição mineral e adubação comparada do sorgo granífero [(Sorghum bicolor (L.) Moench] e do milho [(Zea mays (L.)]
Mots-clés en portugais
ADUBAÇÃO
MILHO
NUTRIÇÃO MINERAL
SORGO GRANÍFERO
Resumé en portugais
Objetivando estudar diversos aspectos da nutrição mineral e adubação comparada do sorgo granifero e do milho, entre eles teores de nutrientes nas folhas, produção de grãos de ambas espécies além do teor de proteína nos grãos de sorgo granifero, foram instalados no ano agrícola de 1976 experimentos com essas culturas nos locais Anhembi, SP; Botucatu, SP e Viçosa, MG., os quais correspondem respectivamente aos solos Latosol Vermelho Amarelo intergrade para Podzólico Vermelho Amarelo (LVP) , Latosol Vermelho Escuro orto (LE) e Podzólico Vermelho Amarelo (PVA}. Por cada local foram instalados dois experimentos, um para sorgo e o outro para milho, sendo usadas três cultivares por espécie, constando as de sorgo granifero de Dekalb E - 57 , TEY-1O1 e Contibrasil-1O2 e as de milho de Hibrido Duplo Comercial HMD-7974 , Centralmex e Piranão. Foram usadas três doses de cada nutriente N (zero, 75 e 150 kg/ha), P2 O5 (zero , 100 e 200 kg/ha) e K0 (zero , 75 e 150 kg/ha) combinadas para oito tratamentos (N0P2K2, N1P2K2, N2P0K2, N2P1K2, N2P2K0, N2P2K1, N2P2K2 + micronutrientes), que foram aplicados em condições de campo às cultivares de ambas as espécies, seguindo-se um delineamento experimental em parcela sub-dividida em blocos ao acaso. Para fins de diagnose foliar se procedeu a amostragem de folhas da porção média de plantas de sorgo granifero na época do emborrachamento, sendo para o milho coletados a folha (+ 4) e a do ponto de inserção da espiga, correspondentes respectivamente aos 60 dias apôs o plantio e ao período de florescimento pleno da cultura. Para o estabelecimento de níveis críticos de nutrientes nas folhas das cultivares de ambas as espécies se a- dotou o criterio de que as melhores correlações entre teores de N , P e K nas folhas com doses de N , P2 O5 e K20 aplicadas ao solo e com produção de grãos, sejam expressas por “r” ≥ 0,95 A colheita de grãos para ambas as espécies foi realizada quando esses atingiram a maturação completa. Nos grãos das cultivares de sorgo granífero referentes aos locais Anhembi e Botucatu, se procedeu a determinação dos teores de Proteína. Os dados referentes aos ensaios, após analisados estatisticamente, permitem que sejam estabelecidas as seguintes conclusões: Obedecendo o critério estabelecido, o “nível crítico” ou faixa de teores adequados de nutrientes nas folhas para ambas as espécies ê o que se segue: para sorgo granífero: (N - 2,31% a 2,90% ; P - 0,44% ; Ca - 0,21% a 0,86% ; Mg 0,26% a 0,38% ; S - 0,16% a 0, 60% ; Cu - 10 a 30 p p m; Fe - 68 a 84 ppm Mn - 34 a 72 ppm Zn – 12 a 22 ppm) . ; para milho: (N - 2,56% a 3,41%; K - 2,16%; Ca - 0,78% a 2,10%; Mg 0,18% a 0,49%; S - 0, 16% a 0,80% , Cu – l15 a 22 ppm; Fe 125 a l184 ppm Mn - 50 ·a 85 ppm , Zn - 25 a 28 ppm. Não foi possível estabelecer teores ou faixas de teores adequados de nutrientes nas folhas de milho referente a segunda amostragem, como também de K e P respectivamente para as folhas de sorgo amostradas no emborrachamento e do milho 60 dias após o plantio. As doses de 75 kg/ha de N , 100 kg/ha de P2O5 e 75 kg/ha de K20 aplicadas ao solo foram as que inferiram maior frequência de respostas significativas às cultivares de sorgo e milho, na seguinte ordem: para o sorgo granífero 75 kg / ha de N > 100 kg/ha de P2O5 > 75 kg/ha de K20 , e para o milho 100 kg/ha de P2O5 > 75 kg/ha de N > 75 kg/ha de K20. Foi constatada a superioridade de produção de grãos das cultivares de sorgo granífero sobre as de milho, sendo que as maiores produções foram de 7.802 kg/ha e 5.302 kg/ ha, respectivamente para o sorgo e o milho, no local Viçosa. Apesar de ter sido constatada uma tendência da maioria das cultivares de milho reagirem positivamente a adição de micronutrientes nos três locais de trabalho, para o sorgo ocorreu o contrário, enquanto as cultivares de milho HMD-7974 no local Viçosa e Piranão nos locais Anhembi e Botucatu, reagiram positivo e significativamente; a cultivar de sorgo C-102 no local Viçosa reagiu negativo e significativamente, quando da adição de micronutrientes ao solo. Houve resposta linear em termos de produção de grãos, das cultivares de sorgo granífero e milho, aos níveis - de nutrientes aplicados ao solo, havendo exceções para as cultivares E-57 e C-102 , e Piranão respectivamente para sorgo granífero e milho, cujas respostas as doses de potássio obedeceram a uma função quadrática. Houve aumento significativo dos teores de proteína nos grãos de sorgo granífero em função das doses de N aplicadas ao solo, o que não ocorreu em relação as doses de P2O5 e K20 menor teor de proteína nos grãos, foi de 7,77% e o maior 12,22% referentes a cultivar de sorgo TEY-101 no local Anhembi, e correspondentes respectivamente ao tratamento que não recebeu fertilização com N e àquele que recebeu 150 kg/ha de N.
Titre en anglais
Comparative mineral nutrition and fertilization of grain sorghum [(Sorghum bicolor (L.) Moench] e corn [(Zea mays (L.)]
Mots-clés en anglais

Resumé en anglais
This paper deals with the studies on several as- pects of the comparative mineral nutrition and fertilization of grain sorghum and corn. Three sorghum (De Kalb E-57 , TEY-101 and Conti- brasil-102) and three corn (HMD-7974 , Centralmex and Piranão) varieties were grown in three different types of soils (Red - Yellow Latosol Intergrade to Red - Yellow Podzolic Soils LVP Anhembi, SP ; Ortho Dark Red Latosol, LE ; Botucatu, SP ; Red- Yel low Podzolic Soils, PVA , Viçosa, Mg). The following fer- tilizer treatments were used: N0P2K2, N1P2K2, N2P0K2, N2P1K2, N2P2K0, N2P2K1, N2P2K2 + micronutrientes. Both N and K20 were supplied at the rate of 0, 75 and 150 kg/ha. Phosphorus was applied at the levels of O , 100 and 200 kg/ha P2O5. Sorghum leaves were taken for analysis at the booth stage. In the case of corn leaf samples were collected two months after the planting and at the silking stage. Total crude protein was determined in the sorghum grains only. The following conclusions were drawn. Both sorghum and corn showed either linear or quadratic responses to the fertilizers applications, although va rietal differences were observed. Sorghum yielded more than corn. Significant positive responses to the micronutrient addition were obtained with the corn in the three lo cals, whereas, at Viçosa, MG , onde of the sorghum varieties produced less. Leaf analysis reflected the rates of nutrients applied to the soil , here again varietal differences were found with respect to the levels of elernents in the tissue. For all the elements analyséd, with two excep- tions (P in the case of sorghum, and K in that of corn), it was possible to establish the levels of elements in the leaf which can not be considered as adequate. Grain protein increased with N levels, both P2O5 and K20 had no effect.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
DantasJosePires.pdf (8.49 Mbytes)
Date de Publication
2021-01-07
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2021. Tous droits réservés.