• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1985.tde-20210104-183547
Documento
Autor
Nome completo
Miguel Viscaino Carretero
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1984
Orientador
Título em português
Efeitos de fatores climáticos e de clones de seringueira (Hevea spp) na produção de látex em Pariquera-açu e Campinas
Palavras-chave em português
CLONES DE SERINGUEIRA
FATORES CLIMÁTICOS
LATEX
PRODUÇÃO
Resumo em português
A partir dos dados de produção em volume de látex, extraídos de clones de seringueira (Hevea spp) durante 17 anos no Centro Experimental Theodureto de Camargo e 16 anos na Estação Experimental Vale do Ribeira, ambos pertencentes ao Instituto Agronômico do Estado de São Paulo, Campinas, foi estudado o comportamento da produção de cada clone em relação aos dados climáticos de precipitação, temperatura e umidade relativa. Para tanto, utilizou-se a metodologia de WAINE (1977). ·Correlacionaram-se com as produções os dados climáticos do ano anterior e os dados climáticos dó mesmo ano das mesmas. Dez clones constaram da análise de comportamento da produção em relação a esses fatores climáticos, sendo que apenas dois desses clones são cultivados na Estação Experimental. Com os valores significativos dos coeficientes das equações de regressão entre valores das produções medias anuais e as variáveis climáticas do ano e do ano anterior ã produção foi poss1vel de- terminar qual o fator climático que influiu positivamente sobre a produção dos clones nas regiões estudadas. Pelo teste de Tukey foi possível determinar, considerando-se as duas regiões, os melhores clones quanto ao potencial produtivo dado pelas me- dias de produção. Entre os melhores encontram-se: RRIM 600 e BSA 20. O primeiro pertencente â Estação Experimental e o segundo ao Centro Experimental. Em seguida tem-se um grupo intermediário, formado pelos clones GA 1328, Tjir 16, C228, RRIM 526, C 297, LCB 510 e Fx 25, todos pertencentes ao Centro Experimental, com exceção do último que pertence à Estação Experimental. Os menos produtivos foram: Fx 25, C 290 e RRIM 600, todos pertencentes ao Centro Experimental. O clone Fx 25 apresentou baixa produção nas regiões estudadas, porem sua produção na Estação Experimental foi superior ã do Centro Experimental, bem como aos clones C 290 e RRIM 600. Dos fatores climáticos estudados, a umidade relativa foi o que causou maior influência na produção de látex no Centro Experimental de Campinas. Para a Estação Experimental, a temperatura foi o fator climático de maior importância na produção de látex
Título em inglês
Effects of climatic factors on latex yielo of rubber tree (Hevea spp) at Pariquera-Açu and Campinas
Palavras-chave em inglês

Resumo em inglês
Correlations were stablished between yield of ten clones of rubber tree (Hevea spp) and climatic factors such as rainfall, temperature and relative humidity. The yield data were collected during 17 years at the Centro Experimental and during 16 years at the Estação Experimental, Campinas, São Paulo State. The methodology used were similar to WAYNE (1977). The correlations were calculated between latex volume (yield) .and climatic data in the sarne year and a year before harvest. Based on the regression coefficients it was possible to determine which climatic factor has a positive effect on latex production in both regions. Comparing annual mean yield by Tukey test it was found that tne most productive clones are: RRIM 600 and BSA 20. The first one is planted at Éstação Experimental and the second one is planted at Centro Experimental. Eol]owing the best ones, there is an intermediate group formed by clones GA 1328, Tjir 16, C 228, RRIM 526, C 297, LCB 510 and Fx 25, all of them planted at Centro Experimental, with the exception of the last one planted at Estação Experimental. Clone Fx 25, C 290 and RRIM 600 are among the ones with the lowest latex production, all of them planted at Centro Experimental. The Fx 25 clone showed low yield un the two studied regions, although its production was better in the Estação Experimental that in the Centro Experimental. The sarne was found for clones C 290 and RRIM 600. Among the studied factors, the relative humidity was the one which caused the major-effects em latex yield at Centro Experimental. However, the major effects on latex production at Estação Experimental were caused by temperature
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.