• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1986.tde-20210917-161428
Documento
Autor
Nome completo
Marcílio de Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1986
Orientador
Título em português
Caracterização organográfica e bioquímica de dez cultivares de cana-de-açúcar (Saccharum spp.)
Palavras-chave em português
BIOQUÍMICA VEGETAL
CANA-DE-AÇÚCAR
ORGANOGRAFIA VEGETAL
VARIEDADES VEGETAIS
Resumo em português
A cana-de-açúcar (Saccharum spp.) é uma cultura de grande interesse econômico, o que tem levado a uma série de trabalhos de melhoramento genético, na procura de híbridos mais resistentes e produtivos, resultando em um crescente número de cultivares lançados anualmente no mercado, tornando cada vez mais difícil o reconhecimento taxonômico destes. No presente trabalho foram determinadas algumas características organográficas e o perfil isoenzimático diferencial de esterase e peroxidase, de 10 cultivares de cana-de-açúcar (Saccharum spp.) atualmente cultivados no Brasil. Os cultivares estudados foram: NA 56-79, IAC 52-150, IAC 64-257, SP 70-1143, SP 71-3146, SP 71-3149, SP 71-1406, SP 71-6163, SP 71-6180 e SP 71-799. Com os dados obtidos foi possível comprovar o valor taxonômico das características organográficas estudadas, além de permitir uma padronização dos termos botânicos para este gênero. Para as características bioquímicas, que representam uma inovação em taxonomia de cana-de-açúcar no Brasil, foi possível caracterizar todos os 10 cultivares estudados a partir das isoenzimas de esterase, que se apresentaram com um padrão eletroforético específico para cada um deles. Enquanto que as isoenzimas de peroxidase só permitiram agrupar os cultivares, por apresentar o mesmo padrão eletroforético para cada grupo formado. Mas tanto as isoenzimas de peroxidase como esterase apresentaram-se constantes em um mesmo cultivar. Os sólidos solúveis (sacarose) em graus Brix e a proteína total solúvel, mesmo sendo pouco variáveis, apresentaram-se úteis para a determinação dos cultivares. As características organográficas que mais se destacaram na caracterização dos cultivares foram: largura da região mediana do limbo foliar; comprimento e presença de joçal na bainha; formato do ?dewlap?, lígula e aurícula; presença de pelos na gema e formato da gema. Os dados permitiram a elaboração de uma chave analítica para a caracterização dos 10 cultivares.
Título em inglês
Organographical and biochemical characterization of 10 sugarcane (Saccharum spp.) cultivars
Resumo em inglês
The great economical interest of the sugarcane crop has been leading to a series of genetic breeding works looking for more resistant and productive hybrids which resulted in a crescent number of cultivars that are threw to the market annually becoming more and more difficult the taxonomic recognition of them. In this work the organographical characters and the isoenzimatic differential profiles of esterase and peroxidase of 10 sugarcanes (Saccharum spp.) cultivars planted at present in Brazil, were: NA 56-79, IAC 52-150, IAC 64-257, SP 70-1143, SP 71-3146, SP 71-3149, SP 71-1406, SP 71-6163, SP 71-6180 and SP 71-799. The data obtained in this work allowed to prove the taxonomic value of the organographical characters besides allowing a standardization of some botanical terms for this genera. The biochemical approach which represent an innovation to the sugarcane Brazilian taxonomy, allowed the characterization of all the 10 studied cultivars based on the esterase isoenzyme electrophoretic profiles, which presented with a specific electrophoretic pattern for each one. While peroxidase isoenzymes only have permit to groups generically the cultivars, because they showed the electrophoretic pattern for each group. But both the peroxidase isoenzyme and esterase isoenzyme, presented uniformly in the same cultivar. The soluble solids (sucrose) in Brix and the total soluble protein showed useful for the cultivar determination. The organographic characteristics that standed out more in characterization of cultivars were: width of the blade middle region; length and ?joçal? presence in the sheath; shape of the dewlap; ligule and auricle; hairs presence in the bud and bud shape. The data permitted the elaboration of an analytical key for the characterization of these 10 cultivars.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AlmeidaMarcilio.pdf (4.59 Mbytes)
Data de Publicação
2021-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.