• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1982.tde-20210918-202830
Documento
Autor
Nombre completo
Roberto Bonetti
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 1982
Director
Título en portugués
Efeito do N do solo na fixação simbiótica do N2 e na utilização de fertilizante nitrogenado em soja [Glycine max (L.) Merril]
Palabras clave en portugués
FERTILIZANTES NITROGENADOS
FIXAÇÃO SIMBIÓTICA DE NITROGÊNIO
NITROGÊNIO
SOJA
Resumen en portugués
Foi conduzido em laboratório, sob condições de umidade, temperatura e luminosidade controladas, um experimento visando acompanhar durante 107 dias os processos de imobilização e mineralização do N em dois solos (um sob vegetação natural e outro sob cultivo). Uréia marcada com 15N (9,2 átomos 15N excesso) foi adicionada nas doses de 0 e 40 kg N/ha. Periodicamente (cada 10 dias), foram retiradas amostras de solo correspondente a cada tratamento para análises de N mineral (NO3̄ e NH4+, N orgânico), %C, pH, atividade microbiológica por respirometria - 14C e medidas de denitrificação. Em casa-de-vegetação, um experimento com 2 etapas foi realizado para verificar o crescimento de soja (nodulante e não nodulante) sob um esquema fatorial para observar os efeitos dos solos, matéria orgânica (0 e 20 t/ha de bagaço de cana) e N do fertilizante (0, 40 e 80 kg 15N-uréia/ha). O processo de imobilização do N do solo causado pela adição de bagaço afetou a nodulação, crescimento da planta e a produção de vagem em soja. A adição de 80 kg N/ha diminuiu a nodulação, entretanto durante o processo de imobilização, o N adicionado mostrou um efeito positivo e sinérgico neste parâmetro. Neste experimento, quando o teor de N no solo atingiu uma média entre 25 ppm e 80 ppm, promoveu uma melhor nodulação e produção de vagem, reforçando a idéia da necessidade de doses de arranque de N, para maximizar a nodulação e a fixação de N2. Em geral foi observado baixa utilização do N fertilizante em ambos os solos. Baixas doses de N foram suficientes para promover o efeito ?priming?, principalmente quando a matéria orgânica foi também adicionada. O N derivado da fixação e o N do solo mostraram-se suficientes para promoverem boas produções. Neste experimento, verificou-se uma fixação média de N2 pela soja de 53-72% no solo sob vegetação natural e 72-81% no solo cultivado.
Título en inglés
Effect of soil nitrogen on symbiotic N2-fixation and N-fertilizer utilization
Resumen en inglés
A 107-day laboratory experiment was carried out on two soils (undisturbed and cultivated) under controlled moisture and temperature conditions, to observe the process of N-immobilization and mineralization. Urea labelled with 15N (9.2% 15N atom excess) was added at rates of 0 and 40 kg N/ha. Soil samples were taken every 10 days from each treatment for analysis of mineral-N (NO3̄ and organic-N), %C, pH, microbiological activity by 14C-respirometry and measurement of denitrification. A two-stage factorial design experiment was carried out in the glasshouse to check soybean (nodulating and non-nodulating) growth to observe the effect of soil, organic matter (0 and 20 t/ha sugarcane bagasse) and fertilizer-N [0, 40 and 80 kg 15N (urea)/ha]. The immobilization process of soil-N due to addition of bagasse affected nodulation, plant growth and seed production. 80 kg N/ha decrease nodulation, but during the immobilization process, the added N showed a synergistic and positive effect on this parameter. When soil-N reached an average of 25-80 ppm there was better nodulation and pod production, which reinforces the idea that ?starter? nitrogen doses are necessary to maximize nodulation and N2-fixation. In general, low utilization of fertilizer-N was noted in both soils. Low doses of N were enough for a ?priming? effect, especially when organic matter was also added. N derived from fixation and soil-N were sufficient for a good yield. N2-fixation by soybean was on average 53-72% and 72-81% in undisturbed and cultivated soils, respectively.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
BonettiRoberto.pdf (4.94 Mbytes)
Fecha de Publicación
2021-09-18
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.