• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1999.tde-20220207-165651
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Eduardo Pellegrino Cerri
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1999
Orientador
Título em português
Mapeamento das áreas de risco de erosão dos solos da bacia do rio Piracicaba, utilizando geoprocessamento
Palavras-chave em português
BACIA DO RIO PIRACICABA
EROSÃO
GEOPROCESSAMENTO
MAPEAMENTO DO SOLO
Resumo em português
Os recursos naturais tais como a vegetação, a água e o solo, vêm sendo submetidos a uma progressiva pressão. A erosão, sobretudo na forma hídrica, ocorre na maioria dos Estados, e também na bacia do rio Piracicaba, uma das regiões mais desenvolvidas do país, situada no centro oeste do Estado de São Paulo. Uma das formas mais eficientes para fornecer subsídios à seleção de áreas prioritárias do ponto de vista de conservação e recuperação do solo, é a utilização de mapas de risco de erosão. O propósito destes mapas é mostrar a expectativa de perda de solos sob sistemas de ocupação da terra alternativos. Esses mapas podem auxiliar na tomada de decisão, para que se possa readquirir a qualidade ambiental desejável. O objetivo deste estudo foi mapear as áreas de risco de erosão dos solos da bacia do rio Piracicaba, para os meses de janeiro e julho dos anos de 1978 e 1993, através da utilização de técnicas de geoprocessamento e comparar a evolução do processo erosivo dos solos neste período. Para tal, adotou-se a Equação Universal de Perdas de Solos (EUPS), um modelo matemático empírico para a predicção de perdas de solo por erosão laminar e linear. Em função da extensão da bacia, da diversidade de solos e complexidade do uso da terra, os parâmetros da EUPS foram especializados, processados e analisados usando um Sistema de Informações Geográfica (SIG). Foram gerados mapas de risco de erosão dos solos da bacia para janeiro e julho dos anos de 1978 e 1993, com duas práticas de manejo: plantio em contorno e plantio morro abaixo. Os valores estimados de perdas de solo por erosão foram agrupados em quatro classes de risco: baixo (0-2 t ha-1), médio (2-4 t ha-1), alto ( 4-6 t ha-1) e muito alto (>6 t ha-1). Os resultados mostraram que esta bacia hidrográfica, de uma maneira geral, possui um risco baixo de erosão. As áreas com risco de erosão mais acentuado estão localizadas principalmente em duas regiões: ao redor do eixo de maior desenvolvimento urbano (entre as cidades de Piracicaba e Campinas) e próxima às nascentes dos rios que compõem a bacia. Na primeira região mencionada, o maior risco se deve, provavelmente, à exposição de solos de textura predominantemente arenosa às chuvas, especialmente sob o cultivo da cana-de-açúcar. As causas do risco de erosão elevado, na área próxima às nascentes, estão relacionadas à interação dos agentes: relevo acidentado, solos pouco profundos, pastagem mal manejada (algumas vezes degradadas) e pluviosidade elevada. O mapa de risco de erosão dos solos para o mês de janeiro com prática de plantio em contorno foi verificado no campo (verdade de terreno), obtendo-se um valor aproximado de 80% de correspondência entre as estimativas dos riscos de erosão obtidas pelo mapeamento e pela observação de campo. Esses resultados indicaram que a aplicação da EUPS através da utilização de técnicas de geoprocessamento, é uma metodologia adequada e pode ser considerada como uma ferramenta importante para o diagnóstico e monitoramento de áreas de risco de erosão.
Título em inglês
Mapping soil erosion risk areas in the Piracicaba river basin, using geoprocessing
Resumo em inglês
The natural resources such as vegetation, water and soil, are being submitted to a progressive pressure. The erosion, manly the water erosion, is occurring in most of States, and also in the Piracicaba river basin, one of the most developed areas in the country, placed at the Center West of the São Paulo State. One of the most efficient ways to supply subsidies in order to select priorities areas in terms of soil conservation and rehabilitation, is the use of erosion risk maps. The purpose of these maps is to show the expectation of soil loss under alternative systems of land use/land cover. Those maps can aid the decision making, helping to reacquire the desirable environmental quality. The objective of this study was to map soil erosion risk areas in the Piracicaba river basin, for January and July of 1978 and 1993, through the utilization of geoprocessing techniques and to compare the evolution of the soil erosion process in this period. To achieve this study, the Universal Soil Loss Equation (USLE) was adopted, an empiric mathematical model used to predict soil lasses by sheet and rill erosion. Because of the basin extension, soil diversity and land use/land cover complexity, the parameters of USLE were created, processed and analyzed using a Geographical Information System (GIS). Maps of soil erosion risk were generated for January and July of 1978 and 1993, with two conservation practices: contouring practices and down hill cultivation. The estimated values of soil losses were grouped in four risk classes: low (0-2 t ha-1), medium (2-4 t ha-1) high (4-6 t ha-1) and very high (>6 t ha-1). The results showed that the basin in general has a low erosion risk. The area with highest erosion risk are mainly located in two regions: towards the Eastern and Westem ends of the basin. ln the East side, the highest erosion risk was observed in areas where there are presence of steep slopes, occurrence of shallow soils, high intensity of rainfall and pasture badly managed (sometimes degraded). ln the West side the highest risk areas were those where sandy soils predominates under sugar-cane cultivation. The soil erosion risk map for January with contouring practices was verified in the field ( earth truth), being obtained a value of approximately 80 % of correspondence between the estimation of the erosion risks obtained by the map and for the field observation. Those results indicated that the application of USLE, through geoprocessing techniques, is an appropriate methodology and it can be considered as an important tool for the diagnosis and monitoring of erosion risk areas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-02-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.