• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1981.tde-20220207-202405
Documento
Autor
Nome completo
Jairo Roberto Jimenez Rueda
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1981
Orientador
Título em português
Modelos sequenciais de gênese aplicados a solos da região de Jequitaí - M.G.
Palavras-chave em português
GÊNESE DO SOLO
MODELOS
Resumo em português
O presente trabalho tem como principal objetivo a aplicação dos modelos pedogenêticos de MADERO (1977) e ARNOLD (1976a) , para facilitar o entendimento das características e classificações dos solos que ocorrem dentro da faixa climática subtropical de uma região localizada no Vale do rio Jequitaí ao nordeste do Estado de Minas Gerais. Problemas referentes a uniformidade do material de origem e estágio de desenvolvimento dos solos foram levantados uma vez que estes solos apresentam evidências de eluviação - iluviação de argilas, distribuição está associada com de! continuidades litológicas e solos enterrados e/ou paleosolos. Os modelos pedogenéticos, sequenciais e de profundidade acima citados foram designados para as mesmas condições sob as quais o solo está se desenvolvendo no Vale do rio Jequitaí(M.G.). Isto foi usado como uma hipótese de trabalho para examinar com algum detalhe os quatro pedons considerados como representativos da área em estudo. O presente trabalho tem como principal objetivo a aplicação dos modelos pedogenêticos de MADERO (1977) e ARNOLD (1976a) , para facilitar o entendimento das características e classificações dos solos que ocorrem dentro da faixa climática subtropical de uma região localizada no Vale do rio Jequitaí ao nordeste do Estado de Minas Gerais. Problemas referentes a uniformidade do material de origem e estágio de desenvolvimento dos solos foram levantados uma vez que estes solos apresentam evidências de eluviação-iluviação de argilas, distribuição está associada com de! continuidades litológicas e solos enterrados e/ou paleosolos. Os modelos pedogenéticos, sequenciais e de profundidade acima citados foram designados para as mesmas condições sob as quais o solo está se desenvolvendo no Vale do rio Jequitai (M.G.). Isto foi usado como uma hipótese de trabalho para examinar com algum detalhe os quatro pedons considerados como representativos da érea em estudo. A aplicação dos modelos s pedogenéticos demonstrou ser efetiva evidenciando a multiplicidade de eventos sedimentares, que contribuíram para o estabelecimento das paisagens e para a evolução dos solos. Ao mesmo tempo detectou-se mais que um sistema de solos enterrados e/ou paleosolos, com vários estágios de desenvolvimento, indicando que vários ciclos de ero- são, deposição e formação de solos estiveram presentes durante a evolução dos solos na paisagem. O desenvolvimento e situação na paisagem dos solos, está regulado pela estabilidade de cada uma das unidades fisiográficas em relação a seu ambiente ecodinâmico (TRICART), correspondendo a meios estáveis das superfícies quando os processos pedogênicos dominam os morfogênicos, podendo apresenta! se uma estabilidade relativamente recente das paleo - paisagens onde se apresentam os pedons 4 - Latossol Vermelho Amarelo (Pediplanos ligeiramente dissecados) e 3- Solo Podzólico Vermelho Amarelo (terraços altos). Por sua vez os pedons 2 e 1 apresentam-se numa paisagem recente e temporariamente instável onde existe um moderado equilíbrio entre os processos de pedogênese-morfogênese, caracterizando um meio intergrade para o pedon 2 (terraços muitos baixos) solos Glei Pouco Húmico, e para o pedon 1 (diques marginais) Brunizem Avermelhado, Estes ciclos ou épocas de estabilidade ou não estio sendo atribuídos a oscilações paleoclimáticas durante a época Plio-pleistocênica para os pedons 4 e 3 e Plioceno-Holoceno para os pedons 2 e 1. Os resultados demonstram que a aplicação de tal metodologia em solos das regiões tropicais e viável, inclusive auxiliando na separação das paisagens, evidenciando descontiuidades litopedológicas diferenciando assim as diversas histórias pedológicas.
Título em inglês
Sequencial pedogenic model applied in soils of Jequitaí region - M.G.
Resumo em inglês
This work was carried out with the objective of utilization the sequencial pedogenic model developed by MADERO (1977) and ARNOLD (1976a) in subtropical soils located in Jequitai Valley in the northeast part of Minas .Gerais State, Brazil. Questions about the uniformity of the parent material and the stage of soil development had been raised because the soils appear to show eluvial-illuvial clay distribution associated with lithologic descontinuities and buried soils and/or paleosols. A sequencial pedogenic model was designed for the sarne conditions under which the soil now occur in the Jequitai Valley. It was used as a working hypothesis to examine in some detail fowr pedons thought to be representative of the study area. The application of the pedogenic model proved to be effective because it demonstrate that multi-storied sediments dominate the soil demonstrate that multi-storied landscape. At the sarne time more then one buried soil system with several stages of development were detected indicating that various cycles of erosion deposition soil formation have been present in the soil landscape. Soil formation is thought to correspond with stable periods of the landscape when pedogenic processes dominate over geomorphic processes. ln this case Pedon 4 (Red Yellow Latossol) andPedon 3(Red Yellow Podzolic Soil) belong to this period. The reverse occur during the umtable periods when deposition and erosion processes dominate over pedogenic processes and in this case Pedon 2 (Low Humic Gley Soil) and Pedon 1 (Reddish Bruni zen) are examples of this period. These cycles have been attributed to paleoclimatic oscillations during the Plio-Pleistocene epoch for Pedens 4 and 3 and Pliocene-Holocene epoch for Pedons 2 and 1. The results showed that is viable the application of the pedogenic model in the tropics region.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-02-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.