• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2012.tde-16082012-110404
Documento
Autor
Nome completo
Natalia Moreno Gaino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2012
Orientador
Banca examinadora
Silva, Marina Vieira da (Presidente)
Farfan, Jaime Amaya
Oliveira, Maria Rita Marques de
Título em português
Estado nutricional e disponibilidade de nutrientes e carotenóides para a população brasileira
Palavras-chave em português
Alimentação
Alimentos funcionais
Estado nutricional
Índice de massa corporal
Nutrientes
Renda familiar
Resumo em português
O trabalho teve por objetivo analisar a disponibilidade domiciliar de energia, nutrientes e carotenóides para as famílias brasileiras residentes nas áreas rurais e urbanas, das Grandes Regiões Geográficas, bem como o estado nutricional dos indivíduos adultos pertencentes a esta população. Utilizou-se como base de dados as informações individuais obtidas por meio da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008-2009) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Adotou-se preliminarmente um banco de dados criado a partir dos microdados da POF 2002- 2003. Essa planilha revisada e atualizada gerou um novo banco de dados. Utilizouse como parâmetro para a avaliação da participação de macronutrientes no Valor Energético Total (VET) e disponibilidade de vitaminas e minerais os valores preconizados pelo Institute of Medicine (1997, 1998, 2000, 2001, 2002, 2004). Para a identificação do conteúdo de carotenóides foram adotadas as informações contidas na tabela Nutrient Database for Standard Reference Release 23 - United States of Department Agriculture (USDA). A disponibilidade média diária de energia e nutrientes e estado nutricional foram calculados utilizando o programa Statistical Analysis System SAS. Os resultados evidenciam diferenças da disponibilidade de energia e nutrientes para as famílias brasileiras, discriminadas de acordo com as Grandes Regiões e estratos geográficos (rural e urbano). Com relação à disponibilidade de energia, os maiores conteúdos foram identificados para as famílias das áreas rurais. A distribuição dos macronutrientes energéticos no VET revelou expressiva contribuição dos carboidratos para a totalidade das famílias brasileiras residentes no meio rural. Nos domicílios rurais e urbanos das Grandes Regiões, a contribuição de macronutrientes para o VET mostrou-se em conformidade com os valores preconizados. Com relação à vitamina C, vitamina B6, vitamina B12, folato e ácido pantotênico, os resultados indicaram disponibilidade inferior às recomendações. O conteúdo médio observado para as vitaminas A, B1 e B2 atendeu aos valores de referência para a totalidade das famílias. No tocante aos minerais, a disponibilidade de cálcio, magnésio, zinco, potássio e ferro revelou-se reduzida na maioria dos domicílios brasileiros. Os valores médios observados para os minerais sódio e manganês superaram o recomendado para a totalidade das famílias. A disponibilidade de carotenóides apresentou um aumento importante na última pesquisa (POF 2008-2009) quando em comparação com os valores identificados por meio da POF 2002-2003. Porém, revela-se ainda pouco expressiva nos domicílios brasileiros. Foi observada prevalência de sobrepeso (32,9%) e obesidade (12,5%) entre os adultos. Ressalta-se que os resultados referem-se às estimativas das quantidades de alimentos adquiridos para consumo no domicílio, podendo os mesmos envolver algum grau de subestimação. Os resultados obtidos nesta pesquisa evidenciam diferenças expressivas da disponibilidade de energia e nutrientes para as famílias brasileiras. Maior disponibilidade de carotenóides totais foi observada nos domicílios da Região Sul, com destaque para as famílias residentes nas áreas rurais. O sobrepeso e a obesidade destacaram-se entre os adultos.
Título em inglês
Nutritional status and availability of nutrients and carotenoids for the Brazilian population
Palavras-chave em inglês
Body mass index
Family income
Food
Functional foods
Nutrients
Nutritional status
Resumo em inglês
The study aimed to analyze the household availability of energy, nutrients and carotenoids to Brazilian families living in rural and urban areas, the Major Geographic Regions, as well as the nutritional status of adults belonging to this population. The individual information from the Household Budget Survey (POF 2008-2009) from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) were used as a database. We adopted a preliminary database created from the POF microdata from 2002 to 2003. This revised and updated spreadsheet generated a new database. The values recommended by the Institute of Medicine (1997, 1998, 2000, 2001, 2002, 2004) were used as a parameter to assess the participation of macronutrients in total energy (VET) and availability of vitamins and minerals. The identification and content of carotenoids was based on the information contained in the table Nutrient Database for Standard Reference Release 23 - United States Department of Agriculture (USDA). The average daily availability of energy and nutrients and nutritional status were calculated using the Statistical Analysis System - SAS. The results show differences in the availability of energy and nutrients to Brazilian families, broken down by Major Regions and geographic areas (rural and urban). Regarding the availability of energy, the highest contents were identified for families in rural areas. The energy distribution of macronutrients in the VET revealed significant contribution of carbohydrates to the total of Brazilian families living in rural areas. In rural and urban households of Major Regions, the contribution of macronutrients to the VET proved in accordance with the recommended values. With respect to vitamin C, vitamin B6, vitamin B12, folate, and pantothenic acid, the results indicated lower availability of the recommendations. The mean content observed for vitamins A, B1 and B2 met the benchmarks for all families. With regard to minerals, the availability of calcium, magnesium, zinc, potassium and iron proved to be reduced in most Brazilian households. The mean values observed for the minerals sodium and manganese exceeded the recommendations for all families. The availability of carotenoids showed a significant increase in the 2008-2009 survey, when compared with the values of POF 2002-2003, although it continues to be unsatisfactory in Brazilian households. A prevalence of overweightness (32,9%) and obesity (12,5%) was detected among adults. It is emphasized that the results refer to estimates of quantities of food purchased for consumption at home, so they can involve some degree of underestimation. The results obtained in this study show significant differences in the availability of energy and nutrients to Brazilian families. Greater availability of carotenoids was observed in households in the South, especially for families living in rural areas. Overweight and obesity stood out among adults.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-08-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.