• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2011.tde-18102011-155801
Documento
Autor
Nome completo
Gabrielle Aparecida Cardoso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2011
Orientador
Banca examinadora
Salgado, Jocelem Mastrodi (Presidente)
Oetterer, Marilia
Verlengia, Rozangela
Título em português
Efeito do consumo de chá verde aliado ou não ao treinamento de força sobre a composição corporal e taxa metabólica de repouso em mulheres com sobrepeso ou obesas
Palavras-chave em português
Chá - Uso terapêutico
Nutrição humana
Obesidade
Plantas medicinais
Saúde.
Resumo em português
O alto índice de obesidade populacional favorece o aumento das complicações associadas ao excesso de peso corporal, afetando a qualidade de vida do indivíduo. Vários alimentos têm sido investigados com o objetivo de auxiliar no controle do peso, e, dentre esses alimentos, o chá verde, derivado das folhas da planta Camellia sinensis, parece ser eficiente tendo um efeito termogênico, além de promover maior oxidação da gordura corporal. O consumo desse chá possivelmente pode alterar a composição corporal e a taxa metabólica de repouso (TMR), mas até o momento poucos estudos nessa área têm sido realizados e nenhum deles avaliou mulheres com sobrepeso e obesidade. O objetivo deste estudo duplo cego, controlado com placebo, foi avaliar os efeitos do consumo de chá verde e da prática ou não de exercício físico resistido sobre a TMR e a composição corporal em mulheres com Índice de Massa Corporal entre 25 a 35Kg/m2 divididas em quatro grupos (grupo 1 chá verde; grupo 2 placebo; grupo 3 chá verde mais exercícios resistidos; grupo 4 placebo mais exercícios resistidos) durante um período de dois meses. As voluntárias dos grupos 3 e 4 realizaram testes de 1 repetição máxima, sendo estes no supino reto, puxador-costas e leg-press 45º para a realização de um programa de exercícios físicos resistidos. Todas as voluntárias dos quatro grupos foram submetidas às análises bioquímicas e às avaliações da TMR por meio de calorimetria indireta e da composição corporal pela bioimpedância elétrica. Os resultados mostraram que o grupo 1 perdeu uma quantidade de peso relevante para o período de estudo, e apresentaram diminuição da TMR com acompanhamento da perda de peso, diminuíram a gordura corporal, com manutenção da massa magra. As voluntárias do grupo 2, utilizando placebo, não perderam peso, ganharam massa gorda e apresentaram diminuição da massa magra e da TMR. Quando os grupos com exercícios físicos resistidos foram comparados, observou-se que as voluntarias do grupo 3 apresentaram resultados significativamente melhores que as do grupo 4, ou seja, não perderem peso, porém tiveram sua composição corporal modificada, com perda de gordura e ganho de massa muscular; apresentaram aumento da força muscular e redução dos níveis de triglicérides. Os resultados deste estudo sugerem que o consumo de chá verde pode ser um aliado alimentar efetivo para a perda de peso e diminuição da gordura corporal, sem que haja perda da massa muscular. Seu consumo aliado à prática de exercício físico resistido auxilia na redução do triglicérides, ganho de força muscular, ganho de massa magra e na redução da massa gorda.
Título em inglês
Consumption of green tea combined or not with strength training on body composition and resting metabolic rate in women with overweight or obese
Palavras-chave em inglês
Health.
Human Nutrition
Medicinal plants
Obesity
Tea - Therapeutic use
Resumo em inglês
The high rate of obesity contributes to the greater complications associated with excess body weight, affecting the individual's life quality. Several considered functional foods have been investigated in order to help weight control, and among these foods, green tea, derived from the leaves of the Camellia sinensis plant, appear to be an ally with a thermogenic effect and increases the oxidation of fats. Consumption of green tea could possibly alter body composition and metabolic rate (BMR), but so far few studies have been conducted in this area and none of them to evaluate women with overweight and obesity. The aim of this double-blind, placebo-controlled trial was to evaluated the effects of green tea consumption and the practice or not of resistive exercise on BMR and body composition in women with body mass index between 25 35Kg/m2 divided into four groups (group 1 green tea; group 2 placebo; group 3 green tea plus resistance training; group 4 placebo plus resistance exercises) during a period of two months. The subjects of groups 3 and 4 trials of 1-repetition maximum, which are the bench press, puller-back and leg press 45 ° to carry out a program of resistive exercise. All the volunteers of the four groups were evaluated at biochemical analysis and at evaluations of BMR by indirect calorimetry and body composition by bioelectrical impedance analysis. The results showed that group 1 lost a significant amount of weight for the period of study, and showed a decrease in TMR with accompanying weight loss, decreased body fat while maintaining lean body mass. The subjects in group 2, using placebo, have not lost weight, gained fat mass and showed a decrease in lean body mass and BMR. When groups with resistance exercise were compared, it was observed that the subjects in group 3 showed significantly better results than those of Group 4, in other words, not losing weight but your body composition had changed, with fat loss and gain muscle mass had increased muscle strength and reducing triglyceride levels. The results of this study suggest that consumption of green tea can be an effective ally food for weight loss and decreased body fat without losing muscle mass. Consumption combined with the practice of resistive exercise helps in reducing triglycerides, gain muscle strength gain lean mass and reducing fat mass.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.