• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-160012
Documento
Autor
Nome completo
Sueli Negretti Cruz
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1990
Orientador
Título em português
Obtenção de proteína microbiana para ração animal a partir do hidrolisado de bagaço de cana-de-açúcar
Palavras-chave em português
BAGAÇO DE CANA HIDROLISADO
LEVEDURAS
PROTEÍNAS MICROBIANAS
RAÇÕES
Resumo em português
O presente trabalho teve por objetivo estudar a possibilidade de crescimento da levedura Saccharomyces cerevisiae, espécie de levedura de fácil manuseio e disponibilidade nas destilarias em licor, apos os tratamentos preconizados para fermentação em hidrolisados lignocelulósicos. A levedura assim obtida seria destinada a ração animal. Procurou-se comparar o rendimento da levedura crescendo no licor de bagaço de cana-de-açúcar e o rendimento da levedura crescendo no extrato de bagaço de cana-de-açúcar. A inoculação do extrato e do licor foi feita com 1% de fermento prensado. Os ensaios foram de 24 horas em frascos Erlenmeyers agitados: 1) sem aeração; 2) somente com aeração; 3) com aeração e suplementação de nutrientes. Os sais utilizados na suplementação foram ureia e fosfato monobásico de potássio. Verificou-se que a levedura cresce no pre-hidrolisado de bagaço tratado. Existem substancias desconhecidas no licor que inibem fermentação. Os melhores rendimentos em células de levedura no licor foram obtidos com aeração e suplementação de nitrogênio e potássio. Nas condições em que foram realizados os ensaios o licor com aeração e suplementação de nutrientes apresentou maior rendimento que o extrato em leveduras
Título em inglês
Obtaining microbian protein from hydrolysate of sugar cane bagasse for animal food
Resumo em inglês
The purpose of this work was to study the growing possibility of Saccharomyces cerevisiae, yeast of easy handling and availability in the distilleries, in liquor, after recommended treatments for fermentation in lignocellulosic hydrolysates. The yeast obtained in this manner would be destined to animal food. The yield of yeast growing in liquor of sugar cane bagasse was compared to the yield of yeast growing in the extract of sugar cane bagasse. The extract of bagasse contains the residual sugars of the bagasse and the liquor contains the residual sugars of the bagasse and the sugars from the pre-hydrolysis of the bagasse. The liquor presented 315 ppm of furfural, product of pentoses decomposition. To reduce the amount of furfural and other volatile compounds which inhibit fermentation the liquor submitted to a treatment after which the amount of furfural was reduced to 36 ppm. The yeast inoculum used qas 1% of pressed backery yeast. The essays were of 24 hours in agitated Earlenmeyers flasks: 1) airless without nutrient supply; 2) only with air; 3) with air and nutrient supply. The inorganic salts utilized in the essays were urea and potassium phosphate monobasic. It was found that the yeast grows in the treated prehydrolysate of bagasse, There are unknown substances in the liquor that inhibit fermentation. The best yield in yeast cells in the liquor were found in the treatment with aeration and addition of nitrogen and potassium. In the conditions that the essays were carried out, the liquor with aeration and nutrients supply showed higher yeast cells yield than the extract
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CruzSueliNegretti.pdf (7.01 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.