• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2019.tde-27032019-154616
Documento
Autor
Nome completo
Nicolle Ferraz de Arruda Padovani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2019
Orientador
Banca examinadora
Castillo, Carmen Josefina Contreras (Presidente)
Barancelli, Giovana Verginia
González, Luis Roberto Collado
Silva, Neusely da
Título em português
Ocorrência de Arcobacter spp. em carne de frango
Palavras-chave em português
Arcobacter spp.
Antimicrobiano
Frango
Microbiologia de alimentos
Patógeno alimentar
Resumo em português
Arcobacter spp., anteriormente conhecido como Campylobacter aerotolerante, é considerado um gênero bacteriano que inclui espécies consideradas patógenos emergentes que podem ser veiculados por alimentos. O gênero Arcobacter tem sido associado a gastroenterites, diarreia persistente e bacteremia em humanos. É uma bactéria Gram negativa, termosensível, embora possa sobreviver à 4°C. No Brasil, há poucos estudos de ocorrência de Arcobacter em alimentos, inclusive os de origem animal, especialmente os mais consumidos, como as carnes de frango e suína. Existem estudos pontuais de sua ocorrência em produtos resfriados, como cortes e em carcaças de frango resfriadas do varejo. O objetivo deste estudo foi avaliar a ocorrência de Arcobacter spp. em cortes e carcaças de frango refrigeradas e congeladas do varejo e em coxas de frango livres de antibiótico e orgânico refrigeradas provenientes de abatedouro, por técnica de isolamento convencional com posterior confirmação do gênero por reação de polimerase em cadeia (PCR). Foram analisadas 153 amostras de carne de frango, das quais 39,21% (59/153) resultaram positivas para o gênero Arcobacter. Foi obtido o total de sessenta e quatro isolados positivos para Arcobacter spp., que corresponderam a 89,06% (57/64) de A. lacus, 4,7% (3/64) de A. thereius, 3,12% (2/64) de A. butzleri, e 3,12% (2/64) de Arcobacter spp. espécie não identficada até o momento. Foram realizadas análises fenotípicas de resistência a 12 antibióticos com 34 isolados, previamente selecionados, de quatro diferentes fontes de carnes de frango obtidos nesse trabalho, e de três linhagens utilizadas como controle positivo de Arcobacter. A resistência fenotípica frente aos antimicrobianos foi de 100% para ácido nalidíxico e clindamicina, 29,73% para eritromicina, 24,32% para canamicina, 21,62% para tetraciclina, 18,42% para cloranfenicol, 13,51% para gentamicina, 8,11% para estreptomicina, 5,41% para azitromicina e ciprofloxacina, 2,10% para vancomicina e 0,00% para ampicilina.
Título em inglês
Occurence of Arcobacter spp. in poultry meat
Palavras-chave em inglês
Arcobacter spp.
Antimicrobial
Chicken
Food microbiology
Foodborne pathogen
Resumo em inglês
Arcobacter spp., previously known as aerotolerant Campylobacter, is considered a bacterial genus that includes species considered emerging pathogens that can be transmitted by food. Arcobacter has been associated with gastroenteritis, persistent diarrhea and bacteremia in humans. It is a gram negative, thermosensitive bacterium, although it can survive at 4 ° C. In Brazil, there are few studies of the occurrence of Arcobacter in animal products including those of animal origin, especially those most consumed, such as poultry and pork. There are occasional studies of their occurrence in cooled products, such as cuts and in refrigerated chicken carcasses. The objective of this study was to evaluate the occurrence of Arcobacter spp. in refrigerated chicken cuts and carcasses of the retail and in chicken thighs free of antibiotic and organic refrigerated from slaughterhouse by conventional isolation and genotyping by polymerase chain reaction (PCR). A total of 153 chicken meat samples were analyzed, of which 39.21% (59/153) were positive for the Arcobacter genus. A total of sixty-four isolates positive for Arcobacter spp., corresponding 89.06% (57/64) of A. lacus, 4.7% (3/64) of A. thereius, 3.12% (2/64) of A. butzleri, and 3.12% (2/64) of Arcobacter spp. species not yet identified. Phenotypic resistance analyzes were performed on 12 antibiotics with 34 isolates, previously selected from four different sources of chicken meat obtained in this study, and three strains used as positive control of Arcobacter spp. Phenotypic resistance to antimicrobials were 100% for nalidixic acid and clindamycin , 29.73% for erythromycin, 24.32% for kanamycin, 21.62% for tetracycline, 18.42% for chloramphenicol, 13.51% for gentamycin, 8.11% for streptomycin, 5.41% for azithromycin and ciprofloxacin, 2.10% for vancomycin and 0.00% for ampicillin.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.