• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Lúcia Helena Menegon Basso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2000
Orientador
Título em português
Efeito do aluminio na fisiologia e bioquimica de brotações de Eucalyptus grandis x E. urophylla cultivadas in vitro
Palavras-chave em português
ALUMÍNIO
BIOQUÍMICA
BROTAÇÃO
CULTIVO IN VITRO
EUCALIPTO
FISIOLOGIA
Resumo em português
elementos considerados tóxicos para as plantas, como o alumínio, levando a baixo pH do solo e prejudicando a disponibilidade de outros nutrientes minerais. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do alumínio na fisiologia e bioquímica de brotações de Eucalyptus grandis x E. urophylla, cultivadas in vitro, consistindo-se de parte aérea pouco desenvolvida e ausência de sistema radicular. O experimento foi delineado inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e quatro repetições por tratamento. Cada tratamento correspondeu a 0; 0,25; 0,5 e 1,0 mM de Al Cl3.6H2O. As coletas foram realizadas aos 4, 8, 12, 16, 20, 24 e 28 dias de cultivo, avaliando-se a concentração dos nutrientes no material vegetal após o período de cultivo, a curva de crescimento do clone, atividade da enzima fosfatase ácida, o efeito do alumínio no metabolismo das poliaminas (putrescina, espermidina e espermina) e quantificação do teor de proteínas solúveis totais. Pela análise dos resultados, pode-se concluir que a adição de AlCl3.6H2O alterou o meio de cultura, indisponibilizando principalmente os nutrientes cálcio, fósforo e potássio, reduzindo a absorção dos mesmos pela planta e com isso, alterou o metabolismo celular, principalmente em processos altamente dependentes destes elementos, ocasionando perdas de estrutura, maior atividade de fosfatase ácida, acúmulo de poliaminas e redução do teor de proteínas solúveis totais. O estudo mostrou que usando a técnica de cultivo in vitro é possível estudar os mecanismos de adaptação das plantas a solos que contém problemas com toxidez de alumínio.
Título em inglês
Effects of aluminum on the physiology and biochemistry of shoots of Eucalyptus grandis x E. urophylla cultivated in vitro
Resumo em inglês
The forest activity is generally developed in low fertility soils, usualIy with mineral toxicity, mainly aluminum, low soil pH changes in the availability of other mineral nutrients. The aim of this work was to evaluate the effects of aluminum on the physiology and biochemistry of Eucalyptus grandis x E. urophylla epicormic shoots cultivated in vitro. The trial was established using a statistical design completely randomized, with four treatments, four replicates for alI evaluated variables. Each treatment corresponded to 0; 0.25; 0.5 and 1.0 mM of AlCl3.6H2O. The data were collected at 4, 8, 12, 16, 20, 24 and 28 days of culture, evaluating the mineral nutrient content, the clone relative growth rate, the acid phosphatase activity, the polyamines contents (putrescine, spermidine and spermine) and total soluble protein content. The analysis of the results showed that the addiction of the AlCl3.6H2O changed the culture medium, reduced calcium, phosphate and potassium availability and absorption. The cell metabolism was changed mainly in process highly dependent on these nutrients, leading to structural losses, higher acid phosphatase activity, increase in polyamines content and reduced total soluble protein content.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.