• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
Documento
Autor
Nombre completo
Reinaldo Cardinali Romanelli
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 1988
Director
Título en portugués
Variabilidade genética para produção de resina associada às características de crescimento em uma população de Pinus elliottii var. elliottii Engelm. na região de Itapetininga - SP
Palabras clave en portugués
CRESCIMENTO
GENÉTICA DE POPULAÇÕES VEGETAIS
PINHEIRO
PRODUÇÃO
RESINAS
VARIAÇÃO FENOTÍPICA
VARIAÇÃO GENÉTICA
Resumen en portugués
O presente trabalho é um estudo da variação fenotípica da característica produção de resina em uma população de Pinus elliottii var. elliottii Engelm., na região de Itapetininga-SP, e da variação genética da população através de árvores selecionadas fenotipicamente na população. Os ensaios foram instalados na Estação Experimental de Itapetininga do Instituto Florestal, compostos por duas amostras da população e por um teste de progênies no delineamento em látice triplo com 100 (10x10) tratamentos, envolvendo as progênies das árvores selecionadas na população, progênies originárias de Pomar Clonal da África do Sul e testemunhas comerciais do Estado de São Paulo. Os resultados revelaram uma variação muito grande na produção de resina entre indivíduos da população e muito superior a das características de crescimento. A produção média por árvore foi de 2813 g e a curva de produção em função do tempo cresceu paulatinamente até ocorrer uma queda brusca que coincidiu com a queda de temperatura no fim do período de resinagem. Verificou-se também que as coletas de resina com 60 dias iniciais de resinagem foram suficientes para avaliar a produção total das árvores. As progênies das matrizes selecionadas na população se mostraram superiores às testemunhas para as características de crescimento, nas inferiores às progênies do Pomar Clonal da África do Sul, em todas as idades. Para a produção de resina as progênies da África do Sul também foram superiores às de Itapetininga-SP, e às testemunhas, mas com algumas delas entre as maiores e outras entre as piores produtoras, fato considerado normal, pois não houve seleção para a característica. A variabilidade fenotípica entre as progênies para a produção de resina foi de 60,30%, bem superior à variação para volume cilíndrico de 31,02%, para o DAP de 12,92% e para altura de 9,93%. A herdabilidade no sentido restrito a nível de plantas para produção de resina (0,47), também foi elevada quando comparada com as herdabilidades para altura (0,39), para DAP (0,36) e para volume cilíndrico (0,41) na mesma idade. A previsão de ganho genético em uma geração para a característica produção de resina foi de 100 - 110%, em virtude dos altos valores de variação fenotípica e de herdabilidade. A transformação do teste de progênies em "Pomar de Sementes por Mudas" permitiria a estimativa de ganhos de seleção para produção de resina de 60,31%, bem superiores aos 24,50 %; 8,80% e 8,32 % estimados para colume cilíndrico, DAP e altura, respectivamente. As respostas correlacionadas para as características de crescimento, a partir de seleção para altura, DAP e volume cilíndrico foram expressivas; para a produção de resina, a resposta correlacionada foi pequena quando se selecionou as características de crescimento. Os resultados sugerem que em programas de melhoramento de Pinus elliottii var. elliottii as características de crescimento e produção de resina devem ser conduzidas independentemente.
Título en inglés
Genetoic variation for oleoresin yield and growth characters in a population of Pinus elliottii var. elliottii Engelm. On the Itapetininga region
Resumen en inglés
This work is a study of the phenotypic variation of the oleoresin yield of a Pinus elliottii var. elliottii population on the Itapetininga region, and the genetic variation of this population using phenotipically selected trees. The research was conducted at the "Estação Experimental de Itapetininga, of the do Instituto Florestal", involving two samples of the population and a progeny trial in a triple lattice design with 100 ( 10x10) treatments, including the progenies of selected trees of the population, progenies from South Africa seed orchard and commercial sources from the State of São Paulo as control. The results showed a very high variation in the oleoresin yield among individuals which was very superior to that of growth characters. The average yield per tree during the oleoresin extraction period was 2813 g, and the yield function increased continuously up to an abrupt decreased, which occurred in conjunction with the temperature fall in the end of the extraction period. It was noticed that the first 60 days of extraction was enough to evaluate the total yield. The progenies of the selected trees in the population were superior to the controls, as far as growth characters are concerned, but inferior to the progenies of the South Africa seed orchard, in alI ages studied. Based on the oleoresin yield character the South Africa progenies were superior to the progenies from selected trees of Itapetininga and the controls, but some of them were among the best producers and some, others were among the worst ones. This was considered normal because there was no selection for character. The phenotypic coefficient of variation among progenies for oleoresin yield was 60.30 %. This value is higher than the cylindrical volume (31.02%), dbh (12.92 %) and height (9.93%) values. The narrow sense heritability at plant level for oleoresin yield was 0.47, superior to the heritability for height (0.39), dbh (0.36) and (0.41), at the same age. The genetic gain forecast for oleoresin yield character in one generation was 100-110%, as a consequence of the high values of the phenotypic variation and heritability. The genetic gain forecast for oleoresin yield character in one generation was 100-110%, as a consequence of the high values of the phenotypic variation and heritability. The transformation of the progeny trial in a seedling seed orchard gives genetic gain forecast for the oleoresin yield around 60.31 %. The selection based on cylindrical volume, dbh, and height gives genetic gains of 24.50%, 8.30 % and 8.32%, respectively. The correlated results for growth characters due to the selection for height, dbh and cylindrical volume were expressive; for the oleoresin yield character the correlated forecast due to the selection for growth characters was low. The results suggest that in Pinus elliottii var. elliottii independent selection programs have to be developed for the growth characters and for the oleoresin yield
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2019-11-08
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.