• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-115507
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Raul Lopez
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1992
Orientador
Título em português
Variação fenotípica e genética em clones de Eucalyptus urophylla S.T. Blake da Ilha Flores (Indonésia)
Palavras-chave em português
CLONES
EUCALIPTO
TAXONOMIA NUMÉRICA
VARIAÇÃO FENOTÍPICA
VARIAÇÃO GENÉTICA
Resumo em português
O presente trabalho é um estudo da variação em 45 clones de Eucalyptus urophylla procedentes da Ilha Flores, através de técnicas de Taxonomia Numérica e a caracterização da variação genética dos grupos estabelecidos. O ensaio foi instalado em áreas de propriedade da Empresa Champion Papel e Celulose Ltda, Município de Aguaí, SP no Horto Florestal Nossa Senhora Aparecida (talhão 87). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casua1izado, com três repetições por tratamento e dez estacas por parcela. Iniciou-se a coleta de dados em agosto de 1989, aos 3,5 anos de idade. Em agosto de 1991 e janeiro de 1992, foram repetidas a medição de algumas características e medidas outras novas, devido a exigências da metodologia. A coleta de dados foi feita visando atender duas necessidades: - A realização de Análise de Agrupamentos; - O cálculo de parâmetros genéticos Para atender à primeira necessidade avaliaram-se os clones através de três conjuntos diferentes de variáveis: 7 quantitativas, 6 qualitativas nominais, e 10 qualitativas ordinais. Com os dados originados nesta etapa, construiu-se a matriz básica de dados. A parecença entre as "unidades taxonômicas" (clones) da matriz básica de dados, quantificou-se mediante os coeficientes: -“Average Taxonomy Distance Coefficient” para os dados quantitativos; -O Coeficiente de Jaccard para os dados qualitativos. A aplicação destes coeficientes originaram a chamada Matriz de Parecença. a qual, mediante o uso do Método das Médias das Distâncias, mostrou a estrutura taxonômica dos clones através de um dendrograma. A partir do dendrograma e usando-se alguns critérios para a escolha do número ideal de grupos, optou-se por 5 como sendo a melhor representação da estrutura taxonômica dos clones sob estudo. A seguir calcularam-se os parâmetros genéticos dos grupos estabelecidos, par a as características diâmetro, altura e volume cilíndrico visando obter informações em relação ao ganho genético num programa de seleção. Os resultados mostram a ordem de importância dos diferentes grupos em relação com o progresso genético num programa de seleção, destacando-se o grupo 2 constituído pelos clones etiquetados com os números: 12, 35, 40, 18 e 33, como sendo os·mais promissores em termos de ganho genético.
Título em inglês
Phenotypic and genetic variation in clones of Eucalyptus urophylla S.T Blake from Flores Island (Indonesia)
Resumo em inglês
This paper deals with study of phenotypic variation among 45 clones the of Eucalyptus urophylla from Flores Island using Numerical Taxonomy techniques and characterization of genetic variation within the groups. This experiment was laid out in January 1986 in an area of the Champion Pulp and Paper Company, located in the Aguaí County, State of São Paulo, Brazil. A randomized block design was used with 3 replications and 10 trees per plot, in a row. Data were collected at age 3.5, 5 and 6. The objectives of this study were: i. to make a cluster analysis to classify the clones, and ii. the calculation of genetic parameters. In the cluster analysis, the clones (Operational Taxonomy Units, OTU's) were evaluated using 3 sets of different characters, seven were quantitative, six nominal-qualitative and ten ordinal-qualitative. Similarity among the basic matrix taxonomy units was evaluated by using coefficients as the Average Taxonomy Distance coefficient -on quantitative data-, and the Jaccard coefficient -om qualitative data. The estimation of such coefficients then led to a so-called "Similarity Matrix", which revealed the structure of the taxonomic units after the application of the Unweighted Pair-Group Method Using Arithmetic Averages, (UPGMA). The result was drawn as a "dendrogram", from which 5 groups were selected as they best represented the taxonomic structure of the clones. Subsequently, the genetic parameters of the groups were obtained, -stating them with respect to diameter, height and cylindrical volume traits-, in order to get information about the genetic gain. The results show the order of importance the different groups deserve, Group 2 being outstanding in terms of genetic gain.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RaulLopezCarlos.pdf (6.74 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.