• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-120615
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Carlos Gesta de Mello
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1989
Orientador
Título em português
Efeito de recipientes e substratos no comportamento silvicultural de plantas de Eucalyptus grandis· Hill ex Maiden e do Eucalyptus urophylla S.T. Blake
Palavras-chave em português
DESENVOLVIMENTO
EUCALIPTO
MORFOLOGIA
MUDAS
RAIZ
RECIPIENTES
SUBSTRATOS
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi avaliar o desenvolvimento de mudas de Eucalyptus grandis e de Eucalyptus urophylla no campo, produzidas em diferentes recipientes, substratos e com alturas e idades distintas, como também observar a morfologia de suas raízes, aos 39 meses de idade, face a variação de altura e de recipientes. O experimento foi instalado em fevereiro de 1986, em uma área do Parque Florestal Flexa Azul, da Ripasa S/A Papel e Celulose, localizada no município de Boa Esperança do Sul - SP, obedecendo um delineamento em blocos ao acaso, com esquema fatorial, com três repetições. As avaliações foram realizadas aos 6 e 13 meses de idade, coletando-se dados de altura total, falhas, plantas mortas e vivas, e aos 37 meses de idade acrescentou-se, às variáveis mencionadas, o DAP (diâmetro à altura do peito), a área basa1, o volume cilíndrico e a bifurcação. Aos 39 meses de idade observou-se a morfologia das raízes laterais. As principais conc1usões obtidas foram: a) as variações de tipos de substratos, recipientes e de tamanho e idade das mudas, por ocasião do plantio, não revelaram efeitos diferenciados sobre o crescimento e sobrevivências das plantas; b) apesar da menor capacidade de sobrevivência do Eucalyptus grandis, o mesmo apresentou um volume cilíndrico de 202,39 m3/ha, enquanto que o Eucalyptus urophylla apresentou 164,17 m3/ha e mostrou ser uma espécie de maior rusticidade, aos 37 meses de idade; c) não houve diferenças nítidas e preponderantes nas raízes, em função dos tipos de recipientes; d) a posição competitiva das árvores, mostrou ter maior influência sobre a morfologia dos sistemas radiculares.
Título em inglês
Effects of different containers and substrats in the silvicultural behavior of Eucalyptus grandis Hill ex Maiden and Eucalyptus urophylla S.T. Blake trees
Resumo em inglês
The aim of this work was to evaluate the development of seedlings of Eucalyptus grandis and Eucalyptus urophylla in the field produced in different containers and substrats and of different heights and ages, as well as to study the morphology of their roots at 39 months of age. The experiment was set up in February 1986 in area of the Parque Florestal Flexa Azul, belonging to Ripasa S/A Papel e Celulose, in the country of Boa Esperança do Sul, State of São Paulo. The experiment followed a factorial randomized block design with three replications. The evaluation were made at 6 and 13 months of age by collecting data concerning to total height, failures dead and live plants, and at 37 months of age, adding to the parameters mentioned above the DBH, basal area, cylindrical volume and bifurcation. At 39 months of age the morphology of lateral roots was observed. The main conclusions are: a) variation in the kinds, of substrat, and containers, and in the size and age of the seedlings time at planting did not show any distinct effect on growth and survival of plants; b) even through Eucalyptus grandis showed less capacity to survice, this species shoed a productivity of 202.39 m3/ha while, Eucalyptus urophylla showed 164.17 m3/ha and the most resistant species to water stress at 37 months after plants; c) there was no clear difference of the roots in relation to the kinds of containers; d) the competitive position of the trees showed to have a greater influence on the morphology of the root systems.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.