• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1984.tde-20210918-201622
Documento
Autor
Nome completo
Edson Antonio Balloni
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1984
Orientador
Título em português
Efeitos da fertilização mineral sobre o desenvolvimento do Pinus caribaea Morelet var. bahamensis (Grised) Barret et Golfari em solo de cerrado do Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
DESENVOLVIMENTO VEGETAL
FERTILIZANTES
NUTRIENTES MINERAIS
PINHEIRO
SOLO DE CERRADO
Resumo em português
Visando fornecer subsídios à nutrição mineral dos Pinus originados nas regiões tropicais, foi instalado um experimento de fertilização mineral em um solo classificado como latosol vermelho amarelo fase arenosa, no município de Casa Branca ? SP cujo clima é do tipo CWa, segundo o sistema de Köppen. O ensaio foi instalado em 1968, no espaçamento 3,0 x 2,0 m e obedeceu a um esquema fatorial 3 x 3 x 2 para N, P, K, e calcário apresentando 2 repetições. As parcelas foram constituídas de 36 plantas isoladas por uma bordadura dupla, fazendo com que o experimento ocupasse uma área total de 64.800 m2. As doses de N foram: zero, 30 e 60 kg/ha, aplicados na forma de sulfato de amônia; as doses de P2O5 foram: zero, 50 e 100 kg/ha, aplicados na forma de superfosfato simples; as doses de K20 foram: zero, 20 e 40 kg/ha, aplicados na forma de cloreto de potássio, enquanto que o calcário magnesiano foi aplicado nas doses: zero 3 t/ha. O experimento for avaliado com 3,2; 4,3; 5,2; 6,0; 7,0 e 9,1 anos de idade, onde se mediu os crescimentos em DAP e altura, bem como, a porcentagem de falhas do plantio. Aos 11,5 anos de idade, foi feita a avaliação final, onde além dos parâmetros avaliados nas medições anteriores, foram determinados os fatores de forma das árvores, coletado acículas para análise foliar, retirado discos para caracterização da densidade da madeira e coletado solo de alguns tratamentos. As análises estatísticas dos dados de crescimento foram realizadas somente para 3 idades: 3,2; 7,0 e 11,5 anos. As demais avaliações foram utilizadas nos estudos dos efeitos residuais dos fertilizantes. Da discussão dos resultados, tirou-se algumas conclusões, a seguir resumidas: - A fertilização promoveu alteração no desenvolvimento das árvores, afetando de forma mais pronunciada o DAP que a altura. - O N não promoveu qualquer alteração no crescimento, enquanto, que o calcário foi o fertilizante que proporcionou as repostas mais pronunciadas, seguidas do P e do K. - O efeito da aplicação do calcário e do K, vem sendo mantido até 11,5 anos de idade, enquanto que o efeito do P, apesar de se manter significativo, vem decaindo, vem com a idade. - O tratamento 0001 (3 t/ha de calcário) proporcionou um incremento de 61% no volume, enquanto comparado à testemunha (0000) e foi dos tratamentos de menor custo por m3 produzido. - O tratamento completo (2221) proporcionou um incremento de 89% no volume quando comparado à testemunha (0000) se constituindo no melhor tratamento da experimentação. A densidade básica da madeira sofreu alterações significativas com a adubação, sendo reduzida pela presença do calcário e K e não influenciada pelo P.
Título em inglês
Effects of mineral fertilization on the Pinus caribaea Morelet var. bahamensis (Griseb) Barret et Golfari development in cerrado soil of São Paulo State.
Resumo em inglês
The aim of this work was to study the effects of mineral nutrition on tropical Pinus. A fertilization trial set up in red-yellow latosol sandy phase soil in Casa Branca ? SP., Brasil. The climate prevailing in this region is of cwa type according to koppen?s system. The trial consisting of two replicates, was set up in 1968 in 3,0 x 2,0 spacing using a 3 x 3 x 3 x 2 factorial design for N, P, K and lime. The plots contained 100 plants with double border, in a total area of 64,800 m2. The N dose (in the form of ammonium sulphate) were: zero, 30 and 60 kg/ha; P205 doses (in the form simple superphosphate) were: zero, 50 and 100kg/ha; K20 doses (in the form potassium chloride) were: zero, 20 and 40 kg/ha, and dolomitic lime doses were: zero and 3 tons./ha. The trials were evaluated through the DBH and height growth and tree survival percentage when trees had reached 3.2, 4.3, 5.2, 6.0, 7.0 and 9.1 years of age. In a final evaluation carried out at 11.5 years, the previous variables (parameters) were de determined as well as the tree form factor; needles were collected for analysis; discs were removed to determine wood density and soil was collected from some experiments. The statistical analyses relating to growth data were determined for only three ages: 3.2, 7.0 and 11.5. The remaining evaluations were used in the studies relating to the residual effects of the fertilizer. According to the results, it was possible conclude: a. The fertilization brought about significant changes in tree development. These changes were more marked in DBH than in height b. The N did not promote growth alterations, whereas lime rendered the most significant responses followed by P and K. c. The effects of lime and K application prevailed up to 11.5 years of age. Although the significant, effects of P applications decrease with age. d. The 0001 treatment (3 tons/ha of lime) provided 61% volume increase over control (0000), and was of the least costly treatments according do m3 produced. e. The complete treatment provided 89% volume increase over control (0000) proving to be the beast trial treatment. f. The wood basic density underwent significant changes with the fertilization. The wood basic density was reduced by the applications of lime and K, while P did not exert any influence in this respect.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-09-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.