• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2010.tde-11022011-100428
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Róbinson Fernandes de Medeiros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2010
Orientador
Banca examinadora
Duarte, Sergio Nascimento (Presidente)
Coelho, Rubens Duarte
Cruz, Raimundo Leite
Miranda, Jarbas Honorio de
Silva, Enio Farias de Franca e
Título em português
Manejo da fertirrigação em ambiente protegido visando o controle da salinidade para a cultura do tomate em solo franco-argiloso
Palavras-chave em português
Estufas
Fertilizantes
Fertirrigação
Física do solo
Salinidade do solo
Tomate.
Resumo em português
Em condições de ambiente protegido, o controle da salinidade e o manejo da fertirrigação se confundem, pois os sais fertilizantes utilizados na maioria das vezes são as principais causas de salinização. Com o monitoramento periódico da solução do solo, pode-se determinar a condutividade elétrica e a concentração de íons específicos essenciais a nutrição das plantas. Dentre as técnicas de extração da solução do solo, o extrator de cápsula porosa destaca-se pela praticidade em campo, baixo custo, fácil manejo e boa precisão. O objetivo desta pesquisa foi calibrar e avaliar o uso de extratores de cápsula porosa, para o monitoramento da solução do solo, visando auxiliar no manejo da fertirrigação e no controle da salinização, como também, estudar o efeito de diferentes níveis de salinidade, obtidos com base em curvas artificiais de salinização do solo, sobre a cultura do tomate utilizando a cultivar Débora Plus. As plantas foram submetidas aos seguintes tratamentos: seis níveis iniciais de salinidade do solo induzida por sais fertilizantes (S1 = 1,0; S2 = 2,0; S3 = 3,0; S4 = 4,0; S5 = 5,0 e S6 = 6,0 dS m-1) e dois tipos de manejo de fertirrigação, o tradicional (M1) e um manejo de fertirrigação com controle do nível de salinidade do solo durante todo o ciclo da cultura (M2); visando observar se o manejo M2 é capaz de manter a salinidade do solo a níveis desejados. O delineamento estatístico adotado foi o de blocos casualizados completos com quatro repetições, ficando os fatores estudados arranjados no esquema fatorial 6 x 2, totalizando 48 parcelas por estufa. Este estudo foi conduzido na área experimental do Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP, Piracicaba, SP. Observou-se que os extratores de cápsula porosa possibilitaram monitorar a concentração de íons na solução do solo, bem como direcionar o manejo de fertirrigação M2, com a manutenção da salinidade em níveis desejados, a partir do controle da condutividade elétrica da solução do solo. Os níveis de salinidade do solo provenientes do acúmulo de sais fertilizantes afetou diretamente as variáveis consumo hídrico, produção e o desenvolvimento vegetativo das plantas, o pH e o oBrix dos frutos e o pH e a concentração de nitrato (NO3 -) da solução do solo. Pode-se verificar que a manutenção da condutividade elétrica da solução do solo pelo manejo M2 em um determinado nível ótimo de salinidade, realmente promove incremento da produção quando contrastada com o manejo tradicional de fertirrigação M1, em ambiente protegido com solo franco-argiloso.
Título em inglês
Management of fertirrigation in a protected environment for the control of salinity for the tomato crop in sandy-clayey soil
Palavras-chave em inglês
Fertilizers
Fertirrigation
Greenhouse
Soil Physical
Soil Salinity
Tomato.
Resumo em inglês
In protected environment conditions, the control of salinity and the fertirrigation management mingle themselves, because most of times the fertilizer salts are the main responsible for the salinization. With the periodical monitoring of the soil solution, the electrical conductivity and the concentration of specific ions can be determined. Among the techniques of extraction of the soil solution the porous cup extractor stands for its practicality in the field, low cost, easy-handling, and good precision. The aim of the research was to calibrate and evaluate the use of porous cup extractors, for the soil solution monitoring in order to aid the management of fertirrigation and the control of the salinization, as well as, study the effect of different levels of salinity, obtained based on artificial curves of soil salinization, on the tomato crop using Débora Plus. The plants were subjected to the following treatments: six initial levels of soil salinity induced by fertilizer salts (S1 = 1,0; S2 = 2,0; S3 = 3,0; S4 = 4,0; S5 = 5,0 E S6 = 6,0 dS m-1). and two types of fertirrigation management, the traditional (M1) and a fertirrigation management with the control of the level of soil salinity throughout the crop cycle (M2); in order to observe if the management M2 is able to maintain the salinity of the soil to desired levels. The Statistic design adopted was the randomized complete block with four repetitions, leaving the studied factors arranged in the factorial scheme 6 x 2, total 48 plots for each protected environment. This study was carried area in the experimental at the Biosistems Engineering Department at ESALQ/USP, Piracicaba, SP. It has been observed that porous cup extractor could monitor the concentration of ions in the soil solution, as well as how to direct the fertirrigation management M2, with the maintenance of the salinity in desired levels. The levels of soil salinity from the accumulation of fertilizer salts affected directly the variables: water consumption, production and the vegetative development of the plants, the pH and the oBrix of the fruit and the pH and the nitrate concentration (NO3 -) of the soil solution. It can be seen that the electrical conductivity maintenance in an excellent level of salinity really promotes the increase of productivity when it contrasts with the traditional fertirrigation management M1, in a protected environment with sandy-clayey soil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-02-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.