• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Edivaldo Casarini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2000
Orientador
Título em português
Manejo da irrigação na cultura da roseira cultivada em ambiente protegido
Palavras-chave em português
AMBIENTE PROTEGIDO
IRRIGAÇÃO
MANEJO
QUALIDADE
ROSA
Resumo em português
Com o objetivo de avaliar a qualidade das hastes e dos botões florais da roseira, cv Osiana e sua produtividade em ambiente protegido, foi conduzido um experimento em uma área de produção comercial de rosas no município de Atibaia - SP durante o período de 14110199 a 14112/99. Instalou-se um tanque evaporimétrico reduzido com as dimensões de 0,60 m de diâmetro e 0,25 m de altura no centro de um ambiente protegido com cobertura plástica com 39,0 in de comprimento e 6,5 m de largura. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com cinco tratamentos e cinco repetições, onde foram aplicadas lâminas de irrigação correspondentes às frações de 25, 501 75, 100 e 125% da evaporação do tanque reduzido, com turno de rega de dois dias. Os parâmetros avaliados nas hastes e botões florais foram o comprimento e diâmetro das hastes, comprimento, diâmetro, massa fresca e massa seca dos botões florais, índice de área foliar e produtividade da roseira cultivada em ambiente protegido. Os resultados obtidos neste trabalho mostraram que não houve diferença significativa entre os tratamentos para os parâmetros avaliados, entretanto a qualidade das hastes e botões florais, o IAF e a produtividade de rosas aumentaram de acordo com o aumento da lâmina de irrigação aplicada. As lâminas de irrigação aplicadas nos tratamentos T5O, T75, T1OO e T125 aumentaram em 3,8; 5,3; 12,3 e 10,6% o comprimento das hastes em relação ao tratamento T25. O diâmetro das hastes teve um aumento de 8,0% no tratamento T125 em relação ao tratamento T25. Para o comprimento e o diâmetro dos botões florais, o tratamento T125 foi o que apresentou melhores resultados, com aumento de 5,8 e 5,95%, respectivamente, em relação a T25. Na análise de massa fresca e massa seca dos botões florais, o aumento nos tratamentos T1OO e T125 em relação ao tratamento T25 foi de 11,44 e 12,45% para massa fresca e 4,24 e 6,1% para massa seca, respectivamente. ) De acordo com os valores médios observados no IAF, os tratamentos T50, T75, T1OO e T125 apresentaram aumento em relação ao tratamento T2 5 de 36,1; 114; 191,1 e 207,4%, respectivamente. Na análise da produtividade de rosas, a aplicação da maior lâmina de irrigação correspondendo ao tratamento T125 obteve o melhor resultado, aumentando a produtividade em 82,5% em relação ao tratamento T25. Esta produtividade correspondeu a uma diferença de 7.700 dz/ha de rosas entre os dois tratamentos. O tratamento T125 obteve uma produtividade média de 17.033 dz/ha, enquanto os tratamentos T1OO, T75, T5O e T25 apresentaram uma produtividade de 15.866; 15.633; 13.300 e 9.333 dz/ha, respectivamente
Título em inglês
Irrigation management in rose crop cultivated in protected environment
Resumo em inglês
An experiment was carried out in a commercial rose farm at Atibaia city from 14/10/99 to 14/12/99, in order to evaluate stems and flower buds quality of rose, cv. "Osiana", and its yield in greenhouse. A small evaporation pan with 0,60 m of diameter and 0,25 m of height was instaIled in the middle of a plastic greenhouse with 39,0 m of length and 6,5 m of width. The experimental layout was complete randomized blocks, with five blocks and five treatments. Irrigation water depths were applied at 25, 50, 75, 100 and 125% of evaporation pan at an interval of two days. The parameters evaluated were length and diameter of stems; length, diameter, fresh weight and dry weight of flower buds; leaf area index and yield. The results showed that there was no significative difference among the treatments for the evaluated parameters; however the stems and buds quality, the LAI and rose yield increased with the irrigation water depth. Irrigation water depths applied on treatments T50, T75, TI00 and T125 increased stems length 3.8, 5.3, 12.3 and 10.6% when compared to T25. Stems diameter for T125 was 8.0% higher than T25. Treatment T125 showed the best results for buds length and diameter, which were 5.8 and 5.95% higher than T25, respectively. Fresh and dry weight of buds for TI00 and T125, compared to T25, increased 11.44 and 12.45% for fresh weight and 4.24 and 6,1% for dry weight, respectively. Accordingly to observed LAI average values, the treatments T50, T75, T100 e T125 were 36.1, 114, 191.1 e 207.4% higher than T25, respectively. Application of highest irrigation water depth on treatment T125 gave the best results, resulting in rose yield 82.5% higher than T25. The yield difference between these two treatments corresponded to a difference of 7700 dz/ha. Treatment T125 showed an average yield of 17033 dz/ha, while T100, T75, T50 and T25 of 15866; 15633; 13300 e 9333 dz/ha, respectively
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CasariniEdivaldo.pdf (3.57 Mbytes)
Data de Publicação
2019-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.