• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2019.tde-20191220-121253
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Braz Tangerino Hernandez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1995
Orientador
Título em português
Efeitos da supressão hídrica nos aspectos produtivos e qualitativos da cultura do melão
Palavras-chave em português
ÁGUA DO SOLO
DÉFICIT HÍDRICO
IRRIGAÇÃO POR GOTEJAMENTO
MELÃO
PRODUÇÃO
QUALIDADE
Resumo em português
A cultura do melão tem se firmado no Brasil como importante fonte de divisas para o agricultor e agricultura, ocupando inclusive uma parcela expressiva na nossa pauta de exportações. No entanto, muitos fatores relacionados ao suprimento hídrico carecem ainda de estudos mais detalhados. Assim, pretendeu-se com esse trabalho definir e quantificar os efeitos do déficit hídrico sobre os aspectos produtivos e qualitativos nas diferentes fases fenológicas da cultura, utilizando-se o potencial matricial da água no solo como parâmetro de controle. Essa definição e quantificação assume particular importância do ponto de vista de planejamento da atividade agrícola. Para tanto, conduziu-se a cultura do melão sob irrigação por gotejamento e para cada fase fenológica foram utilizados os potenciais matriciais de água no solo de aproximadamente -40 kPa e -80 kPa como críticos. Os resultados mostraram que o período de déficit hídrico que causa maiores decréscimos na produtividade é o da frutificação e florescimento. Sob condições de irrigação por gotejamento, durante a fase inicial da cultura, o solo é mantido em umidades bastante próximas da saturação, enquanto que na fase de frutificação, mesmo com irrigação diária, chega-se a ser consumido até 60% da CAD. A maior produtividade foi obtida com a supressão hídrica na fase vegetativa da cultura e foi de 30. 761 kg/ha, proporcionando uma renda líquida de US$ 23.683,45 por hectare.
Título em inglês
Effects of water deficit on the productivity and quality of muskmelon
Resumo em inglês
The muskmelon crop represent an important contribution for the total Brazilian exportation products. Therefore, many factors related to the water supply needs more accurate studies. ln this research was evaluated the effect of water deficit on the productivity and quality of muskmelon during the different phenological stages. The matric potential (ψm) was used as a control parameter. The experiment was carried out at Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira, Universidade Estadual Paulista (UNESP). The drip irrigation system was used and the critical ψm adopted were -40kPa and -80kPa. The soil moisture was kept close to field capacity at the initial crop stage. At the frutification state, even with daily irrigation, about 60% of the available water storage was depleted by the crop. The results showed that the water deficit during the frutification stage reduced on about 24% the fruits yields. The applied ψm of -80kPa in the initial stage resulted in a yield of 30,761 kg ha-1 that represented a net income of US$ 23,683.45 per hectare.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.