• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.11.2013.tde-10092013-160001
Documento
Autor
Nombre completo
Edilmara Michelly Souza da Silva
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2013
Director
Tribunal
Gloria, Beatriz Appezzato da (Presidente)
Hayashi, Adriana Hissae
Souto, Letícia Silva
Título en portugués
Anatomia e análise do óleo essencial dos órgãos vegetativos de Aldama tenuifolia (Gardner) E.E.Schill. & Panero e A. kunthiana (Gardner) E.E.Schill. & Panero (Asteraceae - Heliantheae)
Palabras clave en portugués
Características diagnósticas
Compositae
Estruturas secretoras
Xilopódio
Resumen en portugués
As espécies sul-americanas do gênero Viguiera Kunth foram transferidas para o gênero Aldama La Llave com base em estudos moleculares. Porém, a circunscrição de Aldama tenuifolia (Gardner) E.E.Schill. & Panero e A. kunthiana (Gardner) E.E.Schill. & Panero, pertencentes à Seção Paradosa, série Tenuifolieae ainda não está bem estabelecida, pois as espécies são morfologicamente muito próximas. O objetivo deste trabalho foi analisar a anatomia e o rendimento e a composição química do óleo essencial dos órgãos vegetativos das referidas espécies, visando fornecer dados que auxiliem na delimitação das mesmas. Para as análises anatômicas, as amostras de folhas, caules aéreos, xilopódios e raízes de três indivíduos de cada espécie foram fixadas em FAA 50 ou em solução de Karnovsky, infiltradas em hidroxi-etil-metacrilato, seccionadas em micrótomo rotativo, coradas e montadas em resina sintética. Também foram realizados testes histoquímicos em materiais frescos ou fixados incluídos ou não em hidroxi-etil-metacrilato Para a análise da superfície foliar utilizou-se a técnica de dissociação de epiderme e microscopia de luz e microscopia eletrônica de varredura, utilizando os procedimentos usuais de preparação. A extração do óleo essencial (OE) foi realizada por hidrodestilação em sistema do tipo Clevenger, separadamente para cada órgão e espécie. Os óleos essenciais (OE's) foram analisados em Cromatografia a Gás acoplada a Detector de Massas com amostras na concentração de 20mg/mL em acetato de etila. No estudo anatômico foi possível verificar que as folhas das duas espécies diferem quanto ao contorno da parede das células epidérmicas em secção paradérmica, ocorrência de canal secretor no floema primário e no parênquima fundamental da nervura central. Em relação ao caule, a diferença mais marcante foi a ocorrência de canais secretores no floema primário e secundário e, em relação à raiz, o grau de participação da atividade cambial no processo de tuberização. O xilopódio não apresentou diferenças estruturais entre as espécies. As duas espécies apresentaram em comum a ocorrência de estruturas secretoras, tais como tricomas glandulares, espaços secretores internos e hidatódios. Os maiores valores de rendimento dos OE's foram verificados para os órgãos subterrâneos. Nas folhas, xilopódios e raízes das duas espécies foram encontrados os mesmos compostos majoritários, apenas com variação de porcentagens relativas. Também foram identificados compostos exclusivos às espécies (?-felandreno, ?-patchouleno, ?-isocomeno e longifoleno-(V4) para A. tenuifolia; cipereno para A. kunthiana) que podem, em conjunto com os compostos comuns às duas espécies, fornecer um perfil químico característico para cada uma delas. Portanto, o estudo anatômico e da composição química dos OE´s dos órgãos vegetativos de A. tenuifolia e A. kunthiana, que são consideradas morfologicamente muito semelhantes, podem auxiliar na diferenciação dessas espécies.
Título en inglés
Anatomy and essential oil analyses of the vegetative organs of Aldama tenuifolia (Gardner) E.E.Schill. & Panero and A. kunthiana (Gardner) E.E.Schill. & Panero (Asteraceae - Heliantheae)
Palabras clave en inglés
Compositae
Diagnostic features
Secretory structures
Xylopodia
Resumen en inglés
South American species of Viguiera were transferred to the genus Aldama based on molecular studies. However, the circunscription of Aldama tenuifolia (Gardner) E.E.Schill. & Panero and A. kunthiana (Gardner) E.E.Schill. & Panero, belonging to Section Paradosa, series Tenuifolieae, is not yet well established because these species are morphologically very similar. The aim of the present study was to analyze the anatomy of the vegetative organs and the yield and chemical composition of essential oil of these species in order to provide data to help in their circumscription. For anatomical analyzes, leaves, aerial stems, xylopodia and roots from three individuals of each species were fixed in FAA 50 or in Karnovsky solution, infiltrated in hydroxyethyl methacrylate, sectioned with a rotary microtome, stained and mounted in synthetic resin. Histochemical tests were also performed on fresh or fixed material embedded or not in hydroxyethyl methacrylate. The analysis of the leaf surface was performed by light microscopy using the technique of dissociation of the epidermis and by scanning electron microscopy using the usual procedures of preparation. The extraction of essential oil (EO) was performed by hydrodistillation in a Clevenger-type system, separately for each organ of each species. Essential oils (EO's) were analyzed by Gas Chromatography coupled to Mass Detector with samples in 20mg/mL concentration in ethyl acetate. The anatomical study showed that the leaves of the two species differ in the outline of the epidermal cell wall in front view side and in the occurrence of secretory canals in primary phloem and ground parenchyma of the midrib. In relation to the stem, the most remarkable difference was the occurrence of secretory canals in the primary and secondary phloem and in relation to the root was the degree of cambial activity participation in tuberisation process. The highest OE's yields were verified to the underground organs. For the leaves, xylopodia and roots of both species, the same major compounds were found, varying only the relative percentages. In addition, unique compounds (?-phelandrene, ?-patchoulene, ?-isocomene and longifolene-(V4) for A. tenuifolia and cyperene for A. kunthiana) were also identified that can, along with the compounds common to all two species, provide a characteristic chemical profile for each of these species. Therefore, the studies of the anatomy and of the chemical composition of OE's of the vegetative organs of A. tenuifolia and A. kunthiana, which are considered morphologically very similar, may help differentiate these species.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2013-11-06
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.