• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Eduardo Corsato
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1993
Orientador
Título em português
Comportamento fisiológico do morangueiro (Fragaria x ananassa Duch,) micropropagado e aclimatado na presença de fungos endomicorrízicos
Palavras-chave em português
ACLIMATAÇÃO
ESTUFAS
FISIOLOGIA
FUNGOS MICORRÍZICOS
MICROPROPAGAÇÃO VEGETAL
MORANGO
PLÂNTULAS
Resumo em português
Plantas dos cultivares Sequóia, Campinas e AGF-80 propagadas "in vitro" a partir de meristemas, foram aclimatadas em estufa com o objetivo de se avaliar o comportamento fisiológico de três tamanhos de plântulas na presença de fungos endomicorrízicos (MVA) dos gêneros Acaulospora sp. e Glomus sp. Aos 45 dias da aclimatação os cultivares Campinas e AGF-80 mostraram os maiores índices de sobrevivência (95%), e o cultivar Sequóia o menor (85%). Verificou-se um incremento na porcentagem de sobrevivência proporcional ao tamanho da planta aclimatada. Não houve diferença significativa na porcentagem de sobrevivência entre as plantas micorrizadas e as não micorrizadas. O crescimento das plantas avaliado pela medição da altura, diâmetro do colo e do número de folhas, foi estimulada nas plantas inoculadas com os fungos MVA, assim como a massa da matéria seca da parte aérea. A porcentagem de colonização pelos fungos endomicorrízicos mostrou-se, em média, superior a 40%. Pode-se concluir que o cultivar Sequóia foi o mais sensível às condições de aclimatação, e que houve uma correlação entre o índice de sobrevivência e o tamanho da plântula aclimatada.
Título em inglês
Physiological behavior of "in vitro” micropropagated strawberry Fragaria x ananassa Duch.) plants acclimated in presence of endomycorrhizal fungi
Resumo em inglês
Plants of (Fragaria X ananassa Duch.) cultivars Sequóia, Campinas and AGF – 80 propagated from greenhouse in order to evaluate physiological behavior of plants of three different sizes in presence and absence of endomycorrhizal fungi (MVA ) of the Acaulospora sp and Glomus sp genera. Alter 45 days of acclimation the cultivars Campinas and AGF 80 showed the highest survivaI index (90%) and the cultivar Sequóia the lowest (85% ). The survival rate showed to be proportional to the size of the tested plants, and did not show any relation to the presence or absence of mycorrizal fungi. The mycorrhizal treatment, monitored by evaluating the growth of the plants with base on the plant height, number of leaves, shoot dry weight and diameter of the intersection region of the stem and root stimulated inoculated plants growth. The percentage of radicular colonization by MVA fungi was at average higher than 40 %. It was possible to conclude that the Sequóia cultivar was a direct relationship between the size and the survival index of the acclimated plants.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.