• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2010.tde-24022010-152218
Documento
Autor
Nome completo
Magda Andréia Tessmer
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2009
Orientador
Banca examinadora
Gloria, Beatriz Appezzato da (Presidente)
Antoniolli, Lucimara Rogeria
Bron, Ilana Urbano
Título em português
Características anatômicas e físico-químicas de frutos de macieira (Malus domestica Borkh.) e sua relação com a lenticelose
Palavras-chave em português
Anatomia vegetal
Distúrbios fisiológicos de plantas
Maça - Armazenagem.
Resumo em português
A presente proposta teve como objetivo avaliar aspectos anatômicos e físico-químicos em frutos de macieiras (Malus domestica Borkh.), Gala e Galaxy, cultivadas em três diferentes altitudes, buscando correlacioná-las ao distúrbio fisiológico, conhecido por lenticelose (lenticel breakdown), caracterizado pelo escurecimento das lenticelas e ocorrência de depressões de coloração parda ao redor destas estruturas. Os frutos maduros foram colhidos na safra 2008-09, em pomares comerciais localizados em cada uma das três áreas produtoras: Vacaria (RS), Fraiburgo (SC) e São Joaquim (SC), localizadas a 971, 1.048 e 1.353 m de altitude, respectivamente. As avaliações foram realizadas nos frutos maduros recém-colhidos e durante o armazenamento, quando os frutos foram submetidos a duas condições distintas: refrigeração (0ºC e 90% UR) e atmosfera controlada (1,5% O2; 2,5% CO2; 0ºC e 90% UR). Os frutos foram avaliados anatomicamente na colheita e durante o armazenamento quando detectado algum distúrbio fisiológico relacionado às lenticelas. A superfície dos frutos maduros de macieiras Gala e Galaxy, recém-coletados nas três localidades e ao final do armazenamento nas condições estudadas, foram analisadas ao microscópio eletrônico de varredura a fim de comparar a deposição das ceras epicuticulares. Adicionalmente os frutos foram avaliados em intervalos de 30 dias, durante os armazenamentos quanto ao teste de tingimento de lenticelas (número) e aos seguintes atributos de qualidade: cor, firmeza, índice de maturação, teor de sólidos solúveis, acidez titulável e, ou outros distúrbios fisiológicos. Também foi analisada a estrutura anatômica dos frutos de macieiras Gala e Galaxy, coletados em Vacaria (RS), em diferentes fases do desenvolvimento a fim de caracterizar a formação dos diferentes tipos de lenticelas. Não houve diferenças no padrão de formação das lenticelas entre Gala e Galaxy e entre os locais de produção. Nos frutos com o sintoma da lenticelose havia uma depressão na superfície resultante da obliteração de células da epiderme e camadas subepidérmicas, sendo que no parênquima subjacente à depressão havia amplos espaços formados pela lise das células. Nem sempre a área sintomática estava associada à presença da lenticela. Os resultados mostraram que a altitude não interferiu na espessura cuticular nem no padrão de deposição de ceras epicuticulares nos frutos de macieiras Gala e Galaxy. Nos frutos recém-colhidos de Gala e Galaxy foi observada a deposição de ceras na forma de plaquetas paralelas e o mecanismo de rompimento e reparo. Após quatro meses de armazenamento, houve alteração no formato das ceras epicuticulares de plaquetas para aglomerados esféricos ou amorfos nos frutos da Gala e Galaxy provenientes de todas as localidades. As alterações foram mais evidentes na condição de armazenamento em atmosfera controlada. Não houve diferenças significativas entre as duas condições de armazenamento e a manifestação dos sintomas nas macieiras Gala e Galaxy procedentes das três regiões produtoras em relação aos parâmetros físico-químicos analisados. A maior incidência ocorreu em frutos Gala provenientes de São Joaquim (SC) ao final do período de armazenamento.
Título em inglês
Anatomical and physico-chemical characteristics of fruits of apple trees (Malus domestica Borkh.) and their relations to lenticel breakdown
Palavras-chave em inglês
Anatomy
Gala
Galaxy.
Lenticels
Waxy
Resumo em inglês
The aim of this study was to describe anatomical and physico-chemical characteristics of apple fruits (Malus domestica Borkh.) ' Gala ' and ' Galaxy ' grown in three different altitudes, seeking to correlate them to the physiological disorder known as lenticelose (lenticel breakdown), characterized by the darkening of lenticels and the occurrence of brownish depressions around them. Mature fruits were harvested in 2008-09, from commercial orchards located in each of three producing areas: Vacaria (RS), Fraiburgo (SC) and São Joaquim (SC), located at 971, 3.088 and 1.353 m altitude, respectively. The evaluations were realized in the mature, freshly harvested fruits and during the storage, when the fruits were subjected to two distinct conditions: refrigeration (0ºC and 90% HU) and controlled atmosphere (1.5% O2; CO2; 2.5%, 0ºC and 90% HU). The fruits were evaluated anatomically at the harvest moment and during storage, when any physiological disorder related to lenticels was detected. The surface of the mature fruit of apple 'Gala ' and 'Galaxy ' freshly harvested from the three localities and at the end of the storage period in the studied conditions were examined under scanning electron microscope to compare the deposition of epicuticular waxes. Additionally, the fruits were evaluated at every 30 days, during storage, in relation to lenticels dyeing test (number) and to the following qualitative attributes: color, firmness, index of ripening, soluble solids content, titratable acidity and physiological disorders. In order to characterize the formation of different types of lenticels, the anatomical structure of fruits, collected in Vacaria (RS), it was also analyzed in different stages of development. There were no differences in the pattern of formation of lenticels between 'Gala' and 'Galaxy' and the producing areas. Fruits with 'lenticel breakdown' symptoms had a surface depression as a result of the obliteration of the epidermal and sub epidermal cells, and the underlying parenchyma exhibited large spaces formed by cell lyses. The symptomatic area was not always associated to the presence of lenticels. The results showed that the altitude did not affect the cuticular thickness or the pattern of deposition of epicuticular waxes in apple fruits of 'Gala' and 'Galaxy'. In freshly harvested fruits it was observed the deposition of wax platelets and the mechanism named Tear and Repair or Rip and Stitch". After four months of storage, we observed changes in the shape of the waxes from platelets to spherical or amorphous clusters in fruits of 'Gala' and Galaxy from all producing areas. The changes were most evident in controlled atmosphere storage condition. There were no significant differences between the two storage conditions and the onset of symptoms in fruits from the three producing areas in relation to the physico-chemical parameters. The highest incidence of symptoms occurred in fruit 'Gala' from São Joaquim (SC) at the end of the storage period.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Magda_Tessmer.pdf (4.96 Mbytes)
Data de Publicação
2010-03-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.