• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1982.tde-20210918-201031
Documento
Autor
Nombre completo
Ana Elizabeth Perruci do Amaral
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 1982
Director
Título en portugués
Sindicato dos trabalhadores e realidade rural
Palabras clave en portugués
SINDICATO RURAL
TRABALHADOR RURAL
Resumen en portugués
A dissertação Sindicato dos Trabalhadores e Realidade Rural, elaborada por Ana Elizabeth Perruci do Amaral, sob a orientação do professor José Albertino Rosário Rodrigues, analisa a atuação política e social do sindicato dos trabalhadores rurais face às relações de trabalho na agricultura canavieira da Zona da Mata Sul de Pernambuco. A análise compreende a década de 70 estendendo-se até março de 1980. Foi efetuada sob a perspectiva sociológica, baseada no estudo de um sindicato dos trabalhadores rurais e da organização do trabalho assalariado. (*) Utilizaram-se os dados das entrevistas gravadas com os trabalhadores rurais, a liderança sindical, bem como da documentação pesquisada no sindicato, constante de atas, relatórios, pareceres do departamento jurídico da organização, e o registro de observações diretas das ações empreendidas pela liderança sindical e pelos assalariados. Através do método que se aproxima do estudo de caso, a pesquisa baseou-se em que esta organização sindical tem uma atuação ao nível das relações de trabalho e exerce uma atividade política face ao controle do sistema de poder. O estudo tentou descrever a organização do trabalho, verificar as reivindicações dos assalariados e o seu atendimento através do sindicato, assim como verificar a participação sindical e apresentar a visão desse trabalhador em relação ao sindicato. Seguindo-se estes objetivos na investigação, concluiu-se que a atuação sindical dos trabalhadores da lavoura canavieira, a sua organização e participação no sindicato é dificultada pelo elevado grau de diversificação das condições de trabalho de que estes trabalhadores tomam consciência. Esta diversificação provoca conflitos entre eles e, ainda, contribui para se segmentarem. A hierarquização existente na organização do trabalho, onde há os assalariados controladores da mão-de-obra e os que executam as tarefas, leva a um distanciamento entre as categorias. A diferenciação formal estabelecida entre clandestinos, clandestinos-moradores e fichados - conforme o registro do trabalho em carteira profissional acarreta uma divisão no sentido estrito da mão-de-obra. As categorias encontram-se em distintas vivências nas relações de trabalho e promovem reivindicações distintas, que interferem na atuação sindical para representá-las e empreender um projeto único, e ainda, para participarem efetivamente da organização. A atuação sindical é diversificada, de acordo com as peculiaridades de cada categoria. A dificuldade da participação sindical relaciona-se também com o medo do trabalhador provocado pela repressão pós 64. Constatou-se uma elevada união dos assalariados no final da década de 70 e o fortalecimento político do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, com os resultados alcançados através da convenção coletiva de trabalho de 1979, após as mobilizações e arregimentação efetuadas a partir de meados da década de 70. O trabalhador rural toma consciência também desse fortalecimento e sente a organização sindical como assistencialista, e só num segundo plano como reivindicatória. Estas conclusões poderão contribuir para a realização de outros estudos que verifiquem a atuação sindical e, especialmente, as tendências recentes dessa atuação. (*) Utilizou-se da licença de não mencionar o município e o sindicato pesquisados.
Título en inglés
Not available
Resumen en inglés
The paper ?Labor Union and Rural Reality? written by Ana Elizabeth Perruci do Amaral under the guidance of Professor José Albertino Rosário Rodrigues analyzes the social and political performance of the Rural Labor Union concerning labor relations in the sugar cane agriculture of Pernambuco?s Zona da Mata Sul. The analysis runs throughout the seventies to march, 1980. It was made under a sociological outlook, based in a study of a rural labor union and of the organization of salaried labor. Data from recorded interviews of rural workers, and of the labor union leaders were used as well as researched data gathered from the union meeting records, reports and the organization juridical department opinion. Data was also gathered from direct investigation of actions performed by the union leadership and by salaried workers. Through the method used which approaches the Case Study Method, the research was based on the idea that this syndical organization has an actuation at labor relations level and performs a political activity concerning the power system control. The study tried to describe the labor organization, verify the salaried workers claims and their fulfilments through the union, and so verify the workers participation at the union level and show this worker?s view concerning the union. Following the aims at the syndical performance of the sugar plantation workers, their organization and participation within the union are handicapped due to the high diversification of working conditions and also that the workers are perfectly aware of the fact. This high diversification generates conflict among them and also helps their diversion. The hierarchy within the working organization, where there are salaried workers controlling the labor force and those who perform the tasks leads to a seclusion of the categories. The formal difference clandestinos, clandestinos-moradores and fichados according to the way they are registered in their professional card leads to a division in the labor force strict sense. The categories live their working relations differently and have different claims which becomes a handicap to the union performance in the developing of a same project as well as to the worker?s effective participation within the organization. The union performance is different according to the characteristics of each category. Difficulties concerning participation are also due to the fears caused by the repression after 1964. A higher level of association among workers was observed in the late 70? as well as the political strengthening of the Rural Labor Union resulting from the labor convention of 1979 after the mobilization s and the arregimentation which occurred in the second half of the 70?s the rural worker becomes also aware of this strengthening and feels the union mainly as an assistance organization and as an organization for claiming rights in a second plan. These conclusions may contribute to further studies on labor union performance and especially on the recent tendencies of this performance. (*) The Author exerted her right of not mentioning the local and the union researched.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-09-18
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.