• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1982.tde-20220207-162042
Documento
Autor
Nome completo
Maria Elisa de Paula Eduardo Garavello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1982
Orientador
Título em português
Representações e práticas de consumo no meio rural
Palavras-chave em português
CONSUMO
ZONA RURAL
Resumo em português
Inicialmente inspirado em proposições sociológicas sobre relações cidade-campo e condições de existência da população rural, este trabalho relata uma pesquisa empírica que demonstra a importância do estudo dos sistemas simbólicos para a compreensão da coerência entre as práticas e representações daquela população, utilizando o conceito de habitus desenvolvido por BOURDIEU (1972) pretendeu-se mostrar que as representações sociais interferem nas práticas resultantes das condições materiais de existência da população rural orientando-as e estabelecendo a direção que assumem. Nessa proposta de trabalho encontrava-se implícita a idéia de que a conjuntura econômica, por si só, não é suficiente para explicar a adoção de determinadas práticas de um grupo social. É necessário considerar também os motivos formulados ao nível das representações. A metodologia utilizada baseou-se na técnica de entrevista gravada, com roteiro básico mas não limitante. Foram entrevistadas 74 mães de família, que forneceram informações sobre: as práticas referentes à obtenção dos bens materiais e simbólicos necessários à sobrevivência da unidade familiar e as representações que essas famílias têm de suas condições de vida e de suas relações com o meio urbano. Verificou-se que as representações da condição atual de existência dos indivíduos rurais em seu contato cotidiano com o estilo de vida urbano são assimiladas às representações já existentes da cultura rústica desse meio, e as práticas dessa população estão de acordo com as representações resultantes. As novas práticas de consumo adotadas pelas famílias rurais evidenciam uma busca de igualdade e integração ao meio social urbano, que é percebido como detentor de prestígio e poder.
Título em inglês
Representation and consumption practices among rural people
Resumo em inglês
This work was inspired on sociological propositions about the relationships between town and country populations, as well as about the living conditions among rural people. Its main merit was to show the usefulness of studying symbolic systems for the comprehension of existing consistency between practices and representations of such people. Through the habitus concept developed by BOURDIEU (1972), it was intended to show that social representations do interfere in practices resulting from material conditions of life. This was observed among rural populations. Those practices are directed by their representations. The research project, from its start, supposed that economic factors are not in themselves enough to explain the adoption of certain practices by any social group. Its motivation, as interpreted at the representation level, should be taken into account. The method employed was based on the technique of recorded interview with no limiting pilot instructions. 74 housewives were interviewed, and gave information about: practices used to obtain material and symbolic goods needed for the family unity subsistence; and the representations they have about their living conditions, as well as about their relationships with urban life. Results showed that representations rural people have about their living conditions are assimilated to those previously existing in the rustic culture. There is consistency between rural people's practices and the resulting representations. New consumption practices adopted by rural families show they look for beeing similar and integrating to urban people, whom are perceived as prestige and power holders.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-02-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.