• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1980.tde-20220207-165715
Documento
Autor
Nombre completo
Antonio Ricardo Micheloto
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 1980
Director
Título en portugués
Trabalho volante e reprodução capitalista: Estudo sobre os boias-frias de Tupaciguara, M.G.
Palabras clave en portugués
CAPITALISMO
TRABALHADOR RURAL VOLANTE
Resumen en portugués
A finalidade desta dissertação ê caracterizar e interpretar, sociologicamente, a situação dos trabalhadores rurais volantes no processo de constituição das relações de produção capitalistas no campo. Fundamenta-se em pesquisa realizada pelo autor no município de Tupaciguara, Estado de Minas Gerais. A investigação procura mostrar como os volantes, trabalha- dores destituídos da propriedade e/ou da posse da terra, se redefinem, enquanto categoria social, no processo de trabalho imediato e na sociedade global. Tais trabalhadores desenvolvem relações econômicas e sociais consideradas básicas para a reprodução do capital no setor rural. Face a essas relações, desenvolvem determinadas formas de consciência social, que este trabalho intenta captar. Por um lado, são caracterizados os mecanismos que permitem, aos agentes do capital, promover o ajustamento desse tipo de trabalhadores ã situação de assalariados. Entre esses mecanismos, coloca-se a promoção da disciplina mínima indispensável a extração do sobre trabalho dos volantes. Por outro lado, são caracterizadas as formas de reação consciente dos volantes às condições concretas da exploração de sua força de trabalho. Uma das principais conclusões possibilitadas pela investigação levada a efeito é a de que os volantes, conquanto reduzidos objetivamente ã condição de proletários rurais, manifestam, a nível de sua consciência, orientações contraditórias. Ao mesmo tempo que procuram ou são induzidos a ajustar-se a nova situação, recusam-na, alimentando aspirações não tipicamente proletárias, como a aspiração pela terra. Esta conclusão permite contraditar algumas teses comuns no âmbito da Sociologia, que focalizam a proletarização de homem rural sob um ponto de vista linear e extremamente simplificado.
Título en inglés
not available
Resumen en inglés
The objective of the present work is to characterize and interpret, sociologically, the situation of the rural workers called volantes in the process of constitution of the capitalist relations of production in the country. It is based on a research carried out by the author in the municipio (county) of Tupaciguara, State of Minas Gerais. The investigation tries to show how the volantes, workers who do not own and/or occupy the land, are redefined as a social category in the process of immediate work and in the society as a whole. Such workers develop economical and social relations that are considered basic for reproduction of capital in the rural sector. By virtue of these relations, certain forms of social consciousness are developed, which this work has tried to grasp. On the one hand, it characterizes the mechanisms that make possible for the agents of the capital to promote the adjustment of this type of workers to the condition of wage workers. Among these mechanisrns is the furthering of a minimum discipline required to obtain surplus labor from the volantes On the other hand, it characterizes the ways in which the volantes consciously react to the actual conditions of exploitation of their labor power. One of the main possible conclusions from this investigation is that the volantes, although objectively reduced to the condition of rural proletarians, express, at their consciousness level, contradictory orientations. At the same time that they try or are led to adjust themselves to the new situation, they reject it, cultivating aspirations which are not typically proletarian, such as the aspiration for land possession. This conclusion leads to the contradiction of some common propositions in the realm of Sociology, which approach the proletaríanization of the rural worker under a linear and extremely simplified viewpoint.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2022-02-07
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.