• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.1978.tde-20220207-224300
Documento
Autor
Nome completo
Irlene Menezes Graça
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1978
Orientador
Título em português
A extensão rural e o pequeno produtor no estado do maranhão
Palavras-chave em português
EXTENSÃO RURAL
PEQUENO PRODUTOR RURAL
Resumo em português
Neste trabalho procedeu-se uma análise sociológica da Extensão Rural como processo e instrumento de intervenção junto ao pequeno produtor no Estado do Maranhão. Sob essa perspectiva, buscou-se apreender as orientações político-ideológicas que informam esse processo no desempenho dos propósitos de transferência de tecnologia agropecuária e promoção social dessa categoria específica. A pesquisa realizou-se pois, em dois planos empíricos - da instituição extensionista e do público-beneficiário, mediante o acompanhamento do Projeto Promoção de Produtores de Baixa Renda INAN/EMBRATER, em execução pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Maranhão (EMATER-MA). Procedeu-se assim a uma análise ao nível das formulações contidas no documento do referido Projeto e ao nível da interpretação e execução dos agentes técnicos, complementada num segundo momento, pela concepção do público atingido, expressa em depoimentos pessoais. A formulação do trabalho foi orientada segundo o pressuposto de que a ação extensionista possui além dos propósitos intervencionistas claramente dirigidos para fins de transferência de tecnologia, outros objetivos mais amplos, mediante interferência nos mecanismos de controle social. Conclui-se que os objetivos de natureza humanista de promoção social do agricultor de baixa renda", envolvem interesses contraditórios, diante dos quais a Extensão Rural como processo de intervenção junto a esse público, assume um caráter ambíguo: os propósitos humanistas estão mais orientados pelos interesses políticos e econômicos do sistema urbano-industrial do que pelo bem-estar do público-beneficiário. Concluiu-se também, que os mecanismos de intervenção postos em prática pela instituição extensionista mostram-se ineficazes para superar o sistema de controle que envolve os diferentes grupos sociais, uma vez que as ações desencadeadas permanecem ao nível dos processos psico-sociais dos indivíduos envolvidos e não penetram na cadeia das relações sociais que ocorrem ao nível da estrutura e organização sociais do meio rural.
Título em inglês
Not available
Resumo em inglês
In this study, a sociological analysis was made of Rural Extension as a means and tool of intervertion toward the small farmer in the State of Maranhão. Under this perspective, an attempt was made to understand the political­ideological orientations which inform this process in the transfer of agricultural technology and social advancement of this specific category. Two empirical approaches were used in conducting this research: that of the extension institution and that of the beneficiarias, by following theINAN/EMBRATER Advancement of Low Incarne Farmers Projetc, which is being carried out by the Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Maranhão (EMATER-MA) . Thus, an analysis was made of the formulations included in the Projects document and of the technical agents interpretation and execution. In a second phase, this was supplemented by the involved peoples conception, as expressed in personal communications. This study was formulated under the assumed orientation that extensionist action, in addition to the purposes of intervention directed clearly to the transfer of technology, also has other wider objectives of interference in mechanisms of social control. It was concluded that the objectives of a humanistic nature -social advancement of the low income Farmer, involve contradictory interests and that, for this reason, Rural Extension as an intervention process toward the people, takes on an ambiguous character: the so called humanistic purposes are oriented more by political and economic interests of the urban-industrial system than by the well-being of the beneficiaries. It was also concluded that the mechanism of intervencion utilized by the extensionist institution proved to be unable to overcome the control system involving the various social groups since the actions brought about, remain at the psycho-social level of the individuals involved and do not enter the chain of social relations which occur at the structure and social organization of the rural area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-02-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.