• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.11.2015.tde-12032015-153838
Documento
Autor
Nombre completo
Fernanda Canassa
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2015
Director
Tribunal
Yamamoto, Pedro Takao (Presidente)
Godoy, Wesley Augusto Conde
Pauli, Giuliano
Título en portugués
Distribuição espacial, efeito do manejo da palha pós-colheita e da aplicação de Beauveria bassiana (Balsamo) Vuillemin (Hypocreales: Cordycipitaceae) na ocorrência de Sphenophorus levis Vaurie, 1978 (Coleoptera: Curculion
Palabras clave en portugués
Bicudo da cana-de-açúcar
Cana crua
Dinâmica populacional
Fungo entomopatogênico
MIP
Resumen en portugués
O Brasil é o maior produtor de cana-de-açúcar (Saccharum officinarum L.) do mundo e a cultura continua em expansão na safra 2014/15. A expansão das áreas de plantio de cana-de-açúcar e o sistema de colheita mecanizada de cana crua tem levado ao aumento proporcional de inúmeras pragas da cultura, destacando-se o bicudo da cana, Sphenophorus levis, considerado praga primária e limitante da cultura. Inicialmente, essa espécie foi considerada restrita a região de Piracicaba, mas desde 2010 foi encontrada nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás. Suas larvas abrem galerias nos rizomas, causando danos diretos nos tecidos dos colmos, sobretudo nas épocas mais secas do ano, o que ocasiona a morte das touceiras, falhas na rebrota, além de promover danos indiretos, como o aumento do número de plantas invasoras que competem com a cultura. Os métodos químico, mecânico, cultural e biológico já foram testados até o momento, no entanto, o sucesso no seu controle ainda não foi obtido e a população dessa praga continua crescendo e se tornando mais constante nos canaviais pelo Brasil. Dessa forma, estudar estratégias para a melhoria do manejo de S. levis é fundamental para o estabelecimento de métodos de controle eficientes no contexto do MIP. Diante disso, objetivou-se com esse trabalho: 1) Determinar a distribuição espacial e a flutuação populacional de S. levis; 2) Testar o manejo da palha pós-colheita nas linhas de plantio na ocorrência de S. levis e; 3) Avaliar a eficácia da aplicação de Beauveria bassiana na população de S. levis. Em relação à flutuação populacional de S. levis foi observada uma elevação linear da última quinzena de outubro para a primeira de novembro, com queda subsequente e, aumento populacional maior à partir da última quinzena de dezembro. O pico populacional se deu no mês de março, seguido por uma rápida redução a partir de abril. A proporção de fêmeas foi similar a de machos em todos os tratamentos. Os dados sugerem que não houve efeito dos tratamentos na distribuição de adultos do bicudo. Os resultados da flutuação populacional, da distribuição de frequência e distribuição espacial se complementam, pois, em hipótese, a distribuição dos adultos está diretamente relacionada com a flutuação populacional, uma vez que em altas densidades a distribuição foi agregada. Além disso, as estratégias de afastamento da palha da linha de plantio não interferiram nos níveis de infestação de S. levis, quando comparado ao tratamento que não houve manejo da palha e, essa tática utilizada conjuntamente à aplicação de B. bassiana também não influenciou na densidade populacional de adultos de S. levis no período avaliado. Diante disso, concluiu-se que a distribuição de S. levis em cana-de-açúcar apresenta o padrão agregado em altas densidades populacionais; o manejo da palha entre as linhas de cana-de-açúcar não reduz a densidade populacional de S. levis em locais com elevado histórico de infestação e, são necessários mais estudos para ajustar a dose de B. bassiana adequada e eficaz no controle de S. levis.
Título en inglés
Spatial distribution, effect of post-harvest management of straw and Beauveria bassiana (Balsamo) Vuillemin (Hypocreales: Cordycipitaceae) application in the occurrence of Sphenophorus levis Vaurie, 1978 (Coleoptera: Curculionidae) in sugarcane
Palabras clave en inglés
Entomopathogenic fungi
Green sugarcane
IPM
Population dynamics
Sugarcane weevil
Resumen en inglés
Brazil is the world's largest sugarcane producer and the cultivated area continues to expand in 2014/2015 season. This expansion, along with the mechanical harvesting of green sugarcane leads to a proportional increase in the number of crop pests, especially the sugarcane weevil, Sphenophorus levis, considered a primary and limiting pest in this crop. Initially, this species was restricted to the Piracicaba region, however, since 2010 it has been found in several regions of São Paulo State, and also in other states in the country, such as Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso and Goiás. The larvae penetrate the basal part of the plants and the rhizomes, building irregular galleries and causing damage to stem tissues, mainly in the driest season, leading to the death of clumps, failures in regrowth and, consequently, indirect damage due to the increase in the incidence of invasive plants that compete with the crop. Chemical, mechanical, cultural and biological methods have already been tested, however, the success in pest control has not yet been achieved and the population of S. levis continues to grow, becoming more constant in Brazilian sugarcane fields. Thus, the study of strategies to enhance the management of S. levis is essential to adopt effective control methods in the IPM framework. In this sense, this study aims to: 1) Determine the spatial distribution and population dynamics of S. levis; 2) Evaluate the postharvest management of straw on planting rows in occurrence of S. levis and; 3) Evaluate the efficacy of B. bassiana application in the S. levis population in sugarcane. Concerning population dynamics of S. levis, it was observed a linear increase beginning in the last quarter of October until November, with a subsequent decrease and, a highest population increase was observed in the last half of December. The population peak occurred in March, followed by a fast decline in early April. The proportion of females to males was similar in all treatments. The data suggest that there was no effect of treatments on the distribution of adult weevils. The results of population dynamics, frequency distribution and spatial distribution are complementary, because, hypothetically, the distribution of adults is directly related to population dynamics, since at high densities the distribution was aggregated. In addition, strategies for straw management in the planting row did not affect the infestation levels of S. levis and this procedure along with the addition of B. bassiana did not influence population density of adults during the study period. Hence, it is concluded that the distribution of S. levis in sugarcane exhibits an aggregated pattern at high population densities. Straw management between the cane rows does not reduce population density of S. levis in areas with high historical infestation. Therefore, further studies are needed to adjust the appropriate and effective concentration of B. bassiana in the control of S. levis.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fernanda_Canassa.pdf (1.49 Mbytes)
Fecha de Publicación
2015-04-13
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.