• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-111857
Documento
Autor
Nome completo
Arlinda Evaristo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1994
Orientador
Título em português
Resíduos deslocáveis de metamidofós em cultura estaqueada de tomate (Lycopersicon esculentum Mill)
Palavras-chave em português
ESTAQUIA
RESÍDUOS DE INSETICIDAS
TOMATE
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi estudar o comportamento de resíduos deslocáveis de metamidofós em folhas, frutos e solo em cultura estaqueada de tomate. O experimento foi realizado em área representativa do Estado de São Paulo, e constou de quatro tratamentos (com quatro repetições): (1) uma aplicação de metamidofós (Tamaron BR) em dosagem simples de 60 g i.a./100 l de água, (2) uma aplicação em dosagem dobrada de 120 g de i.a./100 l de água, (3) quatro aplicações na dosagem simples, (4) testemunha. A primeira aplicação, no tratamento com quatro aplicações, foi feita no início do período de maturação dos frutos, e as seguintes em intervalos de 6 dias. A aplicação nos tratamentos com apenas uma aplicação foi feita juntamente com a última aplicação no tratamento com quatro aplicações. As amostras de folhas, frutos e solo foram colhidas um dia antes da aplicação conjunta, e depois ao 0, 1, 2, 3, 5, 7 e 14 dias após. Os resíduos deslocáveis de metamidofós foram extraídos com solução aquosa de Sur-ten (sódio dioctilsulfoccinato - 70%), os extraídos foram levados à partição em mistura de 15% metanol em acetato de etila e quantificados por cromatografia de gás, usando-se detector fotométrico de chama. Os resíduos deslocáveis nas folhas nos tratamentos com quatro aplicações na dosagem simples e uma aplicação com dupla tiveram degradações semelhantes com meias-vida de 0,7 e 0,9 dia, respectivamente. No tratamento com uma aplicação na dosagem simples, a meia-vida foi de 2,4 dias. O comportamento dos resíduos deslocáveis no solo nos tratamentos de metamidofós na dosagem simples (uma e quatro aplicações) foi semelhante, com meias-vida de 2,9 e 2,7 dias respectivamente. A meia-vida no tratamento com a dosagem dupla foi de 1,3 dia. Isto evidencia que os resíduos no solo são mais persistentes do que aqueles das folhas. Os níveis de resíduos deslocáveis nos frutos foram detectados apenas nas amostras de 0 e 1 dia, e eles decresceram de 0,19 a 0,05 µg/cm2; 0,27 a 0,06 µg/cm2 e 0,11 a 0,05 µg/cm2, respectivamente nos tratamentos com uma aplicação na dosagem simples, uma na dupla e quatro na simples. Esses resultados mostram que a degradação dos resíduos é relativamente muito rápida.
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
The objective of this study was to understand the behavior of dislodgeable residues of methamidophos on leaves, fruits and soil of tutored tomato crops. The experiment was conducted in representative region in the State of São Paulo, Brazil. It consisted of four treatments (with four replicates): (1) one application of methamidophos (Tamaron BR) at single rate of 60 g a.i/100 l of water, (2) one application at double rate of 120 g a.i/100 l of water, (3) four applications at single rate, and (4) control. The first application in the treatment with four applications, was made at the onset of fruit maturation stage, and the following ones in a 6-days schedule. The application in the treatments with only one application was made at the time of the last application in the treatment with four applications. The leaf, fruit and soil samples were taken one day before the combined application, and then at 0, 1, 2, 3, 5, 7 and 14 days after that one. Methamidophos dislodgeable residues were extracted with Sur-ten aqueous solution (sodium dioctilsulfoccinate -70%); the extracts were partitioned in a mixture of 15% methanol in ethyl acetate and quantified by gas chromatography, using a flame photometric detector. Foliar dislodgeable residues in the treatments with four applications at single rate and one application at double one had similar degradation with half-life of 0.7 and 0.9 day, respectively. In the treatment of one application at single rate, the half-life was 2.4 days. The behavior of the dislodgeable residues in the soil in the treatments of methamidophos at single rate (one and four applications) was similar, with half-life of 2.9 and 2.7 days, respectively. The half-life in the treatment with double rate was 1.3 days. This makes evident that residues in the soil are more persistent than those in the leaves. The levels of dislodgeable residues on fruits were detected only on 0 and l-day old samples, and they decreased from 0.19 to 0.05 µg/cm2, 0.27 to 0.06 µg/cm2, and 0.11 to 0.05 µg/cm2, respectively in the treatments with one application at single rate, one application at double rate, and four applications at single rate. These results show that residue degradation in fruit is relatively very fast.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EvaristoArlinda.pdf (2.00 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.